19
maio
2014

Greve dos motoristas do transporte intermunicipal e no serviço público federal no MA

Segue a paralisação de trabalhadores do transporte público intermunicipal do Maranhão. A categoria interrompeu os trabalhos por volta das 4h da madrugada desta segunda-feira (19), parando os veículos na rodovia federal BR-135, já na capital maranhense, e devem seguir em greve por tempo indeterminado. No início da manhã, o movimento de passageiros no Terminal Rodoviário de São Luís era tranquilo. Usuários do transporte intermunicipal, entretanto, reclamam dos transtornos causados pela paralisação. O trânsito nas avenidas dos Franceses e Portugueses, as duas principais vias de acesso à rodovia federal, é complicado.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão (Sttrema), Gilson Coimbra – que estava na BR-135 no momento da entrevista, acompanhando o movimento grevista –, reafirmou que a greve é por tempo indeterminado. Ele disse que nenhum representante das empresas de ônibus que fazem o transporte interestadual no Maranhão deu sinal de negociação com a categoria. A greve, segundo ele, também foi aderida por motoristas de empresas como Vale e Alumar.

Às 14h, o presidente do sindicato vai estar em uma reunião para tratar sobre outra paralisação, desta vez dos trabalhadores rodoviários do transporte coletivo de São Luís, marcada para quarta-feira. Rodoviários e empresários farão uma nova rodada de negociações por reajuste salarial, na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT).

Greves do serviço público federal no MA

O serviço público federal está caminhando para uma greve geral no Maranhão. No Estado, servidores de sete campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA) estão em greve. Na próxima quarta-feira (21), o Judiciário Federal e o Ministério Público da União (MPU) farão “apagão de 24 horas” em órgãos das Justiças do Trabalho, Eleitoral e Federal, com assembleia ao fim, que pode levar a greve por tempo indeterminado. Na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), os técnicos administrativos permanecem em greve.

No Maranhão, o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) deflagrou processo de paralisação em diversos campi do IFMA. As aulas já estão suspensas em dois campi na capital (Maracanã e Monte Castelo) e em mais cinco cidades do interior (Alcântara, Codó, São Raimundo das Mangabeiras, Caxias e Bacabal). Segundo o professor Pedro Ribeiro, coordenador do Sinasefe Monte Castelo, as aulas estão paralisadas desde que a greve começou nessa unidade do IFMA, na segunda-feira (12).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo