28
maio
2018

GREVE: Ceasa em situação crítica, frota de ônibus é reduzida e aulas são suspensas

Estoque de alimentos da Ceasa em São Luís enfrenta situação crítica.

Desde o início da greve dos caminhoneiros no Maranhão que chega ao seu oitavo dia, a situação do abastecimento de alimentos na Ceasa em São Luís, tem preocupado fornecedores e consumidores. Por conta do bloqueio nas rodovias do estado, a produção legumes, frutas e verduras que chega até a capital está comprometida e o Ceasa tem apenas 20% de estoque em produtos.

De acordo com os fornecedores do Ceasa, nenhum dos 40 caminhões com alimentos que estavam previstos para chegar nesta segunda-feira (28), não conseguiu desabastecer no local. Entre os produtos aguardados estão abacate, tomate, cebola, pimentão, pepino, chuchu e batata inglesa. Os fornecedores afirmam que sem a chegada desses produtos e com o fim do estoque, já não há mais nada para oferecer aos supermercados, mercados e consumidores.

Afrota de ônibus foi reduzida em 30% na capital, de acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís (SET). Além disso, os campus de universidades no Maranhão decidiram paralisar as suas atividades por conta da falta de combustível.

Mesmo após o anúncio do presidente Michel Temer no domingo (27) de que atendeu todas as reivindicações dos caminhoneiros, a categoria segue concentrada em diversos pontos de rodovias no Maranhão.

Entre as medidas anunciadas pelo o governo está a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias, e a isenção de pegamento de pedágio para eixos suspensos de caminhões vazios.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo