24
jan
2014

Grávida tomba em confronto no Bairro de Fátima

Frederico Luiz, Direto da Aldeia Global

Roseana Osama Bin LadenPara enfrentar as cinco facções que comandam o crime organizado no Maranhão e diante da crise na administração penitenciária, ataques a ônibus, postos policiais e delegacias, a governadora Roseana Sarney concedeu uma espécie de licença para matar às suas polícias.

Como resultado dessa política de terrorismo, ontem à noite, tombou sem vida Liliane Vilas Boas, de 26 anos que estava grávida. Para a polícia, o marido da vítima integra uma facção que controla o bairro de Fátima na capital do Maranhão. A blogosfera apurou que a população local desmente que Márcio Patrão, como é conhecido, tenha alguma ligação com o Bonde dos 40 ou o Bonde dos 300, Primeiro Comando da Ilha, Primeiro Comando da Capital ou ainda Anjos da Morte.

A Polícia também tem uma licença especial para declarar qualquer morador ou moradora da periferia como autor ou autora material ou intelectual deste ou daquele crime. Basta apontar o dedo, mesmo sem prova alguma, como aconteceu no episódio de esclarecimento do assassinato da garota Ana Clara. A justiça corrigiu e soltou dois supostos envolvidos.

Na década de 1970 os esquadrões da morte dominaram a cena do País. No Maranhão não foi diferente. Em Imperatriz, a famigerada Operação Tigre matou entre tantos inocentes, os irmãos Noleto.

Embora nas redes sociais parte da sociedade simpatize com o assassinato de adolescentes e acusados de integrarem gangues ou facções, sempre questiona-se a validade deste tipo de ‘política pública’ quando inocentes, como a garota Ana Clara ou a grávida Liliane perdem a vida nos confrontos.

Enquanto isso, o estado devolveu 23 milhões para o governo federal de recursos para construção de penitenciárias. O orçamento da segurança pública foi reduzido em 2014 se comparado com 2013 conforme proposta da governadora Roseana aprovada pela maioria governista na Assembleia Legislativa.

O investimento em investigação e polícia científica também reduziu-se a pó. E quando acontece, resume-se à construção e ampliação de câmaras frigoríficas… neste caso, não para armazenar lagostas ou outros mimos palacianos.

O País tem exemplos de políticas públicas desenvolvidas para o combate à criminalidade e com resultados concretos, o Pacto pela Vída implantado em Pernambuco pelo governador Eduardo Campos diminuiu por sete anos seguidos os assassinatos em Recife. Neste caso, querer significa poder. Basta ter boa vontade.

2 Comentários

  1. blank caio disse:

    MEU AMIGO ESSA GRÁVIDA COITADA QUE VC FALA ERA UMA DAS MULHERES DESSE COITADO QUE FOI TAMBÉM ALVEJADO PELA POLÍCIA. PORQUE BANDIDO NÃO ANDA MAIS SOZINHO.ELES ANDAM COM MULHER, FILHOS, IRMÃOS,AVÓS ETC… PRA DIZER QUE NÃO SÃO BANDIDOS. A INVESTIGAÇAÕ DA POLÍCIA É CLARA. JÁ QUE ESTÃO JOGANDO FLORES NELE. PORQUE ELE PORTAVA UMA PISTOLA .40? E REAGIU A ABORDAGEM POLICIAL? E OS POLCIAIS IRIAM FICAR ESPERANDO A MORTE CHEGAR.

  2. blank caio disse:

    MEU AMIGO ESSA GRÁVIDA COITADA QUE VC FALA ERA UMA DAS MULHERES DESSE COITADO QUE FOI TAMBÉM ALVEJADO PELA POLÍCIA. PORQUE BANDIDO NÃO ANDA MAIS SOZINHO.ELES ANDAM COM MULHER, FILHOS, IRMÃOS,AVÓS ETC… PRA DIZER QUE NÃO SÃO BANDIDOS. A INVESTIGAÇAÕ DA POLÍCIA É CLARA. JÁ QUE ESTÃO JOGANDO FLORES NELE. PORQUE ELE PORTAVA UMA PISTOLA .40? E REAGIU A ABORDAGEM POLICIAL? E OS POLCIAIS IRIAM FICAR ESPERANDO A MORTE CHEGAR?

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo