17
fev
2016

Edital para urbanização da Avenida ‘inaugurada’ inacabada por Roseana

IV-Centenário-11 - Cópia

Inacabada, Avenida do IV Centenário foi “inaugurada” pela então governadora Roseana Sarney, em dezembro de 2014.

O Governo do Estado lançará edital de licitação para urbanização da Avenida Jackson Lago (anteriormente chamada de Avenida VI Centenário), para conclusão das obras do PAC Rio Anil. A margem da via receberá equipamentos sociais como praças, escola e unidades de saúde e deverá ser desocupada nos próximos dias. Os ocupantes da área onde ocorrerá a construção foram devidamente notificados e cadastrados no aluguel social.

Avenida do IV Centenário foi “inaugurada” em dezembro de 2014, pela então governadora Roseana Sarney – pouco antes de deixar o cargo, a construção notadamente inacabadas em São Luís foi entregue com problemas estruturais e estéticos.

Na pressa para concluir o empreendimento, e sair como a “mãe do menino bonito”, o governo Roseana errou o projeto original e simplesmente não construiu uma alça de acesso ao bairro Cohafuma. A sinalização irregular, o asfalto de péssima qualidade e as irregularidades no terreno deixam claro que a obra é mal feita. Além disso, boa parte do acabamento sequer foi iniciado.

Mudanças – Agora no governo Flávio Dino, o projeto de urbanização da área foi elaborado pela Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) e contempla equipamentos comunitários e obras de recuperação ambiental. O projeto prevê a construção de uma Unidade de Segurança Cidadã (USC); uma Escola de Ensino Fundamental com 12 salas; uma Unidade Básica de Saúde; além de praças.

IV-Centenário-11

Inacabada, Avenida do IV Centenário foi “inaugurada” pela então governadora Roseana Sarney, em dezembro de 2014.

Para que as obras sejam realizadas é preciso que as 651 casas construídas irregularmente no local (sendo a maioria palafitas) sejam desocupadas. O trabalho de identificação das famílias que estão irregularmente na área foi iniciado ainda em 2015 pela Secid, para que a obra de urbanização da Avenida Jackson Lago pudesse ser realizada. A notificação para desocupar o local foi realizada em 3 de fevereiro pela Blitz Urbana, órgão municipal.

Segundo a secretária de Cidades, Flávia Alexandrina, a partir de levantamento realizado pela Secid foi verificado que das 651 famílias notificadas a desocuparem a área, 615 já recebiam aluguel social e as 36 restantes estão resolvendo documentação para que sejam inseridos no programa e assim possam deixar as ocupações.

“Desde 2015, quando assumimos, estivemos na área do PAC Rio Anil para caracterizar a demanda social. Identificamos que grande parte das palafitas havia sido desocupada na gestão anterior, mas não foram derrubadas e foram reocupadas. Com esse trabalho, também identificamos que 50% a 60% daquelas pessoas já recebiam aluguel social há vários anos e mesmo assim estavam nas palafitas”, destacou a secretária Flávia Alexandrina.

Flávia Alexandrina destacou que as obras só poderão ocorrer com a retirada das famílias que deverão fazer o uso correto do aluguel social, utilizando o benefício para os custos com moradia. Ela reiterou que todos os que ainda não estão não recebem o aluguel social serão inseridos no programa. “É preciso desocupar essa área para que possamos lançar o edital de licitação para urbanização da área ainda na próxima semana”, afirmou.

A secretária também lembrou que é preciso executar o termo de compromisso do PAC, assinado desde dezembro de 2007 com o Governo Federal, e que sem a urbanização do local, está incompleto.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade