13
fev
2016

Furto de R$ 150 mil na loja Marisa do Rio Anil foi ‘mal entendido’, diz supervisor de vendas

IMG-20160213-WA0004-horz...

Supervisor diz que continua trabalhando na loja Marisa e que foto na delegacia foi tirada em momento de distração.

Circulam nas redes sociais imagens do jovem morador do município de Raposa, Edcarlos Melo Freitas, supervisor da Loja Marisa, do Shopping Rio Anil, em São Luís, preso por suposto furto no estabelecimento que trabalha.

Segundo as informações preliminares disseminadas na internet, Edcarlos sozinho furtou a quantia aproximada de R$ 150 mil da Loja e foi preso, conduzido até a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).

O suposto acusado, procurou o blog para fazer os devidos esclarecimentos, e segundo ele, restabelecer a verdade dos fatos. Edcarlos contou que na quinta-feira(11) no final do expediente, no momento da contagem de numerário foi percebido a falta de valores aproximado em R$ 149 mil.

De imediato um auditor da loja, identificado como Ribeiro, foi chamado para seguir o procedimento padrão quando incorre algo dessa natureza. Houve uma reunião entre os setores da Loja e uma procura pelo dinheiro, até então sumido.

Horas depois, a quantia foi encontrada numa sala restrita do estabelecimento, contudo, não foi identificado o autor da tentativa de furto. E o procedimento adotado pela gerência da loja, então, foi levar o caso para registrar na Delegacia afim de que as investigações sejam aprofundadas no objetivo de chegar ao autor da tentativa de roubo.

IMG-20160213-WA0004-horz

Edcarlos Freitas ajudou encontrar o dinheiro e agora está sendo acusado pela opinião publica de ladrão, por decorrência de uma foto na delegacia que vazou na internet.

Na delegacia, para onde o dinheiro e os funcionários da Marisa foram levados à prestarem depoimentos, foi tirada uma foto (sem a devida autorização) do supervisor Edcarlo Freitas, como se ele tivesse sido o autor da tentativa de furto.

“Sobre o que aconteceu, foi equívoco, estou bem, nesse momento tranquilo aqui em minha casa. Meu trabalho continua normalmente na Marisa. As informações que estão sendo proliferadas em grupos de redes sociais não procedem. A verdade é que ajudei a encontrar o dinheiro que estava faltando no caixa e, consequentemente, tive que prestar depoimento à polícia porque sou da empresa”, esclarece Edcarlos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade