20
jan
2021

Fufuca tem obrigação de demitir Dilton Carvalho, apontado como operador financeiro do Consórcio da Estrada de Ferro

Fufuca tem obrigação de demitir Dilton Carvalho, apontado como operador financeiro do Consórcio da Estrada de Ferro

O homem de camisa listrada acima ladeado do prefeito Fufuca, de Alto Alegre do Pindaré – é Dilton Carvalho Ribeiro, diretor-geral do CIM (Consórcio Intermunicipal Multimodal), órgão que até 2017 se chamava COMEFC (Consorcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão).

Dilton foi por anos o braço direito e esquerdo de Karla Batista Cabral – prefeita de Vila Nova dos Martírios, que presidiu o Consórcio até dezembro do ano passado.

Contra Karla e Dilton existem denúncias gravíssimas de desvio de R$ 22 milhões em recursos públicos destinados ao Consórcio da Estrada de Ferro Carajás por meio de licitações fraudulentas.

O esquema foi destaque no programa Repórter Record Investigação, na temporada Dossiê Carajás: Corrupção e Descaso, exibido na semana passada pela TV Record.

De acordo com a reportagem, Dilton Carvalho era o operador de todos os contratos no Consórcio, era ele quem decidia tudo no órgão e fazia as tratativas com fornecedores e com os prefeitos associados.

Porém, para se defender da acusação após a reportagem da TV Record, o diretor-geral do Consórcio publicou uma nota em blogs da capital na qual alega que deixou de ser o ordenador de despesa da entidade desde janeiro de 2019.

Entretanto, o ofício apresentado para se defender, foi protocolado no Tribunal de Contas do Estado apenas em junho de 2020, ou seja, um ano e meio após alegar que deixou de ser o ordenador de despesa é que Dilton Carvalho informou ao TCE-MA. Estranho, não?!

Obviamente, que o simples ofício de data retroativa não tira em nada as digitais de Dilton nos contratos apontados como fraudulentos durante a gestão da sua ‘ex-chefa’, Karla Batista.

– Fufuca deverá demiti-lo 

Para o biênio 2021/2023, foi eleito na manhã desta terça-feira (20) o novo comandante do CIM (Consórcio Intermunicipal Multimodal), trata-se de Francisco Dantas Ribeiro Filho, o Fufuca (PP).

Nada menos que 17 dos 26 municípios filiados elegeram por meio de aclamação o prefeito do município de Alto Alegre do Pindaré.

Portanto, caberá a Fufuca a missão de expurgar Dilton Carvalho do Consórcio! E se não o fizer será conivente com o modus operandi que prevaleceu na gestão da sua antecessora, e, por tabela, arrolado nas mesmas acusações que pesam contra o diretor-geral do órgão

– Ex-presidentes do Consórcio 

Antes de Fufuca, o Consorcio da Estrada de Ferro Carajás já teve outros três presidentes: Cristina Damião, prefeita de Bom Jesus das Selvas (2013 a 2015).

João de Fatima Pereira, prefeito de Monção (2015 a 2017), mas que teve o mandato interrompido por uma armação na qual a vice-presidente assumiu, no caso, Karla Batista, prefeita de Vila Nova dos Martírios.

E depois, a mesma Karla se reelegeu presidente para um novo mandato (2017-2019). Ainda teve o tempo de prorrogá-lo até dezembro de 2020.

Digitais de Dilton estão nos contratos do Consórcio...

Digitais de Dilton estão nos contratos do Consórcio…


LEIA TAMBÉM:

– Conheça mais sobre o Consórcio da Estrada de Ferro Carajás que se chamava COMEFC e agora é o CIM

– Repórter Record denuncia esquema fraudulento de R$ 22 milhões envolvendo prefeita e Consórcio da Estrada de Ferro

1 Comentário

  1. blank RIBAMAR SOUZA disse:

    os dois tem que ser demitidos

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo