17
set
2014

Foi o pedido de Gastão que tornou Monteiro ficha suja

20140915_185123O deputado federal Gastão Vieira (PMDB) foi o responsável pelo pedido de investigação que tornou o petista Raimundo Monteiro inelegível, devido à sua condenação no Tribunal de Conta da União (TCU).

Monteiro era o primeiro suplente de Gastão Vieira na chapa de senador do grupo Sarney até a semana passada, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu o registro de sua candidatura, baseado na Lei da Ficha Limpa. Com a decisão, ele foi substituído pelo companheiro Zé Antonio Heluy, o “Zé Mamãe”.

No ano de 2006, por indicação de Gastão, foram auditados vários convênios do Incra com o MST, a Fetaema, a Sociedade de Direitos Humanos, o Centro de Cultura do Trabalhador Rural e a Fundação Sousândrade, e constatadas diversas anormalidades.  Na época, a superintendência do órgão no Maranhão era comandada pelo atual presidente estadual do PT.

Segundo o relatório parcial encaminhado pelos técnicos da corte de contas à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara Federal, foi detectada uma série de irregularidades que acabaram levando à desaprovação das contas de Monteiro.

Diante do resultado da investigação, Raimundo Monteiro foi afastado da superintendência do Incra, além de ser o principal alvo de uma operação da Polícia Federal, apontado como o líder da quadrilha envolvida no desvio de R$ 5 milhões em recursos públicos destinados à construção de casas em assentamentos agrários.(Marrapá)

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade