04
maio
2019

Flávio Dino desmente fake news sobre suposto “aumento salarial de presos”

Dino condenou esse tipo de ataque e assegurou que “enquanto for governador Pedrinhas não voltará ao passado”.

Neste sábado (4), em entrevista exclusiva para o programa Resenha, da TV Difusora, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), derrubou notícia falsa que circulou ontem sobre suposto “aumento salarial para presos” no estado.

A fake news foi criada a partir de uma imagem de 2016, em que detentos aparecem segurando o Cartão Reintegração e Cidadania. O cartão foi a medida encontrada pelo governo maranhense para pagar os detentos que trabalham dentro do presídio, e evitar que circule dinheiro nas cadeias.

“Infelizmente a Internet é uma invenção que tem coisas positivas e tem pessoas que usam para o mal, para o crime. Isso nunca existiu”, lamentou Dino.

Pela lei, todo preso que trabalha recebe três quartos do salário mínimo. A lei determina que, do total dos rendimentos, 60% vão para os familiares (por meio do cartão); 25% vão para uma conta judicial para que o preso resgate ao final da pena; e 15% retornem ao Estado. Só com o serviço dos presos na produção de blocos de cimento para pavimentar ruas, por exemplo, o governo chega a economiza mais de R$ 1 milhão por ano.

Dino acredita que há interesse político por trás da notícia falsa. Ele condenou esse tipo de ataque e assegurou que “enquanto for governador Pedrinhas não voltará ao passado”. Em 2014 a penitenciária ganhou o noticiário internacional pelas cenas de barbárie medieval, que incluiu a decapitação de vários detentos.

“Essa extrema direita que está aí me critica por cumprir a lei de execuções penais. O preso tem direito a 2/3 do valor do salário mínimo e esse dinheiro é repassado para as famílias. Naquela foto, os presos estão recebendo dinheiro pelo trabalho na produção de blocos de cimento. O evento era alusivo ao fato das penitenciárias terem saído do cenário onde se cortavam cabeças. É isso que eles querem? Antes do nosso governo tinha toque de recolher. Era esse o clima no Maranhão. Enquanto eu for governador, Pedrinhas não voltará ao passado”, assegurou.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo