27
mar
2015

Flávio Dino anuncia retomada do Projeto Salangô em São Mateus

O Governador destacou a persistência do prefeito Miltinho que desde o inicio da gestão trabalha no propósito de garantir a revitalização deste importante projeto, abandonado a duas décadas.

20150326_094743

Prefeito Miltinho com o Governador Flávio Dino e demais autoridades

O Projeto de Irrigação Salangô, será reativado no Estado por determinação do Governador Flávio Dino. O anuncio foi feito durante cerimônia de entrega de 20 patrulhas mecanizadas à municípios maranhenses, na manhã de ontem quinta-feira (26) no Palácio Henrique de La Roque, em São Luis.

O Governador ressaltou a importância econômica e social que representa o Salangô para o Maranhão e garantiu que o projeto será retomado pelo Governo Estado.

“Quero garantir ao amigo e prefeito Miltinho de São Mateus e ao povo do Maranhão que iremos retomar o Projeto Salangô com recursos do Estado, fato que contribuirá com o melhoramento de nossos indicadores, e a partir de São Mateus o exemplo ao Brasil com o aumento da produção em perímetro irrigado, tornando nosso Estado produtor e exportador de grãos, como o arroz, que produzido em São Mateus poderá ser exportado e vendido para Cuba por exemplo, país que hoje compra arroz do Rio Grande do Sul”, destacou Flávio Dino.

O projeto de irrigação Salangô

Abandonado a 20 anos, Salango será retomado pelo Governo do Estado

Localizado em São Mateus do Maranhão, o Projeto Salangô foi iniciado em 1993, no primeiro mandato de Roseana Sarney, com um volume significativo de recursos da União e contrapartida do governo do Estado, com o objetivo de produzir arroz irrigado, frutas e hortaliças.

Tem uma área total de 3.200 hectares, com 2.443 hectares beneficiados e considerados aptos para a ocupação econômica. O empreendimento foi concebido para operar com vários sistemas de irrigação, divido em setores, e beneficiar cerca de 400 famílias de agricultores familiares distribuídas em várias associações.

blank

O Salangô ainda no início de sua construção, foi tomado pela corrupção e desvios de recursos.

Planejado para ser o maior projeto de irrigação do Estado do Maranhão, o Salangô ainda no início de sua construção, foi tomado pela corrupção e desvios de recursos. Dados colhidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério Público e pela Corregedoria Geral do Estado mostram que o rombo chegou à estrondosa quantia de quase 70 milhões de reais, valor liberado para o projeto.

1 Comentário

  1. blank MATEUS C MAGALHAES disse:

    Este ano o município bate seu próprio recorde em produção de arroz sequeiro, com 6.000 hectares plantados e uma média de 3,5 toneladas por hectare . Só na área do Salangô são mais de 2.000 hectares plantados.
    Com a revitalização do projeto e o investimento do governo do Estado e governo federal através da Codevasf o projeto poderá, enfim, funcionar na sua totalidade, produzindo mais de 7 toneladas por hectare irrigado.
    O Município se prepara para receber o governador Flávio Dino, que brevemente irá olhar de perto a potencialidade do projeto Salangô e as viabilidade para fazer de São Mateus um dos maiores produtores de arroz do norte/nordeste.
    Parabéns, prefeito Miltinho Aragão.
    Valeu a pena insistir.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo