19
mar
2016

Filiação de Wellington do Curso no PP de Waldir Maranhão é suicídio político

image-13-e1458344473229

Wellington pediu desfiliação do PPS, mas nega filiação no PP, de Waldir Maranhão.

Um dos parlamentares que mais se destacou no ano primeiro da atual legislatura na Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (sem partido) pode cometer um verdadeiro suicídio político nas próximas semanas: Basta assinar a ficha do Partido Progressista (PP)!

O deputado comunicou oficialmente, na tarde de sexta feira (18), à Executiva Estadual do Partido Popular Socialista (PPS) e ao desembargador presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), sua desfiliação oficial do partido no qual foi eleito em 2014, o PPS.

Caso confirme os burburinhos da sua filiação no PP, visando ser candidato a prefeito em São Luís, Wellington do Curso cairá no mesmo erro que a vereadora Rose Sales (LEMBRE) e o delegado da polícia Civil em Imperatriz, Assis Ramos (LEMBRE).

Waldir Maranhão

Quem conhece verdadeiramente o deputado federal Waldir Maranhão Cardoso, presidente estadual do Partido Progressista(PP) e atual 1º vice-presidente da Câmara Federal, sabe que uma afirmação sua no café não é sustentada até o almoço.

Sem palavra, o político herdou o apelido de “Waldir Enganação”, por conta das trapaças políticas protagonizadas em diversos municípios maranhenses, principalmente, quando o assunto é usar a legenda partidária em seu favor. A tática é sempre a mesma: Entrega a sigla para determinado candidato, garantindo “mundos e fundos”, daí a legenda é naturalmente valorizada, e depois, negocia da forma conveniente, e desfruta do dividendo. Simples assim!

Operação Lava Jato

Não atoa, Waldir é um dos investigados no Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento no desvio de verbas da Petrobras, no rol de investigação da Operação Lava Jato. Waldir pertence ao Partido Progressista (PP), que reúne o maior número de políticos citados na Operação Lava Jato.  Do PP, há 18 deputados federais e três senadores.

Ele foi citado pelo doleiro Alberto Yousseff no processo de delação premiada, como um dos beneficiados pelo esquema de desvio de recursos públicos da estatal. Por esse motivo teve o seu nome incluído na lista encaminhada pelo procurador-­geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo a revista Veja do mês de agosto de 2015 (página 51,) Waldir está no olho do furacão, suspeito de envolvimento no escândalo que dilapidou o patrimônio do povo brasileiro na PETROBRAS. O parlamentar é acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Abre o olho Wellington do Curso

Portanto, amigo é aquele que avisa antes. O deputado Wellington que conseguiu garantir respaldo no seu mandato atuando em defesa do povo maranhense, não pode cair no conto do vigário.

LEIA TAMBÉM:

– Waldir Maranhão, sem palavra…

– Waldir é acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha

– Delegado Assis Ramos é outro pré-candidato enganado por Waldir Maranhão

– Piniqueiro de Waldir Maranhão responde ao blog…

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade