21
nov

Fernando Furtado apronta mais uma, desta vez, em Turilândia…

Fernando agindo como ‘coronel’ em Turilândia…

O ex-suplente de deputado estadual, Fernando Furtado, que chegou assumir o cargo por alguns meses e na eleição de 2018 acabou amargando a rejeição popular, aprontou mais uma…

Desta como Secretário Geral da Federação dos Sindicatos dos Pescadores do Maranhão (FESPEMA), o ex-parlamentar coordenou a intervenção no processo eleitoral para a escolha dos novos dirigentes do SINPTUR (Sindicato dos Pescadores do Município de Turilândia).

A comissão eleitoral, responsável pela realização de todo o processo de eleição dos novos gestores do SINPTUR, foi escolhida em votação aberta em assembleia geral comandada pelo próprio Fernando Furtado. Segundo o calendário estabelecido pela comissão eleitoral o dia 18 último seria a data final para a divulgação do deferimento das chapas apresentadas. A eleição ocorreria no dia 24 de novembro.

Para surpresa de todos, no dia 18, por volta das 15 horas, duas senhoras se apresentaram perante a comissão eleitoral como representantes da FESPEMA, não apresentando qualquer documento que provasse isso, e ali exigiram a entrega das cópias de todos os documentos das duas chapas que pediram registro. Afirmaram ainda que a FESPEMA havia editado uma resolução, datada de 15 de novembro, portanto três dias antes, decretando a intervenção na comissão eleitoral, com a imediata destituição dos membros e a retirada de todos os poderes para conduzirem o processo eleitoral no SINPTUR.

A Polícia Militar foi acionada para impedir que as duas supostas interventoras saíssem de Turilândia levando consigo os documentos dos registros das duas chapas. Foram conduzidas à Delegacia de Polícia Civil da vizinha Santa Helena para que fossem identificadas. Ambas foram liberadas sem apresentarem qualquer prova de que representavam a FESPEMA.

Fernando Furtado então constituiu advogado para ambas e por contato telefônico com a autoridade policial afirmou que as duas senhoras de fato pertenceriam à FESPEMA e que a comissão eleitoral estava destituída por ter havido supostas denúncias de fraudes no processo de registro das candidaturas. Nem um documento foi apresentado que provasse essa denúncia.

Então, Fernando Furtado, que apoia incondicionalmente o atual presidente do SINPTUR, Geraldo Sergio Lima Reis, que pretende concorrer pela quarta vez consecutiva, quando o Estatuto do Sindicato de Turilândia permite apenas uma reeleição, encerrou o processo eleitoral em pleno andamento, mandou avisar que a intervenção por enquanto é só na comissão eleitoral, deixando os pescadores de Turilândia literalmente a ver navios.

É preciso lembrar que Fernando Furtado é investigado criminalmente pela Polícia Federal por comandar fraude previdência na concessão do seguro defeso na cidade de Viana, conforme divulgado amplamente na imprensa maranhense (REVEJA AQUI) e é figura conhecida no meio sindical da pesca por promover intervenções nos sindicatos e usar toda a estrutura em proveito da sua atividade política partidária.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894
Celular: (98) 98160-1081

RÁDIO TIMBIRA

https://www.ma.gov.br/wp-content/uploads/2018/07/Timbira-Banner-player-2018.gif?w=700

Publicidade