24
set
2019

Eudes Sampaio barra ‘Caravana Roots Reggae’ apoiada por Jota Pinto, em Ribamar

Evento foi arbitrariamente barrada por prefeito de Ribamar; Show de artistas locais celebraria aniversário da cidade.

Show de artistas locais celebraria aniversário da cidade…

Marcada para ocorrer na tarde desta terça-feira, 24, em comemoração ao aniversário de 67 anos de São José de Ribamar, a Caravana Roots Reggae, realizada pelo Grupo GDAM e apoiada pelo pré-candidato à prefeitura local, Jota Pinto (Patriotas), foi impedida de ser realizada por uma decisão arbitrária e descabida do prefeito Eudes Sampaio (PTB).

Com uma programação feita por DJ’s, bandas e grupos locais, a Caravana Roots Reggae foi pensada como uma manifestação cultural de valorização do artista da terra, o que parece ter incomodado a atual gestão municipal, que, por sua vez, não se acanha em gastar grandes somas de dinheiro público na promoção de shows de artistas de fora.

A ação de impedimento do evento contou com o uso, desnecessário e incompatível com o momento de celebração, de forças policiais na Orla Marítima, onde estava acontecendo a concentração às 16h.

Uma guarnição composta pela Polícia e Guarda Municipal interditou a Orla Marítima e o Bar do Sérgio, local de concentração da Caravana e ponto de encontro tradicional do Reggae ribamarense. Também foram recolhida as caixas de som que seriam usadas no evento.

“Fizemos uma programação especialmente pensada na comunidade, com artistas locais, valorizando a arte e cultura ribamarense. É inaceitável o que ocorreu, o prefeito Eudes Sampaio mandar a polícia impedir as pessoas de comemorar a própria festa. É um ataque à alegria do povo de Ribamar. É uma pequeneza lamentável”, desabafou Jota Pinto.

As mais de seis décadas de emancipação política de São José de Ribamar seriam comemorados com as apresentações das bandas Filhos de Jah, Tadeu de Obatala, Levi James, Jamilson Jackson; dos grupos GDAM e Saint Louis; e dos DJ’s Jorge Black, Denilson Jamaica, Equipe Mega Zion, Equipe Reggae Night, DJ Carlos Mafra e Biné (Start Discos).

O músico Tadeu de Obatala classificou a situação como “frustrante” e sinalizo semelhanças entre a interdição desta tarde e a época de marginalização do Reggae com as revistas constantes da polícia nos clubes.

“Em 25 anos de carreira é a primeira vez que sou barrado de realizar um show. Olha, no começo do Reggae muitas vezes a polícia entrava nos clubes para revistar. Mas ao trazermos uma festa para a cidade, é o que a gente chama ‘a Babilônia continua em chamas’, isso é coisa da ‘Babilônia’, tentar barrar esse som. A gente ia começar essa caravana hoje e eu fiz inclusive uma música para a cidade: ‘São José, cidade balneária. São José, minha paixão”, ressaltou Obatala

Os shows seguiram a comemoração iniciada pela pela manhã, no Residencial Turiúba, onde foram oferecidas ações em Saúde, Beleza, Educação, Cidadania e Esporte e Lazer. A Caravana Roots Reggae é uma realização do grupo GDAM, com apoio do pré-candidato Jota Pinto, Dr. Nadson, Marina, Wanderson, Jailson, Marcello Diaz e da Aliança Ribamarense.

1 Comentário

  1. Flavio disse:

    Prefeito atrapalhando quem faz alguma coisa pela cidade….

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Cancelar Resposta

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade