30
ago
2019

Em menos de 24h, Saúde de Raposa é alvo de duas mentiras

secretária municipal de Saúde de Raposa, Tatiana Lisboa Santana,

Secretária municipal de Saúde de Raposa, Tatiana Lisboa Santana, desmentiu falsas notícias.

De ontem, quinta-feira (29) para esta sexta-feira (30), a gestão da prefeita do município de Raposa Talita Laci (PCdoB) foi vítima de duas mentiras gritantes direcionadas para a área da Saúde.

Primeiro, boatos proveniente das redes sociais caluniaram a prefeitura de cometer irregularidades na alimentação do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do Sistema de Informações de Nascidos Vivos (SINASC) e do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), e por consequência perder recursos. Notícia falsa!

O recurso de aproximadamente R$ 4 mil reais relativo ao caso que tentam passar como irregularidade cometido pela gestão, é na verdade, resultante do fato de que muitos moradores de Raposa realizam o registro de seus familiares falecidos em outras cidades da Região Metropolitana, sobretudo, nos cartórios e unidades de Saúde de São Luís.

Apenas isso! Ou seja, da parte da secretaria municipal de Saúde não houve irregularidade, tampouco dano ao erário público como vem sendo alardeado. Inclusive, a alimentação com os nomes e informações das pessoas falecidas em Raposa já foi regularizada e a alimentação do Sistema é automática no mês seguinte.

– Médico

Outro caso no qual foi alvo a Saúde raposense diz respeito ao médico Roberto Oliveira Rodrigues. O profissional concursado no município faz parte de um dos muitos casos a serem apreciados pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA).

A Corte de Contas prorrogou até o dia 15 de novembro deste ano para os gestores maranhenses informarem o TCE acerca das providências tomadas para corrigir as ilegalidades por acúmulo indevido de cargos no âmbito da administração pública.

Mesmo aguardando o prazo estabelecido pelo TCE-MA, neste caso específico de Raposa, o Dr. Roberto não integra mais a folha de pagamento da prefeitura e soma mais de 20 faltas como médico do Município. Então, ao contrário do que vem sendo noticiado, o médico não está recebendo salário.

Após alcançar 30 faltas na função pública, será iniciado um Processo Administrativo no âmbito da secretaria municipal de Administração por abandono de cargo o que certamente resultará da demissão do profissional.

A secretária municipal de Saúde, Tatiana Lisboa Santana, pede que não sejam compartilhadas informações desencontradas ou notícias falsas e qualquer dúvida a respeito de assuntos da área os interessados busquem contato com os órgãos responsáveis da prefeitura.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo