17
jun
2016

Em áudios reveladores, vereador Carioca diz que família Sarney influenciou decisão no TSE

carioca-1

Áudios do novato vereador colocam decisão do TSE sob suspeita de influência política.

Pelo menos sete áudios reveladores circulam com muita intensidade nas redes sociais desde a semana passada. Neles, o recém empossado vereador  Paulo Roberto Pinto Lima, o Carioca (PHS), desdenha da vitória que obteve no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no inicio do mês de maio, sobre o vereador Beto Castro (Pros) que teve o mandato cassado por decisão da maior Corte eleitoral do País.

Além dos zombamentos e deboche contra Justiça Eleitoral, Carioca faz revelações gravíssimas. Segundo o parlamentar, ele tem o poder de ‘cassar’ qualquer liminar na justiça. Também chega a menosprezar seu adversário ao admitir que fará Beto gastar todo o seu dinheiro na justiça.

Parecendo delirar, Carioca ainda afirma que vai ‘comer o fígado’ de Castro, e chega ao cúmulo de atacar até a família de seu adversário, quando jura perseguir a esposa de Beto [Raquel].

O novato vereador ainda deixa claro que vai começar a perseguir Beto Castro para ele respeitar a família Sarney. Os áudios a seguir foram transcritos na íntegra da fala do vereador, e portanto, contém palavras de baixo calão e termos ponográficos:

– ÁUDIO 01

“Fazer o levantamento, fazer o levantamento, eu vou começar te perseguir pra tu respeitar a família Sarney caralho, agora tu pegou em fio pelado, tu vai ver”

– ÁUDIO 02 –

“É isso aí que eu vou caçar de novo a candidatura da tua mulher, tu não é candidato, tu tá pode, tu tá pode, tu tá lascado Beto, eu vou comer teu fígado agora, e ainda vou lá pra cima da eleição com Marlon, te aguarda”

– ÁUDIO 03-

“Teu chefe era empregado do meu, teu chefe aí…” [fazendo referência ao seu chefe, empresário Fernando Sarney, dono do Sistema Mirante de Comunicações].

– ÁUDIO 04 –

“Comigo tu só gasta, eu não vou te mentir, tu só gasta pega só porrada seca, te cassei três veze, e agora foi definitivo disse, pus uns besta ali: ‘larga de ser besta Beto tem cu ele o patrão dele tem cu pá mudar decisão de TSE rapá, tudo quanto é coisa vocês acreditam’, porra de muda caralho nenhum rapá, muda nós vamu para cima e toma, agora tem que preocurar é respeitar” (sic), (sic), (sic) …

– ÁUDIO 05 –

“Mostra essa liminar aí pá mim cassar ela, mostra apresenta ela amanhã pra gente cassar, mostra aí, tu não tem liminar mentiroso”

– ÁUDIO 06 –

“Fazer é tu te alisar doido nesse processo, fazer é tu te alisar, ficar só o tamboril, liso, nego comendo teu ouvido todinho, tua cabeça…”

– ÁUDIO 07 –

“Vou fazer é tu gastar doido, vou fazer é tu gastar tendendo ser mala, tu teu patrão, tudo gastar…”


INFLUÊNCIA DA FAMÍLIA SARNEY NA JUSTIÇA 

Lava-Jato

10999749_421434211369467_7953071952946297573_n

Carioca sempre próximos de Sarney, Lobão e Roseana…

A atuação da família Sarney junto a justiça é conhecida, áudios das conversas de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, em poder da Procuradoria Geral da República, divulgados pelo jornal Folha de São Paulo, dia 26 de março, deixam claro o poder do ex-presidente José Sarney (PMDB) sobre a justiça Brasileira. O início da conversa com Machado, revela que Sarney utiliza sua influência no Judiciário para proteger seus aliados e obstruir as investigações da Lava-Jato.

Fernando Sarney

Em 2011, por exemplo, ele conseguiu fazer o Superior Tribunal de Justiça anular as provas da Operação Facktor – inicialmente batizada de Boi Barrica – contra o seu filho Fernando Sarney, acusado pela Polícia Federal de crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. Tudo em uma única sessão, que aprovou o relatório do ministro Sebastião Reis Júnior, elaborado em apenas seis dias.

Cassação de Jackson Lago

Dois anos antes, em 2009, esse mesmo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o vereador Carioca diz seguir vontades da família Sarney, decidiu cassar os diplomas do governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT) e de seu vice, Luiz Carlos Porto, eleitos em 2006. Em seus lugares assumiu a filha de Sarney, Roseana e o vice João Alberto, hoje senador. Um golpe jamais esquecido pelos maranhenses, que segundo os pedetistas foi fruto da influência do clã maranhense sobre a Justiça Eleitoral.

LEIA TAMBÉM:

– “Morro pela família Sarney”, diz Carioca após assumir cadeira na Câmara de São Luís

2 Comentários

  1. juana disse:

    Carioca… ” chora nao bb, chora nao “…. se esse cara ainda voltar a ser vereador… nao sabe nem falar e muitos compartilham com essa opiniao, nao pode representa ninguem, esse vocabulario que ele usa ja diz muito dele. Espero em Deus que o vereador Beto consiga alcança todos os objetivos!!!

  2. júnior disse:

    Pelas palavras ditas nos áudios dá para se perceber que é mais um boçal na politica maranhense.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade