16
nov
2017

Documento da PF descarta participação do secretário Carlos Lula na “Operação Pegadores”

É incansável a tentativa do grupo Murad em capturar o atual secretário da pasta da saúde, Carlos Lula. A mais nova investida usa a mal elaborada resposta da superintendente da Polícia Federal para acusar Carlos Lula de omissão no esquema que desviou mais de R$ 18 milhões de verbas federais, até setembro de 2015, destinada a saúde do Maranhão.

Contudo, o texto da justiça apresenta outra informação. O desvio do recurso acaba justamente quando Carlos Lula assume a função de subsecretário da pasta. Leia o texto:

Além disso, vale lembrar que ninguém pode ser acusado de omissão antes mesmo de entrar no quadro de servidores da Secretaria. Outro trecho da decisão judicial ressalta que Carlos Lula questionou o procedimento. Acompanhe abaixo:

Talvez, o pecado do secretário tenha sido por falta de onisciência e onipresença para conter o desvio antes mesmo de saber da existência do mesmo. Pelo menos onipotente ele é, tem mais resistência que os Murad poderiam supor. Agora é esperar para ver a próxima isca para capturar esse siri cascudo.

3 Comentários

  1. VascoV disse:

    Rapaz isso nao acabou em setembro. Acabou sabe que dia e mes.16/11/2017. Quando a PF desencadeou a operação. Sabe pq? Aqui na Minha cidade ate hoje existe varias pessoas que nao trabalham e recebem salários pela saúde
    E é valor alto. E nao é so aqui nao. É em todo Maranhão.

  2. Nando disse:

    Para vc ficar mais calmo, vamos tomar um sorvete e analisar como uma sorveteria pode ajudar, a secretaria de Saúde, a melhorar o atendimento ao público.

  3. Marcinho disse:

    Se gritar pega ladrão… Não fica um…

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

CONTAGEM REGRESSIVA

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894