05
set
2017

Dinheiro encontrado no apartamento de amigo dos Sarney’s já chega a R$ 23 milhões

Batizada de Tesouro Perdido, a operação desta terça-feira é uma continuação da Operação Cui Bono, que havia resultado na prisão de Geddel Vieira em julho. 

A Polícia Federal ainda não terminou de contar as milhares de notas de reais encontradas em apartamento onde o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) armazenaria recursos ilícitos, em Salvador, na Bahia.

No final da tarde desta terça-feira(05), a PF divulgou que o montante contabilizado já chega a 22,5 milhões de reais. O dinheiro foi encontrado durante uma operação deflagrada nesta manhã que apreendeu milhares de reais em espécie.

As imagens divulgadas pela assessoria da PF são impressionantes: foram recolhidas ao menos nove malas e sete caixas de papelão lotadas de notas de 100 e 50 reais. A montanha de dinheiro encheu ao menos dois porta-malas de camionetes usadas no cumprimento do mandado judicial.

Geddel foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013. No governo Temer, ele foi ministro da Secretaria de Governo. Amigo muito próximo da ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, do atual Ministro do Meio Ambiente Sarney Filho e do ex-senador José Sarney. Geddel é um dos caciques do PMDB nacional, acostumado a participar de encontros do partido na casa de Sarney, em Brasília.

Dinheiro foi encontrado em apartamento em Salvador (Foto: Polícia Federal)

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo