03
maio
2014

Diálogos em Turiaçu e Centro Novo discute incentivo à produção local e infraestrutura

Turiaçu 2Os produtores de abacaxi de Turiaçu chamaram a atenção para a falta de estradas durante o Diálogos pelo Maranhão, realizado ontem sexta -feria (2). Por conta dos problemas com transporte, chega-se a perder até 30% da produção anual. Outro problema discutido foi a falta de água na região. Sobre as demandas, o coordenador do movimento, Flávio Dino (PCdoB) destacou já integrar seu Plano de Governo a meta de zerar o déficit de abastecimento de água no Maranhão e o incentivo produção agrícola.

Na primeira cidade visitada do oeste maranhense, a população turiense listou 13 demandas principais. Entre as prioridades estão a reforma de escola, estradas, colocar em funcionamento o hospital da cidade, reativação da escola agrícola, incentivo à produção no campo e à pesca, apoio para instalação de instituições financeiras na cidade, valorização de áreas quilombolas, entre outras.

“As dificuldades mostram o motivo de estarmos aqui. O município sofre com a falta de água, com a falta de energia, a estrada foi feita nogoverno Jackson Lago, a produção existe, mas não tem apoio necessário. Essa situação mostra que é hora de olhar para a realidade do Maranhão e compreender que não dá mais para aceitar as desigualdades sociais derivam de um modelo político errado”, disse Flávio Dino.

O pré-candidato a senador pela oposição, Roberto Rocha (PSB) destacou que o grupo que comanda o estado há cinco décadas já teve oportunidade para dar dignidade às pessoas. “A ausência de governo no Maranhão impede o crescimento da produção de abacaxi na região”, refletiu.

CENTRO NOVO

TuriaçuEx-prefeito de Centro Novo, Antonio Satiro, destacou que o município é o segundo do Maranhão em área territorial. “Estamos desamparados pelopoder público. Precisamos de ações para desenvolver o município”, pediu. Liderança da região, Levi Pontes destacou que a oposição tem mostrado uma forma diferente de fazer política: ouvindo as reivindicações da população para construir um verdadeiro diagnóstico do Maranhão. “Precisamos de um governo que queira ajudar o município nas áreas de infraestrutura, emprego, saúde e educação. É um grande diferencial ouvir a necessidade do município para traçar as diretrizes corretas do Plano de Governo”, elogiou.

Comprovando a necessidade de ações que gerem emprego e renda, Maria Luzinete, de 55 anos, contou que nenhum dos filhos reside atualmente em Centro Novo. Eles deixaram o município em busca de oportunidade. “Estamos sem ambulância, estrada cheia de buraco, quando precisamos de atendimento de saúde vamos para Godofredo, meus filhos foram embora por falta de emprego”, contou.

O Diálogos pelo Maranhão foi acompanhado pelos deputados estaduais Marcelo Tavares (PSB), Othelino Neto e Raimundo Cutrim, ambos doPCdoB, Eliziane Gama (PPS), os federais Waldir Maranhão (PP), Simplício Araújo (PPS), Domingos Dutra (SDD), representantes de partidos, movimento social e sindical, lideranças religiosas, prefeitos e vice-prefeitos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo