05
dez
2016

Desembargador não “deu” para Baldoino…

Na condição de plantonista do Tribunal de Justiça do Maranhão, Guerreiro Júnior tomou decisões diferentes para casos semelhantes que tratam sobre  afastamento de gestores por atraso nos salários de servidores municipais.

gjApesar de abordar situações praticamente idênticas, o desembargador Antônio Guerreiro Júnior jugou de forma diferente os afastamentos dos prefeitos de Governador Nunes Freie [Marcel Curió] e o de Bacuri [José Baldoíno].

Em ambos os casos, os gestores municipais foram afastados das funções públicas nos últimos dias por decisões dos juízes locais atendendo pedidos do Ministério Público Estadual, que constatou falta de pagamento nos salários dos servidores municipais nas duas cidades.

Como o blog antecipou (LEMBRE), desde ontem, domingo(04), o platonista do TJ-MA decidiu pelo retorno imediato de Marcel Curió ao comando dos cofres nunesfreirenses, entretanto, diferente do primeiro despacho, Guerreiro resolveu não voltar Baldoíno à Prefeitura de Bacuri, acontece que o gestor foi afastado pelas mesmas circunstâncias.

É aquele velho adágio popular: “Cada caso é um caso”.

LEIA TAMBÉM:

– Des. Guerreiro Júnior retorna Marcel Curió ao cargo em Nunes Freire

– PRESENTE DE NATAL: Justiça antecipa saída de dois prefeitos dos cargos 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo