02
mar
2018

Descoberta de organização de contrabandistas em São Luís é apenas ‘uma gota no oceano’

Nesta tarde foi estourado em São Luís o terceiro depósito de mercadorias contrabandeadas…

Políticos de notada influência, empresários atacadistas e muitas outras pessoas graúdas vêm sendo investigadas pela cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão por participação e receptação na mega organização criminosa formada também por policiais civis e militares que atuava no ramo de mercadorias contrabandeadas, sobretudo, de whisky, cigarros, drogas e até armas de grosso calibre.

O secretário estadual Jefferson Portela (Segurança Pública) garantiu nesta sexta-feira (02), em entrevista a uma rádio de São Luís que irá investigar todos os envolvimentos independente da posição ou cargo que, eventualmente, ocupe.

As prisões de duas peças chaves [advogado Ricardo Belo e o ex-superintendente da SEIC, Thiago Bardal] podem desvendar parte do gigantesco mistério. Eles estavam juntos perto do depósito de contrabando no dia em que uma quadrilha foi desarticulada, no último dia 22.

– Terceiro depósito

Policiais militares do BOPE e do Departamento de Inteligência e Assuntos estratégicos estouraram mais um depósito de mercadorias contrabandeadas, provavelmente de origem do Suriname, nesta sexta-feira, às 18h, próximo da BR 135. A Polícia encontrou várias cargas de cigarros e whisky e ninguém foi encontrado no galpão. Este foi o terceiro depósito clandestino usado pelos contrabandistas que foi estourado pela Polícia. O primeiro foi no bairro Arraial, no Quebra-Pote, Zona Rual de São Luís (21). O segundo foi descoberto dois dias depois na Vila Esperança.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo