14
maio
2021

Crise na CBF pode resultar na renúncia de Rogério Caboclo e Fernando Sarney se torna opção para a presidência

Fernando Sarney é vice-presidente e representante da Conmebol no Conselho da FIFA.

O filho do ex-senador José Sarney e irmão da ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney pode se tornar presidente da poderosa CBF – Confederação Brasileira de Futebol. Fernando Sarney é vice-presidente da CBF e representante da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) no Conselho da FIFA.

A possiblidade de Fernando concorrer ao cargo de chefe da maior entidade do futebol brasileiro pode ocorrer porque a CBF atravessa uma crise grave há pelo menos três semanas, quando uma funcionária da entidade se licenciou por motivo de saúde. Pessoas com conhecimento da situação afirmam que ela tem provas de desvios de comportamento do presidente Rogério Caboclo, que corre risco de ter seu mandato interrompido.

O estatuto da CBF prevê que em caso de vacância do cargo de presidente, seu vice mais velho deve assumir e convocar uma nova eleição dentro do prazo de trinta dias. Dessa eleição só podem participar os vice-presidentes. O eleito comandaria a CBF até o fim do mandato atual, que termina em abril de 2023.

Ou seja, caso Caboclo deixe o cargo, Antonio Carlos Nunes teria que convocar uma eleição entre Antônio Aquino (Acre), Ednaldo Rodrigues (Bahia), Castellar Guimarães (Minas Gerais), Fernando Sarney (Maranhão), Francisco Noveletto (Rio Grande do Sul), Marcus Vicente (Espírito Santo) e Gustavo Feijó (Alagoas), além do próprio Nunes.

Para saber mais sobre o caso leia AQUI, AQUI e AQUI

1 Comentário

    Deixe o seu comentário!

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

    • Você também pode comentar usando o Facebook!

    Siga-me no Facebook

    Contatos


    Email: domingos.costa@hotmail.com
    WhatsApp: (98) 98807-7894

    Publicidade