06
dez
2013

Conheça os perfis dos homenageados com a 7ª edição do Prêmio José Augusto Mochel

REVER 148

Alguns dos que serão homenageados na noite de hoje no hotel Hotel Abbeville

O PCdoB homenageará lideranças que fizeram parte da história de lutas sociais no Maranhão. Na 7ª Edição do Prêmio José Augusto Mochel, o PCdoB prestará homenagem a sete personalidades maranhenses e um movimento social que tiveram destaque na consolidação da democracia no Maranhão.

A solenidade de entrega do prêmio acontecerá na noite desta sexta (06), no Hotel Abbeville, no bairro São Francisco. O prêmio instituído em 2007 pelo PCdoB e pelo então deputado federal Flávio Dino (PCdoB) é uma das homenagens de maior destaque no estado.

Para o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, a entrega do prêmio José Augusto Mochel simboliza a reunião de grandes lideranças das lutas populares e democráticas no Maranhão. “O José Augusto Mochel tem essa capacidade de mostrar que vale a pena lutar pelo que é bom, belo e justo,” disse.

As homenagens reverenciam a memória do líder comunista José Augusto Mochel, que faleceu em 25 de março de 88, em São Paulo. Mochel foi militante do movimento estudantil secundarista e universitário, marcando sua atuação no combate à ditadura militar.

Mochel participou ativamente da luta pela redemocratização, apoiou as lutas de resistência camponesa num momento de graves conflitos pela posse da terra. Participou da luta pela anistia e ajudou a fundar a Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos.

Conheça os homenageados deste ano e seus perfis:

Aldionor Salgado

Jornalista, ex-secretário municipal de comunicação no governo Jackson Lago. Foi vereador pelo PMDB entre 1983 e 1988. Integrou o PT e há anos milita no PDT. Formou com Maria Aragão o grupo “prestista”(alusão à liderança de Luís Carlos Prestes)  que atuava na política local nos anos 70 e 80.

Joisiane Gamba

Advogada, militante dos direitos humanos, ex-presidente da Sociedade de Direitos Humanos do Maranhão. Presidiu o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de São Luís. Tem longa atuação no estado e no país na luta pelos direitos humanos, integrando o Conselho Nacional dos Direitos Humanos.

Julião Amin Castro

Militante político egresso das lutas sindicais dos anos 70. Participou do primeiro núcleo de construção do PT, ingressando em seguida no PDT, partido pelo qual atua desde o início ao lado de Jackson Lago, Neiva Moreira, João Francisco, Reginaldo Telles, entre outros, e que atualmente preside no Maranhão. Presidiu o Sindicato dos Bancários do Maranhão, foi deputado estadual e federal pelo PDT.

Dom Gilberto Pastana

Dom Gilberto Pastana de Oliveira é o 2º Bispo Diocesano de Imperatriz, Maranhão, sucedendo a Dom Affonso Felippe Gregory. No seu ministério, tem se destacado no apoio às lutas populares por justiça e igualdade. Dom Gilberto possui forte atuação junto à população carente da região tocantina.

Jacó

Militante histórico do PCdoB, filou-se ao partido desde 1973, na cidade de Poção de Pedra – MA. Como trabalhador rural, Jacó apresentou destacada militância no setor agrário. Sua militância se estendeu aos municípios de Santa Luzia do Paruá, Zé Doca e Santa Inês, onde permanece até hoje. Na década de 80, Jacó também foi membro da CONCLAT, como representante do Maranhão, que mais tarde resultou na criação da CUT – Central Única dos Trabalhadores.

Epaminondas

Líder camponês assassinado aos 68 anos em Brasília, sob custódia do Exército, em agosto de 1971.Epaminondas, que também era sapateiro e artesão em couro, exerceu forte atuação política  na luta por melhorias na área de saúde, educação e pela divisão igual da terra no sul do Maranhão. Conviveu e militou com Maurício Grabois e João Carlos Hass Sobrinho em Porto Franco. Combateu a ditadura militar e por ela foi assassinado. A família ainda luta para identificar seus restos mortais para levá-los a Porto Franco.

MIQCB

Um dos maiores movimentos populares do estado e que também tem ampla atuação dos estados do Pará, Tocantins e Piauí. O movimento luta pelo respeito as causas trabalhistas das quebradeiras de coco e pela preservação dos babaçuais.

Nonatinho

Um dos fundadores do sindicato dos trabalhadores rurais do Maranhão e um dos fundadores do Partido Comunista do Brasil. Teve forte atuação na luta pela reforma agrária na região do Pindaré. Foi perseguido e morto pelas forças do latifúndio. É um dos símbolos da resistência camponesa no Maranhão.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo