08
jul
2015

Conheça os deputados(as) covardes e os motivos para não assinar a CPI da Saúde

max-barros

A Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI que investigará denúncias de corrupção durante a gestão de Ricardo Murad na secretaria de Saúde, foi protocolada pelos deputados Rafael Leitoa(PDT) e Fernando Furtado(PCdoB) nesta quarta-feira(8). A Comissão contou com 29 assinaturas.

Murad já mandou o recado que se cair leva a metade da Assembléia consigo, deixando demonstrar que existe suposta participação de parlamentares em atos delituosos. Sera?

O blog apurou os motivos que levaram 13(treze) parlamentares a não assinar o requerimento que pede a instalação da CPI, e assim, proteger os peemedebistas ex-secretário Ricardo Murad e a ex-governadora Roseana Sarney.

É bem verdade que os quatro deputados que fazem oposição mais acentuada já tinham demonstrado que não assinariam o pedido, são eles: Edilázio Junior (PV); Adriano Sarney (PV); Andrea Murad (PMDB); Sousa Neto (PTN).

As ausências de assinaturas na CPI – que não atrapalhou a criação que precisava de somente 14 rubrica – também serviram para revelar quem realmente estar disposta a mostrar a cara na defesa do governo na Assembleia Legislativa, vejamos:

Quem são eles?

1 – O motivo maior do ex-secretário de estado da Infraestrutura, Max Barros (PMDB), não ter assinado, foi o fato do irmão de Ricardo, Jorge Murad – marido de Roseana – ter ordenado ao parlamentar para se manter afastado dessa CPI;

2 – Outro ex-auxiliar da família sarney que não assinou foi César Pires (DEM), titular da SEDUC por anos, o parlamentar entende que contribuir para Murad ser investigado também é um aval para investigar outros setores da gestão passada, inclusive, o seu, a Educação.

3 – A apagada deputada Nina Melo (PMDB) que não dita as rédias de seus pífio mandato, decidiu seguir as orientações do pai, ex-presidente da Assembleia Arnaldo Melo(PMDB). A filha sabe que se assinasse o pai corria o risco de não brigar pelo cargo federal com as benças de José Sarney que sonha ocupar desde que ficou sem mandato eletivo;

4 – A deputada Graça Paz (PSL) recebeu um ultimato do marido, Clodomir Paz, ex-secretário de Projetos Especiais do governo Roseana Sarney. Os Paz não querem entrar em bola dividida!

5- A recusa do deputado Hemetério Weba (PV) é um mistério sem fim. Comenta-se que ele deve favores “judiciais” alto para o ex-secretário de saúde, por outro lado especula-se que Murad tem em mãos uma bomba contra o parlamentar;

6 – O dono da entidade Bem Viver com sede em Imperatriz, que faturou milhões na SES, deputado Antônio Pereira (PMDB) tem motivos de sobra para não ter assinado, pois assim como Murad, será um dos investigados;

7- Léo Cunha (PSC) não assinou porque além de ter o rabo preso, recebeu um pedido do seu colegada de região, Antônio Pereira;

8 – Já o deputado Roberto Costa (PMDB) que tem Murad como arqui-rival arregou em cina da hora por pedido do senador João Alberto, que ouviu o clamor da ex-governadora Roseana Sarney(PMDB). O deputado está evitando comentar sobre o assunto.

9 – O jovem deputado Alexandre Almeida (PTN) informou ao blog “que prefere não expor os motivos de não ter assinado”, mas o blog apurou que pesa o fato da a CPI ter sido protocolada pelo deputados Rafael Leitoa, seu adversário político em Timon.

4 Comentários

  1. linguiça grande disse:

    MEU CARO DOMINGOS, ESTOU TE ENVIANDO UMA LINGUIÇA DE 25 CENTIMETROS PARA TE DELEITAR COM ELA, SEI QUE VC GOSTA MUITO, MUITO MESMO. SEI DE TUA HISTORIA, E DO CARA QUE TU CURTES. ESPERO QUE TU NAO OMITA ESSE COMENTARIO, SEJA PELO MENOS “HOMI” NESSE MOMENTO.

  2. blank indio disse:

    Hemetério confirma apoio à CPI da Saúde e dispara: ‘Não devo favor a Ricardo Murad’
    Publicado em 9 de julho de 2015 por AntonioMartins
    O deputado estadual Hemetério Weba Filho (PV), esclareceu nesta quinta-feira (9) que a ausência de seu nome no requerimento de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades na aplicação de recursos públicos na área da Saúde, ocorreu apenas por um desencontro. O requerimento, com 29 assinaturas, foi protocolado ontem pelos deputados estaduais, Fernando Furtado (PCdoB) e Rafael Leitoa (PDT), ambos suplentes.

    Em contato com o BLOG, Hemetério Weba afirmou que já havia manifestado apoio à CPI, mas não conseguiu assinar o requerimento porque estava em viagem, tratando de assuntos relacionados à sua base eleitoral.

    — Na Assembleia Legislativa, sempre fui a favor de qualquer iniciativa que venha apurar irregularidades com desvio de recursos públicos — enfatizou.

    O parlamentar também se manifestou em relação a uma matéria publicada em um blog ligado ao governo, informando que ele e outros doze deputados não assinaram o documento para proteger o ex-secretário Ricardo Murad.

    Ao comentar o assunto, Hemetério Weba disparou contra o ex-secretário de saúde.

    — Já justifiquei a ausência da minha rubrica no requerimento. Eu não assinei não para proteger Ricardo, não assinei por motivos de viagem, mas estou disposto a assinar. Essa CPI é fundamental para o Maranhão. E eu não devo favor a Ricardo Murad — declarou.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo