31
ago
2020

Completa doze dias da prisão em flagrante do prefeito de Cândido Mendes, Mazinho Leite

Prisão preventiva do gestor foi convertida pelo Desembargador Josemar, do TJ-MA.

Nesta segunda-feira (31) completa 12 dias desde a prisão em flagrante do prefeito de Cândido Mendes, José Ribamar Leite de Araújo, o Mazinho Leite (PP), por porte ilegal de arma e lavagem de dinheiro na primeira etapa da ‘Operação Cabanos’ que investiga desvio de recursos públicos por meio de fraude na prefeitura.

A prisão de Mazinho Leite foi convertida em preventiva apenas dois dias após o gestor ter chegado na Penitenciária de Pedrinhas. Através de decisão do desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, Josemar Lopes Santos.

Na decisão, o togado diz que Mazinho Leite foi preso em flagrante e com ele foram apreendidas três armas de fogo e quantia vultuosa de R$ 493.489,00 (quatrocentos e noventa e três mil e quatrocentos e oitenta e nove reais).

“À guisa do expedido, homologo o auto de prisão em flagrante, bem como o converto a prisão do representado em prisão preventiva, em desfavor de José Leite de Araújo, já qualificado nos autos, devendo ser encaminhada à Autoridade Policial com atribuições para o feito”, decidiu o desembargador Josemar.


LEIA TAMBÉM:

Prefeito Mazinho Leite devidamente fardado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo