06
abr
2014

Coronel Melo: “Com toda violência e o constrangimento sofrido, continuo de cabeça erguida”

O coronel Francisco Melo foi colocado em liberdade, após prisão arbitraria por apoiar a greve dos policiais e bombeiros militares do Maranhão que teve fim na última sexta-feira.

Em um Artigo intitular: “A CORAGEM MAIS UMA VEZ VENCEU O MEDO E A LUTA CONTINUA”, Cel. Melo que já ocupou o cargo de comandante da PM-MA e ex-chefe do gabinete militar do governo do Maranhão, lembrou que agiu de forma legitima.

“Todas as vezes que me manifestei fiz de forma clara, concisa, sobre fatos e aplicando os instrumentos democráticos disponibilizados pela nossa Constituição a todos os brasileiros. Mesmo usando dos direitos e garantias constitucionais em defesa de uma boa causa – a dignidade de todos – sofri as mais nefastas consequências impostas pelo Governo do Estado.” Disse.

Coronel PM Francisco Melo lembrou que mesmo com toda violência e o constrangimento sofrido, continua de cabeça erguida. “Não me diminuiu em nada, pois acredito que os motivos são justos, dignos, legítimos e legais em continuar lutando pelo bem comum de todos, como sendo a liberdade, tranquilidade, justiça, segurança, harmonia, igualdade, oportunidade. Teria ficado envergonhado se tivesse sido preso por corrupção, pela prática de ato de improbidade ou por fazer parte de uma quadrilha ou bando.”

Abaixo a íntegra:

aaaaa

1 Comentário

  1. Rui pires disse:

    Só para contribuir: mais atenção ao texto, pois você escreveu: ” Cel. Melo que já ocupou o cargo de ex-comandante da PM-MA e ex-chefe do gabinete militar do governo do Maranhão…”. Ele ocupou os cargos e
    não os ex-cargos.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade