03
maio
2017

Clima na Câmara de São Luís esquenta, vereador passa mal e sessão acaba com oração

A sessão desta quarta-feira (03) na Câmara de Vereadores de São Luís teve de tudo um pouco: Deboche, indiretas, enquadramentos, agressões verbais, problemas de saúde, um minuto de silêncio, oração, presidente na galeria e encerramento antecipado dos trabalhos. A sessão não chegou ao experiente final, foi apenas até a ordem do dia: com leitura, discussão e votação de algumas proposições.

– Pereirinha acudido

Pereirinha teve problemas de pressão durante a sessão…

O ex-presidente da Casa, vereador Pereirinha (PSL) foi atendido pelo vereador Dr. Gutemberg (PSDB), que é médico, ainda dentro do Plenário. A pressão do parlamentar subiu muito e ele passou mal. Diante do quadro médico do colega, a sessão foi encerrada por concesso dos presentes.

– Estevão Aragão X Paulo Victor

Logo no horário do Pequeno Expediente, o ‘afoito’ Estevão Aragão (PSB) ocupou a Tribuna e não economizou criticas ao Prefeito Edivaldo Holanda, o parlamentar aproveitou a venha e partiu para cima do vereador Paulo Victor (Pros), com quem possui problemas de ordem pessoal. “Você foi eleito por um conchavo entre a Prefeitura e o governo, é a eles que tu deve explicação”, disparou o socialista.

Da sua cadeira, Victor apenas observava com cara nada amigável, mas nada respondeu. Minutos depois, durante aparte, Paulo Victor contestou a afirmação sem provas de Aragão e apontou dedo em direção ao colega de Plenário, ambos trocaram ofensas nada republicanas, daí a turma do deixa disso agiu e acalmou os ânimos.

– Estevão Aragão X Osmar Filho

Estevão parecia não estar em um bom dia, irritado com o fim de seu tempo [10 minutos sem aparte] taxou o presidente em exercício [Osmar Filho] de não ter pulso. “O senhor não tem pulso quando está na presidência, ontem Chaguinhas usou o tempo que quis, pois agora também não vou respeitar o regimento que todo dia é quebrado nesta Casa”, afirmou o socialista, que em seguida, mudou de ideia e desceu da Tribuna. “Vou cronometrar o tempo de cada vereador agora”, esbravejou. Logo após, teve que ouvir um minuto de ‘esculacho’ do pedetista que presidia os trabalhos.

 – Deboches de Marquinhos 

O Democrata vereador Marquinhos foi puro deboche durante toda a sessão. Nitidamente chateado com o prefeito Edivaldo, o parlamentar em todos os requerimentos que foram aprovados direcionando algum tipo de pedido ao Executivo, fez questão de subscrever e jogar uma indireta na sua fala.

O parlamentar sugeriu que as solicitações dos colegas não serão atendidas pelo Palácio de La Ravardière. Diante do comportamento, quem conhece o vereador da Vila Luizão sabe que algo na prefeitura tem deixado Marquinhos estressado.

– Sá Marques: O chato!

Pense num vereador insuportável?! Dos 31 nenhum supera Sá Marques, do PHS, não bastasse a voz enfadonha, o político que se acha o “dono do João Paulo” não cansa de arrotar seu currículo a cada instante que pega no microfone: ‘professor, policial civil, criminólogo’ e assim por diante… Ninguém aguenta mais ouvir mais do mesmo! Chega ser um verdadeiro culto à personalidade a exaltação das suas supostas virtudes. Durante a sessão desta manhã, o exibido vereador se ’embananou’ todo diante do estado de saúde de Pereirinha, pediu um minuto de silêncio [como se alguém tivesse morrido] depois corrigiu e pediu um minuto de oração em silêncio.

 – Oração

Experiente, o líder do governo Pavão Filho (PDT), corrigiu Sá Marques e pediu autorização ao presidente em exercício Osmar Filho que trocasse o minuto de oração em silêncio, por uma oração do vereador Aldir Júnior (PR) – que apesar de não ser evangélico, possui princípios cristãs – e assim foi feito.

– Astro na Galeria

Astro assiste a sessão no fundo da Galeria…

Em meio a sessão e aos ânimos a flor da pele, o presidente da Casa Astro de Ogum (PR) surgiu na Galeria da Câmara, chegou quietinho, sentou na última fileira e ficou observando a movimentação do local reservado ao povo. Mas logo foi percebido pelo vereador Honorato que anunciou seu nome.

– Honorato X Chaguinhas

Não vai ficar barato as fortes palavras do vereador Honorato Fernandes (PT) contra o vereador Chaguinhas (PP). “Sua opinião é medíocre e hipócrita, contigo topo qualquer parada vereador, te aviso que o pau que dá em Chico dá em Francisco”disparou o petista. Quem conhece Chaguinhas sabe que na próxima sessão a resposta virá no mesmo nível…

– Baba Baby

Ah, antes de concluir, na sessão desta manhã ainda teve a indagação do vereador Chico Carvalho (PSL) que quer saber quem é o parlamentar apelidado de “baba baby, baby baba”, uma referência a música da cantora Kelly Key.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo