15
out

Cayus Lucylos silencia após divulgação de suposta conversa sobre propina no INSS

Nas últimas 24h ao menos dois ‘prints’ [foto da tela de smartphone] circulam nas redes sociais dando conta de um suposto esquema de propina envolvendo Cayus Lucylos Matias da Paz Oliveira, Gerente Executivo do INSS em São Luís.

De ontem, segunda-feira (14) para hoje, terça-feira (15), o Blog do Domingos Costa recebeu os dois ‘prints’ de doze diferentes leitores da página espalhados pelo Maranhão.

As supostas conversas foram vazadas por uma pessoa não identificada e não é possível precisar o dia que aconteceu.

– Primeiro ‘print’

As 11h37, Cayus questiona se a pessoa não vai fazer o PAB, provavelmente se referindo ao “Pagamentos Alternativo de Benefício”.

A pessoa diz que está esperando a resposta de uma “Doutora”, mas não especifica o nome da mulher. A pessoa, então, alerta Cayus: “Olha tem dois PAB para fazer hoje”. (sic)

Nesse instante, o Gerente Executivo do INSS em São Luís diz que está fechando sua cota. “Só liberaram R$ 2,5 milhões este mês”, lembra Lucylos.

A conversa continua e a pessoa não identificada diz que “tem dois” no total de “R$ 370 mil”.

Cayus Lucylos, responde: “ok”.

– Segundo ‘print’

No outro ‘print’ a conversa ganha desdobramentos escandalosos.

Às 10h02, não se sabe o contexto da conversa, a pessoa envia a imagem de uma carteira de identidade de uma pessoa para o Gerente Executivo, “está ai”, diz.

Ele responde: “certo”.

As 11h40 surge o que pode ser a prova de tráfico de influência, prevaricação, extorsão seguida de propina.

Cayus Lucylos teria digitado, conforme consta no print: “Eu faço a liberação do processo por R$ 20 mil, ele me dá 6 mil e o restante quando liberar. Libera em 10 dias úteis”, (sic) condiciona o gerente.

– Silêncio 

Desde a manhã desta segunda-feira (14) quando o Blog do DC recebeu as primeiras mensagens da denúncia, buscou contato com Cayus Lucylos afim de apurar um posicionamento acerca do caso, entretanto, o gerente executivo prefere o silêncio.

Cayus deveria tão logo emitir uma nota institucional ou pessoal expondo sua versão sobre o episódio. Dizer se os “prints” são falsos ou verdadeiros. De outro modo, explicar qual o contexto da suposta conversa.

Não apenas o nome gerente está sob suspeita, como também da instituição INSS. Preferir o silêncio pode soar como admissão de culpa. O espaço está franqueado…

– LEIA TAMBÉM:

Entidades pesqueiras buscam reunião com Gerente do INSS e são recebidos pela polícia 

Dirigentes denunciam ‘esquema’ no Seguro Defeso no INSS em São Luís; assista o vídeo

– VÍDEO: “Traga a Globo viu, nada de TV Guará”, debocha Gerente do INSS sobre denúncias

– Mudança no INSS fortalece as chantagens de Wolmer Araújo para se eleger deputado Federal

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894
Celular: (98) 98160-1081

RÁDIO TIMBIRA

https://www.ma.gov.br/wp-content/uploads/2018/07/Timbira-Banner-player-2018.gif?w=700

Publicidade