04
set
2019

Caso Uema: Desgastado, juiz Sidarta anula cinco decisões, mas ainda faltam outras 12

Juiz cancela cinco liminares que davam vagas no curso de medicina da UEMA

Sidarta Guatama cancelou cinco liminares que davam vagas no curso de medicina da UEMA…

Temendo ser punido pela Corregedoria Geral de Justiça e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o juiz colecionador polêmicas Sidarta Guatama Farias Maranhão, juiz da 1ª Vara Cível da Comarca de Caxias, voltou atrás e revogou nesta terça-feira (03) cinco das dezessete decisões que ele mesmo havia concedido para alunos que não passaram pelo tradicional processo seletivo da Universidade Estadual do Maranhão fossem matriculados no Curso de Medicina da UEMA (Campus Caxias).

O caso veio à tona na semana passada, primeiro denunciado pelo deputado estadual César Pires (PV) e depois pelo Yglesio Moyses (PDT), este último chegou a pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito com objetivo de apurar a farra de decisões do magistrado. A CPI, no entanto, não precisou ser instaurada.

Por sua competência, o corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Marcelo de Carvalho, instaurou sindicância nesta terça-feira (03) para apurar as denúncias feitas por deputados na Assembleia Legislativa.

A imprensa e a opinião pública também pressionaram pela revogação das decisões liminares do juiz de Caixas.

Desgastado, Gautama  não teve saída, então, recuou. E nessa nova decisão que anula cinco das anteriores, o magistrado sustenta que não existia a Ação principal e o processo cautelar pedindo a matrícula no curso “não é um fim em si mesmo, é um acessório que depende do principal”.

Assim, para o juiz, não havendo o processo principal, se extingue a cautelar.

Verdade seja dita, no meio jurídico esse caso da UEMA serviu para desmoralizar o juiz.

Essa decisão de anular cinco das anteriores abre precedentes para revogação das outras 12 sentenças assinados pelo juiz no mesmo sentido.

Trecho final da decisão que anula cinco das outras liminares…

LEIA TAMBÉM:

Juiz alvo de deputados foi acusado de agiotagem e coleciona polêmicas

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo