04
fev
2016

Caso Ribamar Alves: Entidades emitem nota de repúdio; Abdon Murad sai em defesa de Alves

“É inaceitável que o machismo que viola os direitos e violenta as mulheres, continue tendo aliados em todas as esferas de nossa sociedade, fazendo com que recaia sobre as mulheres toda a culpa e responsabilidade dos crimes praticados contra elas.” diz trecho do documento assinado por entidades ligadas à defesa da Mulher.

MURAD2

Médico saiu em defesa do médico…

Continua repercutindo o caso da estudante evangélica estuprada pelo prefeito de Santa Inês na noite da última quinta-feira(28).

Na noite de ontem, por meio do facebook, o  médico Abdon Murad, presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM) do Maranhão, saiu em defesa do acusado que também é médico e encontra-se preso na penitenciária de Pedrinhas.

“O CRM-MA está preocupado com a prisão do médico, Dr. Ribamar Alves, acusado de ter estuprado uma mulher de 18 anos. O Laudo do IML já foi concluído há dois dias e aponta que não há sinais de violência física na denunciante. Aguardamos as decisões Judiciais vindouras, enquanto manifestamos nossa Solidariedade ao colega”, postou o médico agindo por puro corporativismo.

Por outro lado, seis entidades ligadas à defesa da Mulher, assinaram uma nota de repúdio nesta quarta-feira(03), criticando duramente os que tentam isentar o prefeito Ribamar Alves do estupro.

“Destacamos que o fato do laudo não apontar lesões, confirma e dá mais crédito à versão da própria vítima que em nenhum momento acusou o prefeito de agredi-la com golpes, mas sim de violência psicológica e sexual(..)”, diz trecho do documento publicado na íntegra abaixo:

NOTA DE REPUDIO

Repudiamos veementemente o crime de estupro que tem como acusado o médico e prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves, contra a jovem vendedora de livros, assim como a prática de alguns órgãos de imprensa do estado do Maranhão, que se utilizam de linguagem e publicidade sexista, misógina, culpabilizadora, humilhante, desvalorizadora da vítima de violência sexual.

É inaceitável que o machismo que viola os direitos e violenta as mulheres, continue tendo aliados em todas as esferas de nossa sociedade, fazendo com que recaia sobre as mulheres toda a culpa e responsabilidade dos crimes praticados contra elas.

É inaceitável que o machismo continue contando com inumeráveis meios de propagação, dentre eles a mídia, que se mostra, em sua maioria, conservadora e preconceituosa, superficial e espetacularizada, principalmente quando um crime de estupro não é efetuado com requintes de crueldade e ou por pessoas tidas como “cidadãos de bem”, por ter boa situação financeira ou cargos e funções, seja no serviço publico ou privado, como é o caso.

ribamar-alves-taradão

Prefeito continua preso em Pedrinhas…

É inadmissível que pessoas ligadas à imprensa fiquem impunes ao praticar de forma tão violenta a defesa de estupradores, se utilizando da velha e criminosa prática da “especulação” em defesa dos acusados, munidos inclusive de documentos oficiais do Sistema de Segurança Pública, o laudo médico da vitima, para expor de forma aviltante a vítima, como fez o responsável pelo Blog Só Falo a Verdade.

Destacamos que o fato do laudo não apontar lesões, confirma e dá mais crédito à versão da própria vítima que em nenhum momento acusou o prefeito de agredi-la com golpes, mas sim de violência psicológica e sexual (essa atestada no laudo inclusive).

Exigimos respeito à vítima, a sua família, e todas as mulheres que silenciadas pela cultura do machismo sofrem desesperadamente pela culpabilização e revitimização praticadas por vários órgãos, inclusive os que deveriam protegê-las quando denunciam a violência sofrida. Exigimos o rigor legal e necessário nas investigações e a punição severa do acusado, assim como a punição de todos que de forma cruel e perversa desqualifica a vítima em favor de um sujeito “poderoso”, “doutor”, “prefeito” e “rico”.

Portanto habilitado pelo machismo e o patriarcado, a ter todas as suas vontades atendidas, seja um beijo ou uma relação sexual, mesmo que indesejada pelas suas preteridas. Quem ousou desobedece-lo, foi forçada literalmente a satisfazer suas luxurias, foi assim com a juíza da comarca, beijada a força e a jovem vendedora de livros, estuprada. Quantas vitimas já foram invisibilizadas e silenciadas pelo poder do “doutor”?

ARTICULAÇÃO DE MULHERES BRASILEIRAS – AMB

REDE NACIONAL DE SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA

FÓRUM DE MULHERES DE IMPERATRIZ

CENTRO DE PROMOÇÃO DA CIDADANIA E DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS PADRE JOSIMO

COLETIVO RUAS – JUVENTUDE ANTICAPITALISTA

FÓRUM DE MULHERES DE IMPERATRIZ

1 Comentário

  1. blank Macabeu disse:

    Ribamar Alves, um taradão doidão, quem vai confiar num cara desse, como médico, qual a mulher que vai confia num sujeito desse. Um elemento que avança o sinal, basta ver uma mulher desprotegida, useiro e vezeira de postura inadequada, um cara desse descontrolado, precisa mesmo é de tratamento, cassar seu diploma de médico, esse bicho usa remédio para estimular seu libido. Se for ginecologista vai morrer de fome, depois dessa trapalhada.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo