05
fev
2014

“Bolsa Eleição”: Roseana voltará ser tema da imprensa Nacional

conselhao-da-corrupcaoO clã-sarney parece que não aprende. Depois de levar uma ‘surra’ da imprensa e da opinião pública do Maranhão e de todo o País por conta da crise do sistema penitenciário, a Governadora aprontou mais uma.

Desta vez, dona Rose  ordenou que seus deputados estaduais aprovassem a volta do Conselho de Gestão Estratégica de Políticas Públicas do Governo do Estado do Maranhão, também conhecido como “Bolsa Eleição e/ou “Conselhão da Corrupção”.

Na manhã de ontem terça-feira 04/02, os parlamentares que seguem orientações do Palácio dos Leões, não divergiram da ordem de dona Rose, mesmo contrário ao apelo dos deputados da oposição, aprovaram a mensagem da Governadora.

Na prática, o “Bolsa Eleição/Conselhão da Corrupção”, funciona assim: O aliado que pretende votar com o candidato da Governadora Roseana Sarney, entre outras imposições, pede que seja ‘gratificado’ com uma ‘boquinha’ mensal no Governo, então o nome do político, ou pessoa indicada –  na maioria das vezes um familiar – é presenteado com um salário no valor de R$ 5.850, sem desconto no imposto de renda, para participar de uma única reunião por mês. É mole ?

Na última edição, foram mais de 200 aliados da família Sarney beneficiados, tinha de tudo. Familiares, políticos condenados pela Justiça e uma “cambada” de candidatos derrotados na eleição de 2012, ex-prefeitos então, nem se fala…

Em meio as grandes manifestações ocorridas no ano passado em São Luís, que pediam entre outras reivindicações, o fim do “Bolsa Eleição”, a Governadora Roseana se viu pressionada pela opinião pública e recuou. No dia 5 de julho de 2013, decidiu então  extinguir o “Conselhão da Corrupção”. Isso até ontem(04), quando a Assembleia reativou a imoralidade.

Roseana só não espera é que a mídia local e nacional, juntamente com a pressão popular, possivelmente somada a novas manifestações, devem pressionar pelo fim do tal Conselhão.

Em tempo, o custo do “Bolsa Eleição/Conselhão da Corrupção” é exorbitante aos cofre públicos. Anualmente o desperdício é de R$ 14.461.200,00 milhões. Ou seja, cada reunião do Conselho custa R$ 1,2 milhão ao erário público.

1 Comentário

  1. Cleiton Reis disse:

    Morte, violência, corrupção, impunidade, maucaratismo, etc… Quando pensamos que já olhamos de tudo desta governadora e seus aliados, nos sempre nos surpreendemos, imaginem que ela ainda quer fazer o sucessor, que diga de passagem, não é nada diferente dela, até porque esta no meio da lama aceitando tudo que ela faz, além de fazer inaugurações de obras públicas em pleno ano eleitoral. isso é Maranhão, isso é Sarneys. votem neste Luiz, pra ver o inferno continuar.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo