População espera pronunciamento de Roseana e Sarney Filho após prisão do aliado Júnior do Nenzim”…

A ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney, do PMDB, e seu irmão o deputado federal Sarney Filho, do PV, estão desfalcados na Região Central do Estado no que diz respeito a disputa eleitoral do próximo ano.

A tragédia envolvendo o assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, sucedido da prisão do próprio filho, o ex-candidato a prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa Filho, o “Júnior do Nenzim”, “Vaqueiro da Barra”, ou “Nenzim do PV”, de 47 anos, acabou virando um imenso problema para a dupla que pretende disputar o governo do Estado e o Senado, respectivamente.

O autor do assassinato do próprio pai, filiado ao Partido Verde, obteve quase a metade dos votos válidos na eleição municipal passada (47.80%). Para ser mais claro, 20.638 votos. Isto é, dos 53.079 disponíveis, a família ‘Nenzin’ ficou a 1.700 votos de alcançar o poder novamente em Barra do Corda.

Agora, sem Nenzim e diante da prisão do seu filho assassino, a pré-candidata ao governo do Estado Roseana Sarney e o deputado federal Sarney Filho, procuram novos líderes numa das regiões mais estratégicas politicamente do Maranhão.