17
jan
2019

Contrato de R$ 2,2 milhões levanta suspeita de venda de notas frias na gestão Edvan Brandão

Edição do Diário Oficial do Município de Bacabal do último dia 07 de janeiro traz um contrato recheado de suspeita, celebrando entre o prefeito Edvan Brandão (PSC) e uma empresa de nome M. Lima Santos, registrada na Rodovia BR 316, KM 361, nº 10, bairro da Cohabinha.

De acordo com o documento, o prefeito contratou a firma para “aquisição de peças e acessórios de automóveis destinados a manutenção de frota de veículos automotivos das secretarias municipais.”

Acontece que as secretarias da prefeitura de Bacabal não possuem frota de veículos. Isto é, as suspeitas apontam para um contrato de fachada com a única e exclusiva finalidade de lavar dinheiro público do contribuinte.

Uma simples investigação dos órgãos de controle e fiscalização de recursos públicos consegue identificar que os fraudadores utilizaram-se da prática de notas fiscais fictícias ou “frias”, que são aquelas nas quais os serviços declarados não são prestados ou os produtos discriminados não são entregues.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo