Marcos Caldas disse para Adriano cobrar os últimos 10 anos, quando a sua família dominava o Maranhão.

Durante o acalorado debate sobre o pacote anticrise enviado pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa, aprovado ontem, uma discussão entre os deputados estaduais Marcos Caldas (PTB) e Adriano Sarney (PV) gerou uma série de acusações contra o ‘príncipe da oligarquia’.

Caldas afirmou que o “deputado Adriano Sarney, o príncipe da oligarquia, usou o Fundo do Meio Ambiente, quando a sua tia era governadora, na sua campanha e na campanha do seu pai, alugando helicóptero com o dinheiro do Meio Ambiente. Hoje o dinheiro do Meio Ambiente é usado para fazer praças e parques ambientais em todo o Maranhão, na capital e no interior”.

Marcos Caldas disse para Adriano cobrar os últimos 10 anos, quando a sua família dominava o Maranhão. “Porque, quando o deputado Vitor Mendes deixou a Secretaria do Meio Ambiente, eu estava lá presente. E ele me mostrou o extrato que tinha R$ 60 milhões em caixa quando vocês botaram apadrinhados, e depois da eleição não tinha mais um centavo. Mas alugaram helicóptero. Helicóptero esse que foi usado por Vossa Excelência e por seu pai na campanha de 2014”, disse o deputado do PTB para o neto de José Sarney.

O debate continuou durante a sessão. Caldas disse que Adriano fala na Assembleia sem o conhecimento da história do Maranhão, e afirmou que a tia do parlamentar do PV, a ex-governadora Roseana Sarney, pegou 40 milhões do Banco do Estado para colocar no Banco Santos, que quebrou e nunca devolveu dinheiro para o Estado.

“Este dinheiro daria para ajudar a pagar muitos aposentados, e isso há quantos anos? O dinheiro que vem sendo mal investido durante décadas e décadas e os estudos já diziam que em 2017 o dinheiro não ia dar. Agora querer botar culpa no governo que assumiu há menos de três anos, porque o dinheiro ia acabar em 2017, mas ele vem conseguindo para que possa pagar até 2018, nós não aceitamos”, detonou Caldas.

Apesar das graves acusações, Adriano Sarney não conseguiu rebater o que disse Marcos Caldas. As imputações feitas contra o ‘príncipe da oligarquia’ ficaram sem respostas, mas precisam ser esclarecidas, já que se tratam de assuntos milionários da época em que os Sarneys faziam de feudo familiar o estado do Maranhão.

Com a palavra o deputado Adriano Sarney..