09
jan
2016

Ao fazer denúncia, apresentador diz que Colônia de Pescadores de Raposa possui “charlatões e 171”

Presidente da Colônia é acusada de cobrar taxa ilegal dos pescadores, ao ser questionada joga culpa no INSS, no entanto, Instituto Nacional do Seguro Social emite nota desmentindo Andrea Coutinho.

12498720_979932332086936_161871607_n

Andrea Coutinho mente ao alegar que taxa indevida cobrada aos pescadores é uma exigência do INSS.

A TV Meio Norte de São Luís exibiu na edição desta sexta-feira(08) durante o programa “Agora Maranhão” apresentado pelo jornalista Heider Lucena, reportagem especial sobre uma denúncia de cobrança indevida na Colônia de Pescadores do município de Raposa.

A jornalista Aline Uchôa ouviu pescadores que reclamam do pagamento indevido de uma taxa. Segundo a reportagem, durante uma reunião liderado pela entidade pesqueira no ano de 2015, um homem alegando ser Superintendente da INSS – Instituto Nacional do Seguro Social, afirmou que todos os colonizados tinham, necessariamente, que pagar a taxa de R$ 35,00 referente a uma contribuição sindical, caso contrário, seriam impedido de receber o benefício federal do Seguro Defeso.

Nos cometários durante a exibição do programa, Heider Lucena diz ser inadmissível a cobrança: Estão roubando você pescador, vão ter que devolver esse dinheiro. Atenção Ministério Público Federal tá na hora de pedir a intenção na Colônia de Pescadores e colocar ordem, os caras estão cobrando taxa ilegal, dizendo que tem que pagar R$ 35 para poder receber benefício do Seguro Defeso, e na verdade, não tem que pagar coisa nenhuma! Cuidado com os charlatões, cuidado com 171. O INSS não mandou ninguém para Raposa no sentido de negociar com os pescadores”, disse o apresentador.

A TV Meio Norte também ouviu Andréa Coutinho – presidente da Colônia – e flagrou a contradição da representante dos pescadores locais. Ela disse que a cobrança é uma contribuição sindical e o pescador não é obrigado a pagar. Andreia ainda confirmou a existência de uma reunião com o “Superintendente do INSS”, onde alega que recebeu a determinação para cobrar aos colonizados. “É uma exigência hoje do INSS para poder declarar que ele [o pescador] é um segurado especial, está na relação ele tem que pagar, mas se ele não quiser não é obrigado não”, disse a atrapalhada presidente que jogou a culpa no INSS.

12248857_953191684761001_139423473_n

Comprovante de cobrança indevida de taxa a pescadores que se sentem lesados diante da  Contribuição Sindical no valor de R$ 35 reais.

Ora, como é que está na relação das exigências, o pescador tem que pagar, mas se não quiser não paga?!

O apresentador Heider ainda indaga: Por que a Raposa é única a pagar taxa do INSS?” e completa“Isso é verba federal[seguro defeso], benefício federal o Ministério Público Federal tem que analisar essa denúncia na Colônia de Pescadores de Raposa”, finaliza.

Em nota, o INSS se posicionou à respeito e desmentiu a presidente da Colônia de Pescadores, acompanhe abaixo:

“O atendimento da Previdencial Social é totalmente gratuito, não sendo necessário a atuação de nenhum tipo de intermediário para o requerimento de benefícios. O próprio segurado pode realizar o agendamento pela central de atendimento 135 ou pelo site da Previdência. Pescadores artesanais filiados a entidades representativas que firmaram acordo de cooperação técnica com o INSS não precisam se deslocar até uma Agência da Previdência para requerer o Seguro Defeso. O beneficio poderá ser solicitado na própria entidade representativa da categoria também, sem que haja necessidade de pagamento”. Esclarece o INSS.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo