01
dez
2014

Antônio Araújo diz que obra do Espigão deveria prevê forma de conter o avanço da areia

Antônio Araújo, Secretário de Obras e Serviços Públicos de São Luis (Semosp)

Antônio Araújo, Secretário de Obras e Serviços Públicos de São Luis (Semosp)

O titular do blog conversou com o arquiteto Antônio Araújo, Secretário de Obras e Serviços Públicos de São Luis (Semosp), acerca do caso do avanço da areia sobre a área recentemente urbanizada para circulação de pedestres no Espigão Costeiro de São Luís, no bairro nobre da Ponta D’Areia.

Segundo a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sinfra) que pagou a empresa Ducol Engenharia Ltda, mais de R$ 32 milhões pela obra, cabe a Semosp, assumir a coleta de lixo e a limpeza do local.

Antônio Araújo, por sua vez, explicou que tudo não passou de erros de planejamento e de natureza técnica.

Uma obra de engenharia daquela magnitude, tem que ser observado o impacto ambiental na área. Então, o principal impacto ambiental naquela região, é o avanço da areia no nível do piso do espigão, tinha que ser previsto como que ia internalizar esse impacto no nível do piso, centenas de volume de areia avançando no nível do piso” Explicou Araújo.

E completou: “E esse projeto que foi orçado em mais de R$ 30 milhões, deveria prevê uma forma de conter o avanço da areia. E agora, o município que não pode ser penalizado, onerando mais ainda a mão de obra de varição por conta de uma obra onde não foi observado o impacto naquela região.” Disse.

Leia também:

– O problema da ‘invasão’ de areia no Espigão Costeiro de São Luís foi na construção

– Espigão Costeiro que custou mais de R$ 32 milhões começa apresentar problemas

3 Comentários

  1. Celso disse:

    O governo do estado faz uma péssima obra e na hora quando dá errado quer colocar a culpa na prefeitura.Façam-me o favor!!

  2. blank Mariana disse:

    Muita cara de pau de Roseana quer jogar a culpa em Holandinha né…Não seguem a risca o projeto da USP e na hora querem jogar o barco afundando pra semosp.

  3. blank Gusmão disse:

    Agora que o problema apareceu, surgem “engenheiros” de todos os cantos das secretarias, especialistas agora é o que não faltam. Porque não fizeram essas observações quando as obras estavam no inicio? fala serio em… So porque o cidadão secretario começou a tapar buracos em alguns pontos da cidade ele se acha o bom? E o esgotamento? E o lixo? Tanta coisa pra se preocupar, estão se preocupando com a bocada que não deram? porra…

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo