19
fev
2016

Anajatuba: Quando o trágico acontece a um ‘traidor/conspirador’

12735968_1002547749825394_1558125191_n

José de Arimatéias, de traidor/conspirador à secretário, que dirigindo um carro oficial da prefeitura matou uma mãe de família.

Dando continuidade ao post publicado ontem: “Sidney Pereira mandou esconder veículo da prefeitura de Anajatuba que matou mãe de família“, é preciso fazer mais dois esclarecimentos.

Primeiro, a Polícia Civil já abriu inquérito para apurar o caso. Segundo, é bom que fique mais claro à sociedade quem realmente é José de Arimatéias Marinho Carvalho.

Atual Secretário de Assistência Social de Anajatuba, é o mesmo homem que dirigia a Ranger da prefeitura que matou a senhora  Noelma de Jesus Lima Frazão, na última terça-feira (09) de carnaval – na BR 135, no povoado Outeiro, município de Itapecuru-Mirim.

Histórico

José Arimatéias era aliado do prefeito afastado Helder Aragão. Saiu de vigia e tornou-se funcionário da secretaria municipal de Educação. A pedido de Helder, o funcionário foi para dentro da pasta ocupar um cargo de confiança, mas não demorou  para trair o gestor.

Trama

Seduzido pelo então vice-prefeito, atual gestor anajatubense Sidney Pereira (sem partido), Arimatéias foi convencido a fazer parte de um plano de conspiração para afastar Helder da prefeitura.

De cabeça feita e certo que seria retribuído caso a trama fosse concretizada, fez uma denúncia na Polícia Federal sobre uma suposta fraude no Censo Escolar do município.

Curiosamente, José Arimatéias era um dos responsáveis por alimentar junto ao Ministério da Educação o sistema com as informações dos alunos matriculados.

Enfim, o fato é que por decisão judicial, o prefeito Helder foi afastado do cargo; Sidney assumiu o comando dos cofres do município, e o “traidor”, foi alçado [leia-se promovido] à secretário de Assistência Social, prêmio este, como forma de retribuição por ter feito a denúncia de enxerto de alunos fantasmas no MEC.

Por infelicidade do destino, o “traidor” se envolveu no trágico acidente automobilístico, exatamente com um carro oficial da prefeitura, que resultou na morte de uma mãe que deixa dois filhos menores.

Lamentável!

3 Comentários

  1. Joca disse:

    ATENÇÃO senhores Promotores,
    Especialmente o Sr. Promotor de Anajatuba, Dr. Carlos Augusto.

    Agora chegou hora de você mostrar que não toma partido de grupo político. O que você irá fazer diante desse caso??? É importante refrescar sua memória que ISSO SIM É DANO AO ERÁRIO E QUE ISSO SIM É IMPROPIDADE ADMINITRATIVA.

    Agora faça sua parte e represente o Prefeito Delator Premiado, Sr. Sidney Pereira e seu Secretário de Assistência Social, o Sr. Arimatéia Carvalho, que foram responsáveis pela utilização de veículo oficial, pra dar voltinha em noite de Carnaval no município de Itapecuru, causando DANO AO ERÁRIO, que pode ser calculado facilmente, apenas por um orçamento da Ford. Acione também criminalmente o causador do acidente que tirou a vida dessa mãe de família, sem prestar socorro.

    VALE RESSALTAR Dr. Promotor, que essa conduta configura, obviamente, improbidade administrativa (art. 9º, IV, da Lei n.° 8.429/92):

    IV – utilizar, em obra ou serviço particular, veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer natureza, de propriedade ou à disposição de qualquer das entidades mencionadas no art. 1° desta lei, bem como o trabalho de servidores públicos, empregados ou terceiros contratados por essas entidades;

    O Povo de Anajatuba quer uma satisfação!!! Se posicione agora contra a atual Administração. Ou será que o senhor se posicionava somente contra a Gestão de Hélder Aragão e seus secretários. Ou será que a Prefeitura ficará com esse enorme prejuízo sem que ninguém faça nada??? Quem vai pagar essa conta???

  2. Edvan disse:

    Traidor, é?
    Que patético!
    Vc acusa o rapaz de traição/conspiração. Deveria se envergonhar disso, aliás de q lado vc está?
    Todos sabem que as acusações constantes na denúncia do MP, CGU e MPF até agora revestem-se de legitimidade e veracidade, tanto que foram suficientes para subsidiar a decretação de prisão preventiva dos acusados.
    O traidor a quem te referes foi uma das poucas pessoas q ajudaram os órgãos estatais a elucidarem a verdade sobre os fatos trazendo a verdade à tona e permitindo a justa aplicação da lei.
    Não seria justo que aquela quadrilha q dilapidava o patrimônio público dos anajatubenses se perpetuasse em sua torpeza, desviando recursos públicos e prejudicando, sobretudo, a educação das crianças.
    Como tu mesmo dizes, o rapaz foi quem ajudou a denunciar o crime.
    Quer dizer que isso o torna um traidor?
    É vergonhosa sua sugestão de omissão da verdade, em esconder o crime por paixão política ou sei lá o que.
    Outra coisa: suas insinuações em nada nos convence, pois vc não passa de um propagador de ofensas covardes.
    Sobre os fatos atuais, vamos aguardar as providências de quem tem competência para tanto. Vc, certamente, não é promotor ou procurador para sugerir diligências, se for, faça-o legalmente no processo, não covardemente em blog.
    E pergunto novamente: de que lado vc está? Se vc soubesse da verdade dos fatos, vc a omitiria pra preservar a impunidade de um criminoso? Mesmo que o interesse público fosse prejudicado?
    Vc trairia seu chefinho corrupto?

    • MEL disse:

      Edvan parabéns pela bela colocação.O rapaz parece estar defendendo corrupção, num momento em que todos estão tentando combatê-la.E uma vergonha a postagem desse jovem Domingos onde ele defende os fora da lei como se fosse algo certo e natural.E que o que o Arimateia fez foi errado.Lamentavél mesmo saber que ainda tem gente que defende ladrões e corruptos.É Brasil mesmo, onde até a mentira é comprada e vendida como verdade.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Cancelar Resposta

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

Publicidade