Ao lado de Carlos Lula, funcionários e diretores, governador Flávio Dino cortou bolo em comemoração a mil procedimentos…

O governador Flávio Dino voltou ao Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), cinco meses após a sua inauguração para comemorar a marca de mais de mil cirurgias realizadas no período. A importante unidade de saúde foi alvo da perseguição baixa e rasteira do império midiático da família Sarney, que fez de tudo para que o benefício não fosse entregue para a população.

O HTO fez com que a saúde pública do estado avançasse no cuidado humanizado, uma das prioridades do Governo do Estado e da Secretaria de Estado da Saúde (SES). De outubro até o início de março, o hospital registrou 1.033 cirurgias, 744 pequenos procedimentos (troca de curativos, pontos, pequenas cirurgias), 6.508 consultas, além de 4.411 exames (raio-x, tomografia, eletrocardiograma e ultrassonografia).

“Antes só havia 30 cirurgias ortopédicas por mês em São Luís. Hoje são 300 por mês e logo serão 400. Hoje comemoramos as primeiras 1.000 cirurgias do nosso Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão”, comemorou o governador Flávio Dino por meio das suas redes sociais.

A expressiva marca alcançada em tão pouco tempo pelo HTO evidencia, ainda mais, os interesses da oposição sarneyzista em macular a imagem da unidade. O hospital eleva a saúde pública do Maranhão de patamar, sobretudo a área de traumatologia e ortopedia, gargalo histórico no estado.

O HTO fez com que a saúde pública do estado avançasse no cuidado humanizado, uma das prioridades do Governo do Estado e da Secretaria de Estado da Saúde (SES).


Página 1 de 11