07
ago
2018

A vitimização e o oportunismo de Roseana Sarney

Outra estratégia adotada por Roseana na entrevista foi tentar passar para a população que é defensora de Lula.

Em entrevista para o site da Revista Época, Roseana já deu o tom de como será a sua postura durante as eleições deste ano. Em matéria que fala sobre o preconceito contra o seu sobrenome, a ex-governadora se vitimizou afirmando sofrer discriminação por ser Sarney, nordestina e mulher. Outro artifício usado por ela foi o oportunismo, ao declarar que sempre foi aliada do ex-presidente Lula.

“Existe preconceito contra o nome (Sarney), o nordestino e a mulher. Fui a primeira mulher eleita governadora de um Estado brasileiro, isso em 1994. Até falei no meu discurso sobre o preconceito contra as minorias. Nós sofremos preconceito. Sou nordestina e filha de José Sarney, mas o povo sabe o que ele quer”, disse Roseana.

A vitimização exposta pela ex-governadora na entrevista é uma clara tentativa de esconder os quase 50 anos de mandos e desmandos da sua família no Maranhão. A oligarquia deixou o estado como um dos mais pobres do Brasil e nas últimas posições em todos os indicadores sociais. O “preconceito” do povo não é contra o sobrenome de Roseana, mas sim contra as maldades que a sua família fez com o Maranhão.

Outra estratégia adotada por Roseana na entrevista foi tentar passar para a população que é defensora de Lula. Ela foi uma das artífices do golpe que retirou Dilma Rousseff da Presidência e, consequentemente, culminou na prisão de Lula. Na época, a filha de José Sarney afirmou que apostou no cavalo certo, ao defender o impeachment de Dilma e a ascensão de Michel Temer ao Palácio do Planalto.

“Eu sou fã de Lula. Em 2002, eu trabalhei por ele e em 2006 fui sua líder no Senado. Sou amiga há muitos anos. Em 1989, votei no Lula (apesar das críticas a Sarney). Meu pai sabe. Defendo minhas posições com unhas e dentes”, afirmou na entrevista a oportunista Roseana, que ainda emendou: “Eu sou a favor de a investigação continuar. Não tenho nada a temer e, na minha cabeça, Lula não está preso por causa da Lava Jato, mas pelo apartamento (tríplex do Guarujá), pelo que eu vi”.

A reportagem da Época expôs ainda que José Sarney ficou chateado com as reverências a Lula ocorridas durante a convenção de Roseana. O oligarca não está nem aí para o petista, mas sim em se manter no poder. E é por isso que colocará a filha mais uma vez para disputar a eleição, com vitimização, com oportunismo, com tudo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo