17
jul
2019

A história e os desdobramentos da Pirâmide Financeira de PH…

Paulo Henrique, o PH, líder da segunda maior piramide financeira que se tem notícia em São Luís…

O assunto mais comentado na capital maranhense na atualidade é a falência da pirâmide financeira do PH, como é conhecido o jovem Pedro Henrique (foto).

Muitos figurões de São Luís foram afetados e tantos outros estão envolvidos nesse esquema, no entanto, uma verdade é absoluta, todos que decidiram enveredar nesse caminho sabiam do risco e da ilegalidade do negócio e, mesmo assim, investiram seu dinheiro advindo das mais diversas esferas.

Antes de entrar no assunto de forma mais aprofundada, importante relembrar que “Pirâmide Financeira é como são chamados os esquemas empresariais que tem como principal receita a remuneração pela indicação de novos membros, feita por meio de uma taxa de entrada no negócio. É um esquema fraudulento que atrai investidores com a promessa de ganhos rápidos e retornos altos e, quase como via de regra, sempre alguém sai no prejuízo .”

Pois bem, vamos ao que interessa…

Tudo começou há menos de um ano quando boa parte do grupo originário de outra Pirâmide Financeira – a maior da história que se tem notícia em São Luís – do médico Abdon Murad Júnior, nos quais os valores movimentados beiraram R$ 1 bilhão, decidiu criar o novo esquema empresarial.

Foi então que surgiu a PH Participação situada em duas salas do pomposo Península Mall & Offices, na Península da Ponta D’areia.

Pedro Henrique (PH) no topo da Pirâmide contou, inicialmente, com a parceria de 5 (cinco) figurões, depois mais 6 (seis). No total, 11 (onze) agenciadores ou gerentes, que eram pessoas responsáveis pela arregimentação de investidores – base da pirâmide –  para alimentação do topo.

Esses agenciadores ou gerentes tinham algo em comum: gozavam de certo prestígio na sociedade de classe média e alta e, portanto, conheciam quem possuía patamar financeiro ao ponto de investir altos valores com promessa de retorno em curtíssimo prazo.

Então, foram à caça e conseguiram arrebanhar muita gente “rica”…

Nos últimos meses, muitos gerentes que no início lucraram no esquema não estavam mais botando dinheiro no negócio, o esforço era apenas para atrair mais gente para a Pirâmide, visto que a comissão de até 5% era paga à vista, e portanto, não precisavam esperar até 30 dias para receber.

– Janela de 100%

Do jeito que a Pirâmide caminhava tudo apontava para a falência, pois, abriu uma ‘janela’ de 100% sobre o valor investido que atraiu muitos investidores, ao tempo que também dificultou o pagamento dessas pessoas.

Para agravar as finanças do negócio, a PH Participação ainda concedia comissão de até 5% para agenciadores responsáveis por atrair mais pessoas para o esquema, estratégia que beirava o suicídio do negócio.

Já se sabe que os credores (investidores) assinavam um contrato; Especula-se que o volume de dinheiro na Pirâmide do PH girava em torno de R$ 20 milhões, entretanto, não é sabido ao certo quantas pessoas levaram prejuízo e qual o real valor desse dano a cada uma delas.

– Envolvidos 

Os desdobramentos dessa Pirâmide, caso de fato alcance a esfera policial e/ou judicial, pode expor muitos figurões em São Luís, não apenas os nomes e fotos dessa meia dúzia que já vêm aparecendo em inúmeros posts de blogs, na verdade, a lista é bem mais extensa.

Nessa relação deve ser incluídos policiais militares e civis, investigadores, além de delegados, empresários de grande porte, micro-empresários, jornalistas, blogueiros, radialistas, cantores, músicos, advogados, médicos, vereadores de São Luís, deputados estaduais, deputados federais, secretários, agiotas, membros do judiciário, filhos de políticos e de juízes e até contraventores.

Todos esses misturados no mesmo caldeirão!

– Caso curioso 

Na Pirâmide do PH, acredite, aceitava até cartão de crédito. Existe um caso intrigante de um investidor que foi induzido por um certo agenciador a passar o cartão no valor de R$ 90 mil, além de não ter recebido os juros prometido, a fatura do cartão chegou e a vítima não tem como pagar.

– Covardes 

Agora que veio a falência da Pirâmide, no auge de suas covardias e cafajestês os agenciadores ou gerentes negam de pés juntos que tinham algum tipo de parceria com PH; esquecem das boladas que receberam de comissão em dinheiro por levar investidores para o negócio; negam, também, os lucros que obtiveram; jogam toda a ruína do esquema em Pedro Henrique, como se ele tivesse feito tudo sozinho.

É claro que não! Tudo foi em conjunto!

Todos, inclusive os gerentes ou agenciadores, estão arrolados até o pescoço no esquema. E quem levou prejuízo, deve necessariamente, começar a cobrar primeiro o agenciador que o levaram para “investir” o dinheiro no negócio.

– Estratégia

Assim que se tornou público a decadência da PH Participação por meio de aplicativo de mensagem whatsapp e depois através de post em blogs, a maioria dos agenciadores saíram de São Luís temendo pressão, retaliação e cobranças.

Pior foi um conhecido médico da capital que além de negar a parceria ainda se fez vítima de um golpe e disse por meio de uma nota, “que luta para receber o dinheiro que investiu”. Pura estratégia para tentar se livrar das cobranças das pessoas que ele levou para colocar dinheiro na Pirâmide.

Teve, ainda, uma loja de eletrônicos pertencente a um dos agenciadores, que temendo saques por parte dos prejudicados no esquema, emitiu uma nota dizendo não possuir relação com o figurão.

Existem também agenciadores que, estrategicamente, estão registrando B.O (Boletim de Ocorrência) para se passar por vítima e evitar cobrança.

– PH vivo ou morto?

Pressionado, Pedro Henrique tomou calmantes mais que deveria e passou mal…

Se o assunto vai ser investigado pelos órgãos competentes ainda não é certo afirmar, certeza mesmo é que os prejudicados estão furiosos querendo seu dinheiro de volta, o que é improvável a essa altura.

Diante da pressão, PH chegou até tomar uma dose excessiva de calmantes e foi parar no hospital, público (SUS), de passagem.

Será se o líder da Pirâmide não possui sequer plano de saúde?!

De uma forma ou outra, Pedro Henrique precisa cuidar da sua integridade física, porque existe um grupo que quer ele morto, pois pode entregar muita gente envolvida.

Outros querem ele mais vivo do que nunca, vez que defunto não paga conta…

4 Comentários

  1. blank J Costa disse:

    Excelente postagem. Muito didática e esclarecedora. Parabéns !

  2. blank Intecpt disse:

    Por onde andar esse PH? Ainda está em São Luís? Cadê os outros integrantes? Emmanoel Vilas Boas Rocha e Victor Nascimento?

  3. blank Eu mesmo disse:

    Deveria colocar o nomes dos outros ‘GERENTES’ esses vivem falando que ficou no prejuízo e nós sabemos que eles estão com toda grana!!! Estão ricos!!!

  4. blank Gildete calumby Dete disse:

    Gostaria de sa
    ber como está a apuração desse caso

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo