Política

Prefeito Luciano Genésio…

A prefeitura de Pinheiro realizou, na manhã desta quarta-feira, dia 28, o pagamento dos funcionários efetivos, contratados e comissionados do município.

Apesar da crise e das dificuldades enfrentadas, o prefeito Luciano Genésio não tem medido esforços para manter seus compromissos com o erário publico.

O ano de 2018 inicia-se de maneira diferente, após realizar o melhor carnaval do Maranhão e de ter realizado os governos itinerantes que levaram diversos benefícios a zona rural da cidade, o prefeito cumpre sua palavra e mantém os salários em dia.

“Quero aqui, de público, agradecer a todos os funcionários que acreditaram e que confiaram no prefeito Luciano, o ano de 2017 foi muito difícil, mas assumir um compromisso com a sociedade que iria colocar a casa em ordem e estou cumprindo por quê comigo é dito e feito”, relatou o prefeito Luciano Genésio.

E a prefeitura de Pinheiro vai construindo uma nova história.

ANTES E DEPOIS… Iphan impôs a retirada do letreiro da Câmara de SL…

Há dias a fachada do prédio anexo da Câmara Municipal de São Luís, localizado na Rua da Estrela, no Centro, perdeu o letreiro e o brasão de identificação.

Tudo graças a um pedido do  Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) que fez uma denúncia ao Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), este por sua vez, ofereceu denúncia contra o presidente da Casa, Astro de Ogum (PR).

Segundo o Iphan, foram promovidas alterações sem prévia autorização do órgão Federal nos prédios principal e anexos do parlamento da capital, que é tombado historicamente e faz parte do conjunto arquitetônico e paisagístico da cidade.

No dia 20 de dezembro do ano passado o blog do Domingos Costa tratou sobre este assunto no post: Ação patética do MPF-MA contra a reforma da Câmara de Vereadores de São Luís”.

Dias atrás, o presidente Astro afirmou a jornalista que o tombamento do prédio acaba inviabilizando algumas obras de melhoria. “Já realizamos muitos trabalhos de recuperação na infraestrutura do prédio, como no próprio plenário, na copa, no gabinete da presidência e em outros setores. O problema é que o imóvel, além de ser muito antigo, é tombado pelo Iphan e não se pode realizar qualquer intervenção sem a devida autorização do órgão federal”, destacou  Ogum.

Eliziane Gama, amiga inseparável do agressor Cabo Campos…

A deputada federal Eliziane Gama (PPS) tem se esquivado para não opinar sobre a violenta agressão física do deputado estadual Cabo Campos (DEM) contra a esposa, Mayra José Brandão Marques Campos.

Gama se faz de desentendida pelo fato de preservar amizade há anos com o agressor, que foi enquadrado na Lei Maria da Penha.

Pré-candidata a senadora, Eliziane se esconde exatamente quando deveria mostrar a cara em defesa da mulher maranhense.

Lamentável a atitude da deputada federal que até ‘ontem’ fazia questão de defender as causas feministas no Congresso Nacional.

Estaria Eliziane à favor do amigo agressor e contra a mulher?

  • LEIA TAMBÉM:

– A cadeira do deputado Cabo Campos na Assembleia…

– Além de covarde, deputado Cabo Campos também é mentiroso; entenda

A deputada estadual Andrea Murad deu uma declaração estarrecedora sobre o que pensa do programa Escola Digna, que está substituindo estruturas de barro e palha por outras de alvenaria, elevando o padrão da educação do estado.

“Eu acho que as pessoas estão se contentando com tão pouco. Dá até vergonha de subir nesta tribuna para tratar deste assunto. Não é possível que as pessoas não percebam que isso é um absurdo, que isso é uma vergonha e que isso não tem nada para se orgulhar e se vangloriar, muito pelo contrário”, disse Andrea Murad.

Diante do absurdo, a deputada Valéria Macedo respondeu. “Imagine você ensinar uma criança em uma escola de taipa coberta de palha, que se chove molha tudo, chão batido, sem uma cadeira confortável. É claro que a presença e a formação dos docentes são muito importantes, mas nós não podemos dizer que isso não é nada, que isso não representa nada, que isso é engodo. E não é! Eu tenho comprovado isso na minhas andanças e na minha região”, respondeu.

Não convencida, a filha de Murad completou: “isso não é nada”.

Que triste, uma representante do povo classificar um importante programa de inclusão social dessa forma.

Proposição do vereador Beka segue agora para o governador Flávio Dino…

O vereador Beka Rodrigues (PCdoB), presidente da Câmara Municipal de Raposa apresentou indicação junto à Mesa Diretora na qual reivindica do governador Flávio Dino, que determine ao secretário de Educação, Felipe Camarão, a instalação de uma unidade da Escola Digna no povoado Canto, localizado na Ilha de Curupu.

Na Ilha, conhecida como um dos símbolos do poderio econômico da família Sarney, existe há decadas uma vila de pescadores e marisqueiras, conhecida como Canto.

No local, moram cerca de 50 famílias e funciona o anexo da Unidade Escolar Manoel Batista, pertencente à rede municipal pública de ensino. A escola multisseriadas possui 15 alunos.

“A comunidade de Canto vive um grande dilema, por conta da falta de uma formação pedagógica adequada para as crianças e adolescentes.  A única escola existente no povoado  funciona num barracão de madeira, sem infraestrutura. Isso provoca uma estagnação educacional numa área formada por pescadores, que almejam um futuro melhor para os seus filhos”, destacou Beka.

Beka Rodrigues ressalta ainda ser inconcebível,  que, em pleno século 21, ainda exista uma situação como essa, numa área metropolitana, que é utilizada para local de descanso e lazer por um ex-governador, ex-presidente da República e ex-dirigente  do Congresso Nacional, um homem que se diz intelectual e que é, também membro da Academia Brasileira de Letras, autor de uma vasta obra literária.

Será que o ex-presidente Sarney vai permitir a construção da escola Digna em plena Ilha?

Ex-diretor-geral foi exonerado pelo recém-empossado ministro Extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Indicado por Sarney, Segovia é demitido do comando da Polícia Federal…

Indicado pelo ex-senador José Sarney para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal, o delegado Fernando Segovia foi demitido nesta terça-feira (27).

A decisão partiu do  novo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que decidiu trocar o comando PF, transferido do Ministério da Justiça para a nova pasta. Segovia será substituído pelo delegado Rogério Galloro.

A queda de Fernando Segovia mostra, ainda, a fragilidade de Sarney no governo Temer.

O inferno astral do pai da ex-governadora Roseana não é de hoje, além de perder a indicação na PF, Sarney também conseguiu criar uma crise no governo federal, no inicio do ano, quando barrou o nome do petebista deputado federal Pedro Fernandes para o Ministério do Trabalho e Emprego.

  • LEIA TAMBÉM:

– Será que Temer vai exonerar diretor da PF indicado por Sarney?

O pacote de ações anunciado pelo secretário Assis Filho durante a reunião faz parte do Brasil Mais Jovem 2018.

O secretário Nacional de Juventude, Assis Filho, tem uma das gestões mais bem avaliada no Planalto e com reconhecimento internacional, nesta segunda-feira (26), Assis participou da Reunião do Grupo Assessor Interagencial de Juventude – ONU Brasil. Na ocasião, o secretário assumiu a copresidencia do Grupo Assessor na primeira reunião discutiu as ações estratégicas para 2018 relacionadas à juventude, além de um balanço do trabalho realizado no ano passado.

O Grupo Assessor Interagencial de Juventude busca estabelecer um espaço de diálogo entre o governo, a sociedade civil e as Nações Unidas no tema de Juventude, fortalecendo a articulação e o trabalho conjunto em iniciativas com foco na juventude brasileira.

Atualmente o grupo é coordenado pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e integrado pelas seguintes agências do Sistema ONU: Organização Internacional do Trabalho (OIT), ONU Mulheres, Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento (PNUD), Escritório das Nações Unidas Sobre AIDS/DST (UNAIDS), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Programa Voluntário das Nações Unidas (UNV), Escritório do Coordenador Residente da ONU no Brasil e o Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE).

O Plano de Trabalho do Grupo será composto por três eixos prioritários: Grupos de jovens em situação de vulnerabilidade; Processo eleitoral e participação da juventude na política e a Campanha Vidas Negras.

Em sua fala, Assis Filho apresentou os dados do Índice de Vulnerabilidade Juvenil, divulgados em dezembro de 2017 e que nortearão as ações do Novo Plano Juventude Viva, previsto para ser lançado em março, junto com outros dois programas que visam diminuir os altos índices de vulnerabilidade da juventude negra.

O pacote de ações anunciado pelo secretário Assis Filho durante a reunião faz parte do Brasil Mais Jovem 2018. Além do Novo Plano Juventude Viva, a SNJ vai lançar o Inova Jovem, com ações de empreendedorismo voltadas para os jovens negros e negras que moram em comunidades carentes e o Estação Juventude 2.0, que vai contemplar 27 municípios em sua primeira etapa, levando cidadania e qualidade de vida para jovens de 15 a 29 anos, por meio de cursos e oficinas que fortaleçam sua capacidade de inclusão, participação social e emancipação. Até agosto deste ano serão capacitados dois mil jovens em suas próprias comunidades, em cidades selecionadas a partir das estatísticas divulgadas no IVJ e em todas as capitais do país.

A próxima reunião do Grupo está marcada para o dia 06 de março. Participaram também da reunião o Representante do UNFPA Brasil, Jaime Nadal Roig, o coordenador de Políticas Transversais da SNJ, Helber Borges e o vice-presidente do CONJUVE, Marcus Barão.

Cadeira vazia…

Desde que surgiram as denúncias de agressão contra a própria esposa,  o deputado estadual Cabo Campos (DEM) sumiu do Plenário da Assembléia Legislativa. A cadeira do parlamentar está fazia, o que não é de costume, dada a assiduidade do deputado na ALEMA.

O deputado chegou a gravar um vídeo (VEJA), negando o ocorrido, mas foi desmascarado pela deputada Valéria Macedo que confirmou a agressão e ainda avalia a possibilidade de abertura de processo no Conselho de Ética da Assembleia contra o Cabo.

Partiu da delegada Edeildes Nascimento Pereira o pedido de medidas protetivas contra o deputado, entre as solicitações, a suspensão da posse de arma do parlamentar. O caso foi encaminhado para a  juíza da 2ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar contra Mulher, Lúcia Helena Barros Helluy da Silva, que enviou o processo ao Tribunal de Justiça, sob os cuidados do desembargador Jaime Ferreira.

Pelo Boletim de Ocorrência,  a esposa Mayra José Brandão Marques Campos, com quem o parlamentar é casado há 24 anos, foi agredida de forma brutal no dia 04 de fevereiro, por volta das 12h. A mulher teve o aparelho ortodôntico arrancado com um dos socos.

1 2 3 12

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894
Celular: (98) 98160-1081

RÁDIO TIMBIRA

https://www.ma.gov.br/wp-content/uploads/2018/07/Timbira-Banner-player-2018.gif?w=700

Publicidade