Quem acompanha a conta do governador do Maranhão Flávio Dino (PSB) no twitter se deparou com um retweet neste final de semana que diz muito sobre quem será o nome escolhido por ele para sua sucessão nas eleições de 2022.

Dino compartilhou uma publicação do vice-governador na qual Carlos Brandão (PSDB) diz que tem percorrido o estado, levando ações do Governo e deixando claro que a hora é de trabalho.

“Chegará o momento de discutirmos sobre 2022. O governador Flávio Dino saberá conduzir o processo da melhor forma e pensando, sempre, no Maranhão.” declarou o tucano.

Para bons entendedores da política maranhense o post, em si, é a escolha de Dino para as eleições do ano vindouro.

Mais claro impossível!

Coronel reformado da PM-MA, Antônio Roberto dos Santos Silva.

Coronel reformado da PM-MA, Antônio Roberto dos Santos Silva.

Nesta segunda-feira (21) o Blog do Domingos Costa recebeu uma denúncias contra o coronel reformado da Polícia Militar do Estado do Maranhão, Antônio Roberto dos Santos Silva, atual adjunto da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (SEMUSC), em São Luís.

O denunciante pediu para que seu nome e de seus colegas fossem preservados temendo retaliações. De acordo com os relatos, o adjunto da gestão Braide é o que se conhece popularmente como “cavalo batizado”, devido a arrogância com quem trata os funcionários do órgão municipal.

“A postura dele está prejudicando a SEMUSC e levando péssima imagem para nosso órgão. Não sei se pelo fato de ser um coronel esse senhor se acha acima de todos e possui esse comportamento de boçalidade, ignorância, xingando, palavras depreciativas, baixo calão e até atitudes racistas que não condizem com a postura do cargo que ocupa”, (sic) disse ao Blog do DC o denunciante.

As reclamações prosseguem dando conta que, dias atrás, o adjunto humilhou uma funcionária que serve café na secretária. “Na frente de várias pessoas, o senhor Antônio Roberto fez essa mulher chorar nos corredores com palavras grossas e pura boçalidade”. contou.

De acordo com a denúncia, o Cel Roberto é conhecido em São José de Ribamar onde atuou na gestão do ex-prefeito Eudes Sampaio e ganhou a mesma “fama” devido a postura a qual vem adotando como adjunto do governo Eduardo Braide. “Em Ribamar ele chegou ser alvo de uma denúncia de uma servidora por assédio moral“, relatou.

Ainda segundo a denúncia, o secretário da pasta, delegado da Polícia Civil Marcos Affonso, possui postura bem diferente do seu adjunto. “O Dr. Marcos Afonso é completamente o oposto desse coronel, o secretário trata todo mundo bem, os guardas municipais gostam muito do delegado, porém, o comportamento do adjunto é deplorável e se faz necessário que a administração municipal tome conhecimento do que está acontecendo na SEMUSC”, finalizou.

– Outro lado 

O Blog do DC buscou durante toda a manhã contato com o Cel. Roberto, porém, até a publicação desse post não obteve êxito. O espaço permanece franqueado.

Olinda Nova, São João Batista e São José de Ribamar foram os municípios.

Glalbert Cutrim participa da entrega de cestas básicas aos municípios de Olinda Nova, São João Batista e São José de Ribamar

Parlamentar participou da entrega de cestas básicas aos municípios de Olinda Nova, São João Batista e São José de Ribamar.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Glalbert Cutrim (PDT), participou na manhã desta segunda-feira (21), de mais uma etapa do Programa Comida na Mesa, que já distribuiu mais de 500 mil cestas aos municípios maranhenses.

Durante a cerimônia, Glalbert, ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB), realizou a entrega simbólica aos municípios de Olinda Nova do Maranhão, contemplado com 563 cestas básicas, ao município de São João Batista, que recebeu 786 cestas e ao município de São José de Ribamar, contemplado com 6.803 cestas.

O número de cestas destinados a cada município é definido proporcionalmente ao número de habitantes, e as cestas de alimentos do Comida na Mesa são adquiridas com produtores da agricultura familiar e as distribuições coordenadas pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), com apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) e da Secretaria de Estado de Governo (Segov).

“Agradeço ao governador Flávio Dino por somar forças com os municípios nessa importante tarefa, que é levar alimento a quem mais sofre com a crise causada pela pandemia. O Comida na Mesa age em duas frentes importantes, pois aquecesse o mercado com a aquisição de produtos da Agricultura Familiar, e leva alimento para mesa de quem precisa de verdade,” destacou o deputado estadual.

A prefeita de Olinda Nova do Maranhão, Conceição Cutrim (PDT), destacou a união de forças nessa importante ação. “Juntos, unindo forças, venceremos essa crise causada pela pandemia”, disse.

Operação do Gaeco ocorreu em abril deste ano

Ministério Público do Maranhão ofereceu, na última sexta-feira, 18, denúncia contra o deputado federal José Lourenço Bomfim Júnior, conhecido como Júnior Lourenço, um dos alvos da Operação Laços de Família, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) no dia 15 de abril. Na ocasião, foram cumpridos 32 mandados de busca e apreensão em São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Miranda do Norte e Bom Jardim.

Com base nos elementos e provas coletados, o Ministério Público do Maranhão requer que seja autuada a denúncia e proferida sentença condenatória pelos crimes de fraude em procedimento licitatório, peculato e organização criminosa, com perda de cargo ou mandado eletivo dos denunciados, além de pagamento do valor de R$ 22.061.477,53 como forma de reparação dos danos ao erário.

Além de Júnior Lourenço, também foram denunciados Carlos Eduardo Fonseca Belfort, conhecido como Negão, ex-prefeito de Miranda do Norte; os empresários Tiago Val Quintan Pinto Frazão, Bruno Val Quintan de Menezes, Paulo Ricardo Nogueira Ayres Val Quintan e mais 20 pessoas, inclusive pessoas que ocupavam cargos na prefeitura até o período atual e que foram afastadas do exercício de suas funções por deferimento de medida cautelar.

Segundo as investigações, iniciadas a partir de denúncia do Tribunal de Contas da União (TCU), foram identificados desvios de recursos na Prefeitura de Miranda do Norte, no período de 2017 a 2020, durante a gestão do ex-prefeito Carlos Eduardo Fonseca Belfort. O mesmo esquema teria sido usado pelo também ex-prefeito e atual deputado federal Júnior Lourenço, que esteve à frente da gestão do município no período de 2009 a 2016, apontando para a existência de uma organização criminosa.

A denúncia foi assinada pelos promotores de justiça Luís Samarone Batalha Carvalho, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim; Ana Carolina Cordeiro de Mendonça Leite e Fernando Antonio Berniz Aragão, integrantes do Gaeco; e Marco Aurélio Ramos Fonseca, que responde atualmente pelas 1ª e 2ª Promotorias Criminais do Termo Judiciário de São Luís.

De acordo com o documento, encaminhado ao titular da 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário de São Luís, as investigações apontam a existência de três núcleos de agentes classificados com base na atuação de cada um: político, composto pelos ex-gestores Carlos Eduardo Fonseca Belfort e Júnior Lourenço; empresarial, comandado por Tiago Val Quintan Pinto Frazão, que está presente no município de Miranda do Norte desde a gestão de Júnior Lourenço; e administrativo, formado pelos secretários municipais Antônio da Conceição Sanches, Alysson Rogério Mesquita de Oliveira – atualmente vice-prefeito do município – e Adson Mendonça Mendes, além de outros servidores da prefeitura de Miranda do Norte, inclusive membros da Comissão Permanente de Licitação (CPL).

Ainda segundo a denúncia, desde 2009, primeiro ano do mandato do ex-prefeito Júnior Lourenço, foi constituída, de modo permanente e ordenado, uma organização criminosa com ramificações dentro do município de Miranda do Norte com o objetivo de obter, direta e indiretamente, vantagens indevidas por meio das práticas de crimes licitatórios e crimes contra a Administração Pública.

Gestor raposense pagou essa semana a antecipação da primeira parcela do 13º salário a efetivos e também comissionados e, ainda, ultrapassou a aplicação de mais de 12 mil doses de vacinas contra a covid-19.

Prefeito Eudes Barros (PL), do município de Raposa.

Prefeito Eudes Barros (PL), do município de Raposa.

O prefeito Eudes Barros (PL) tem dois bons motivos para comemorar o avanço de sua gestão no município de Raposa. Esta semana a prefeitura, entre outros serviços, pagou a primeira parcela do 13º salário aos servidores públicos efetivos e também os comissionados.

O pagamento foi uma ótima surpresa a todos aqueles trabalhadores que não são concursados da prefeitura mas também receberam o benefício que ajudará a movimentar a economia raposense nesse momento de pandemia.

“Essa é uma demonstração de respeito e reconhecimento ao trabalho que vem sendo efetuado por todos os nossos funcionários na construção de uma cidade mais desenvolvida”, comemorou o gestor raposense.

– Mais de 12 mil vacinas aplicadas

Outra importante marca da gestão Eudes é a aplicação de mais de 12 mil vacinas contra a covid-19. Apenas nesta sexta-feira (19), em mais um Dia “D” de vacinação, a prefeitura de Raposa aplicou 1326 doses da vacina, batendo o recorde de imunizações em um único dia na cidade.

Além disso, o município foi o primeiro situado na Grande Ilha que iniciou vacinação em pessoas com 20 anos.

Na sexta retomou a vacinação de gestantes e puérperas, que estava suspensa. Por recomendação do Ministério da Saúde, esse público se imunizou com as vacinas da Pfizer ou Coronavac. Para as pessoas na faixa etária acima de 20 anos, a SEMUS disponibilizou AstraZeneca.

O Dia “D” visa agilizar o processo de imunização em Raposa. Para isso, além dos Centros de Vacinação e todas as Unidades Básicas de Saúde, existe o ponto de apoio na Escola Maria Reis Trindade na Pirâmide.

– Números 

Até agora foram 13.809 doses aplicadas, dessas, 12.188 relativa a primeira dose e 1.621 da segunda. Esses números representam uma cobertura de 74,7% da população vacinada em relação às vacinas destinadas ao munícipio.

Weverton fez questão de publicar nas suas redes sociais fotos com Lupi pouco antes da entrevista em Teresina, deixando claro que estava mandando um recado ao governador Flávio Dino.

Weverton fez questão de publicar nas suas redes sociais foto com Lupi pouco antes da entrevista em Teresina, deixando claro que estava mandando um recado ao governador Flávio Dino.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi concedeu entrevista na sexta-feira (18) ao programa de televisão Agora, da Rede Meio Norte em Teresina-PI. Na ocasião, ele disse que a candidatura do senador Weverton Rocha é ‘irreversível’. “Weverton é candidato a governador irreversível. Com ou sem (Flávio Dino)”, desafiou.

O Palácio dos Leões recebeu as palavras pedetistas como uma afronta e um aviso prévio de rompimento.

Ao Blog do Domingos Costa, um pedetista ligado a Weverton, informou que a investida do chefão do PDT foi toda confabulada pelo senador maranhense, que precisava de alguém para “mandar um recado” ao governador Flávio Dino.

Prova disso é que Rocha estava em Teresina na hora da entrevista e deu as coordenadas para Lupí minutos antes do programa começa.

Na imagem acima, o próprio Weverton publicou em suas redes sociais a foto com o presidente nacional de seu partido, a quem possui ligações políticas “intimas”.

A roupa que Lupi posou para foto com Weverton, por exemplo, foi a mesma que ele estava vestido durante a entrevista minutos após. Isto é, tudo que disse o presidente nacional do PDT fez parte de um ‘scrip’ traçado por ele e Rocha.

– Traições do PDT contra o PCdoB

Na entrevista, quando falou do PDT maranhense, Lupi disse que o partido sempre foi aliado de Flávio Dino e esteve com ele mesmo quando o PT de Lula optou pela família Sarney.

Carlos Lupi, porém, esqueceu de lembrar as duas recentes traições pedetista contra o PCdoB. Na eleição de 2008 pela prefeitura de São Luís, por exemplo, o partido optou por João Castelo em detrimento de Flávio Dino.

E, no ano passado, também na disputa pelo Palácio de La Ravardière, o mesmo PDT de Weverton Rocha não seguiu as orientações do governador Flávio Dino, traiu o acordo político e aderiu à campanha de Eduardo Braide.


LEIA TAMBÉM:

– DESESPERO NO PDT! A pedido de Weverton, Carlos Lupi afronta Flávio Dino; assista o vídeo

No Maranhão são mais de 8,7 mil vidas perdidas para a pandemia

De acordo com Flávio Dino, todas “as vidas são sagradas e não podem ser banalizadas”.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), decretou, neste sábado (19), luto oficial pelas mais de 500 mil mortes resultantes de complicações por infecções pela covid-19.

De acordo com Flávio Dino, todas “as vidas são sagradas e não podem ser banalizadas”.

Com o decreto, ficam suspensos todos os eventos festivos patrocinados pelo Estado ou realizados em instalações públicas estaduais.

“Estou decretando hoje LUTO OFICIAL de 3 dias, no âmbito do #Maranhão, em face da enorme tragédia representada por 500.000 mortes por #coronavírus no #Brasil. Todas as vidas são sagradas e o mal não pode ser banalizado. Minha solidariedade às famílias brasileiras”,  diz o comunicado.

Governo inaugurou 7 Escolas Dignas no município de Bequimão

Durante movimentada agenda no município de Bequimão, a cerca de 75 km de São Luís, o vice-governador Carlos Brandão inaugurou, nesta sexta-feira (18), mais sete unidades do Escola Digna, programa da gestão Flávio Dino que tem o objetivo de qualificar o processo de ensino e aprendizagem na educação básica e elevar os índices educacionais em todo o Maranhão.

Brandão enfatizou a parceria entre Estado – que equipou todas as escolas –, e Município, destacando o trabalho de continuidade realizado nas gestões da prefeitura de Bequimão.

“A educação é o caminho, é uma prioridade do nosso governo, e fico feliz de saber que é uma prioridade daqui também. E no momento que a gente vem inaugurar sete escolas, não é qualquer coisa, é compromisso com a educação”, comentou o vice-governador na inauguração da Escola Municipal Josefa Ambrosia Boaes, no povoado Monte Alegre.

A gestora Jeronilde Pereira comentou sobre a facilidade que a nova escola vai oferecer para poder receber alunos de séries entre o 6º e o 9º, que antes só poderiam estudar na sede do município.

“Vamos trazer os nossos alunos da educação infantil ao 5º ano do ensino fundamental para acolhermos aqui na escola, e vamos fazer a transferência dos alunos que estão estudando na sede do município, pra trazer pra cá, que é do 6º ao 9º ano, e vamos acolher uma faixa de 100 alunos”, informou.

A nova escola já está fazendo a alegria daqueles que são a principal razão de ela existir: os alunos. “Muito, muito bonita.” Assim a pequena Emily Gabriele Pereira Santos, de 7 anos, definiu a nova escola. Ela, que tem como preferência a disciplina de Artes, está ansiosa para matar a saudade “das professoras e dos meus amigos”, conta.

Entrega de barracas da feirinha da agricultura familiar

O secretário municipal de Educação, José Ribamar, acredita que a inauguração das escolas representa a construção de um futuro digno para as crianças do município. “São sete escolas, em parceria com o Governo do Estado, que nos deixam muito feliz por trabalhar nesse regime de colaboração. Acreditamos que através da educação a gente vai conseguir melhorar os problemas sociais do nosso município”, disse.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, também destacou a parceria que o governo estadual realiza com os munícipios, que, segundo ele, prioriza a educação, com inauguração e reformas de escolas e bibliotecas, além de disponibilização de recursos.

“É uma parceria frutífera do Governo Flávio Dino. Quero parabenizar imensamente o ex-prefeito Zé Martins e o atual prefeito João Martins, que demonstram que essa união faz a força, como diz o ditado bíblico. Faço questão de registrar: são obras de sete escolas”, enfatizou.

O prefeito João Martins agradeceu a presença do vice-governador Carlos Brandão e o apoio destinado para viabilizar a inauguração das escolas. “É um momento de conquista, e a gente se sente honrado com a presença do vice-governador”, resumiu.

Outras ações em Bequimão

Visita ao Farol do Saber, em Bequimão

Outro povoado beneficiado com a entrega de Escola Digna foi o de Vila Nova. O vice-governador também assinou ordem de serviço para a realização de reforma no Farol do Saber, entrega de kits escolares, de barracas da feirinha da agricultura familiar e entrega de cestas básicas, pelo programa Comida na Mesa.

Brandão ainda fez assinatura para a promoção do Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf), em apoio à comercialização e geração de emprego e renda para quebradeiras de coco babaçu da região.

Participaram da agenda o deputado Zé Inácio; o secretário adjunto de Agricultura Familiar e Economia Inclusiva, Ivaldo Rodrigues; e o secretário da Agricultura Familiar, Rodrigo Lago.

O melancólico mandato de RR termina no próximo ano, e nesse período, ele mostrou aos maranhenses para o que serve um senador...

O melancólico mandato de RR termina no próximo ano, e nesse período, ele mostrou para o que serve um senador…

Em 2014 quando foi eleito graças ao apoio de Flávio Dino, o então socialista Roberto Rocha usou um lema na sua campanha: mostrar ao povo do Maranhão “para que serve um senador”.

Essa frase foi repetida por ele inúmeras vezes durante a campanha eleitoral, sobretudo, nas propagandas de TV, rádio e rede sociais.

Ocorre que desde o inicio do seu mandato, Rocha ficou conhecido apenas por trair aqueles que o elegeram e criar projetos/maquetes que nunca saíram do papel.

Roberto, também, entrou para a história como único político maranhense com mandato de senador da República a ser expulso de um partido político, por falta de afinidade ideológica e traição generalizada.

Outra marca de “RR” foi se aliar ao presidente golpista Michel Temer e votar contra os interesses dos trabalhadores durante a Reforma Trabalhista.

E nesta semana, o senador maranhense mais uma vez mostrou “para que serve um senador”, ao votar pela aprovação da Medida Provisória (MP) nº 1.031/2021 que permite o governo Bolsonaro colocar a venda um dos grandes patrimônios da população brasileira: a Eletrobrás.

Na prática, Roberto votou pela entrega da Eletrobrás ao capital estrangeiro.

Faltando pouco mais de um ano para findar o macambúzio mandato de RR, agora, os maranhenses já sabem “para o que serve um senador”.


LEIA TAMBÉM:

– Roberto Rocha: Uma vez traidor, sempre traidor…

Veja como foi a gestão de três anos e três meses de Roberto Rocha no PSDB do Maranhão

Nesta sexta-feira (18) o presidente nacional do PDT Carlos Lupi esteve no programa AGORA da TV Meio Norte de Teresina-PI para mandar um recado ao governador Flávio Dino.

De acordo com o amigo “íntimo” de Rocha, se o pedetista não for o escolhido pelo governador Flávio Dino o partido irá lançar Weverton ao governo de qualquer forma.

As palavras de Lupi foram combinadas com o senador maranhense que quer a todo custo impor seu nome como o candidato do grupo Flávio Dino.

Porém, os mais próximos aos Leões sabem que o pedetista é carta fora do baralho. Logo, o recado de Carlos Lupi a Flávio Dino nada mais é que um ato de desespero.

1 2 3 1.429

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade