Tucano Bigú segura o modelo do cartão “Mais que Legar”…

Embora o programa do governo Federal Bolsa Família tenha sido criado pelo pestista ex-presidente Lula, o prefeito de Santo Antonio dos Lopes, a 305 km de São Luís, Bigú de Oliveira, do PSDB, não se acanhou em criar o mesmo programa a nível municipal.

Na manhã sexta feira (08), a prefeitura por meio da secretaria Municipal de Assistência Social, realizou na praça Abraão Ferreira, a grande festa de lançamento do programa bolsa família Municipal.

No local, uma grade estrutura foi montada para celebrar a chegada do importante programa de transferência de renda, que vai beneficiar mil famílias em situação de estrema necessidade, mas que a partir de agora, vão poder contar com o cartão “Mais que Legal” e a quantia de R$ 250,00 todo mês com pagamento direto na lotérica.

Diante da Praça lotada, população festeja lançamento do bolsa família municipal em Santo Antônio dos Lopes.

O prefeito tucano no seu discurso para milhares de pessoas da sede e zona rural, agradeceu a Deus, e as pessoas que confiaram a ele, a oportunidade de estar ali como prefeito, lançando um programa de grande alcance social, e que vai beneficiar de verdade as pessoas que mais precisam de apoio do poder público.

O dinheiro usado para custear o bolsa família municipal é proveniente dos imposto da exploração de gás natural na região.

======================================================   3 COMENTÁRIOS






A reportagem abaixo mostra que o Maranhão é o segundo estado com maior número de obras paralisadas, ao todo o estado possui 7.430 casas em abandono.


Na edição desta segunda-feira (11) o jornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo, exibiu reportagem que revela o descaso governo Temer, do PMDB, com as obras do Programa Minha Casa Minha Vida, idealizado ainda no governo Lula.

De acordo com a reportagem, o Maranhão é o segundo estado com maior número de obras paralisadas, ao todo o estado possui 7.430 casas em abandono, somada a outras obras que estão paradas em mais 19 estados.

A paralisação afeta mais de 40 mil famílias que vivem a expectativa de realizar o sonho da casa própria. No total são 38.060 unidades paralisadas em todo o país.

– Maranhão

Nas cidades maranhenses de Imperatriz e Zé Doca, por exemplo, as obras começaram em 2014, no entanto, no ano passado as empreiteiras responsáveis pararam as atividades alegando falta de pagamento por parte do governo Temer (PMDB).

– ASSISTA O VÍDEO ACIMA:

======================================================   COMENTÁRIO






Para fazer o conserto, é necessário esvaziar o sistema, o que provoca interrupção temporária no abastecimento de água nos 159 bairros atendidos pelo Sistema Italuís.

Iniciada ainda no ano 2000, na gestão da ex-governadora Roseana Sarney, a obra da nova adutora do Sistema Italuís é o símbolo das irregularidades que marcaram os 50 anos de regime oligárquico no Maranhão. Suspeitas de superfaturamento e corrupção paralisaram a ação por mais de 10 anos, após relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) atestar várias imprecisões.

Em 2015, após assumir o governo, Flávio Dino tinha um grande desafio pela frente: concluir a nova adutora do Italuís. Após anos de corrupção e irregularidades, seria um desafio herdar uma obra que estava cheia de erros tanto na parte estrutural, quanto no projeto. Até canos foram roubados no final da gestão passada, o que dificultou ainda mais para o novo governo.

A obra parece ter sido deixada justamente para não ser concluída, do tanto de irregularidades que foram encontradas. Uma delas foram as estacas raízes em tamanho 80% menores do que a dimensão correta. Outra foi o projeto/solução de içamento e lançamento da ponte errado.

A obra apresentou também a falta de previsão em projeto de extensão de 800m de tubulação na Ilha (estiva), além do projeto de interligação com adutora antiga dos dois lados (continente e Ilha) inadequado.

Para todos esses problemas, o governo do Estado teve que refazer projeto e submeter à aprovação do Ministério das Cidades. Todos esses problemas encontrados foram resolvidos em tempo recorde. Em menos de três anos – diferentemente dos 14 anos que Roseana não conseguiu concluir – Flávio Dino irá melhorar em 30% o abastecimento de água em São Luís.

Apesar da torcida contra dos sarneysistas, tão logo se resolva o problema de vazamento ocorrido no último sábado, São Luís terá – finalmente e após mais de uma década de espera – mais água para todos. Para isso foi preciso Flávio Dino consertar erros do passado, como ele tem feito com louvor.

======================================================   COMENTÁRIO






Nunca na história do Maranhão se comemorou tanto o adiamento das obras do Sistema Italuís quanto os meios de comunicação ligados à oligarquia Sarney tem feito nas últimas 24 horas. Os sarneysista pouco importam para o fato do problema ter sido decorrente de uma peça que não funcionou de responsabilidade de fabricação de uma empresa privada. E é bom que se diga: Apenas uma das peças dos quase 20km total da adutora deu problema.

Para o sistema de comunicação da oposição e seus afins, tudo é culpa do governo! Não lembram que o novo Sistema Italuís foi deixado com sérios problemas estruturais, de execução, de projeto, e teve de ser completamente refeito pelo governo Flávio Dino. De forma que essa é a diferença entre o passado e o presente é que, apesar dos problemas, a obra será entregue! Mas “eles” não se importam com isso, irão alardear o velho discurso: “Essa obra foi Roseana que deixou”.

-Flávio Dino esteve por duas vezes no local de reparos acompanhando os serviços, confira nos vídeos abaixo:

  • 01:

  • 02:

======================================================   COMENTÁRIO






Essa é mais uma mudança implantada no Maranhão. Hoje o estado tem um governador que enfrenta os problemas in loco e se importa com o bem estar da população…

Uma das qualidades mais reconhecidas pela população maranhense do governador Flávio Dino é a disposição em resolver os problemas do estado. Neste domingo, 10, ele deu mais uma demonstração de atitude e responsabilidade de um gestor ao enfrentar o vazamento da nova adutora do sistema Italuís indo para o front.

Flávio Dino passou quase o dia todo com técnicos da Caema e com representantes das empresas responsáveis pela obra vistoriando o que teria ocorrido e – principalmente – cobrando soluções rápidas para o problema. Quem passava pela BR-135 e se deparava com o governador ali, no meio do povo e dos trabalhadores até a noite, elogiava a atitude. Muitos carros e vans, inclusive, passavam com passageiros gritando elogios a Dino. “Meu governador”, “É isso aí”, eram as frases mais ouvidas na ocasião.

A postura de Flávio Dino é completamente diferente do que ocorria no passado. Quando em qualquer momento de crise a ex-governadora Roseana Sarney se escondia e tinha medo de aparecer, tendo que ser socorrida por ministros chamados pelo seu pai, José Sarney (quem não lembra das rebeliões e das decapitações em Pedrinhas quando Roseana ficou acuada diante do caos no sistema de segurança no estado)?

Continue lendo no Blog do John Cutrim…

======================================================   COMENTÁRIO

======================================================   COMENTÁRIO






Jornalistas e blogueiros durante almoço com a deputada Elisiane Gama, no Cheiro Verde, bairro do Turu em São Luís.

No mínimo polêmica a declaração da deputada federal Elisiane Gama (PPS) durante almoço no restaurante Cheiro Verde com um grupo de blogueiros e jornalistas neste sábado (09).

“Eu tenho um partido que é o PPS, o presidente nacional já deu a total liberdade de apoiar quem eu quiser, que os evangélicos sem exceção, estão todos do meu lado”. Disse Gama, que afirma ser pré-candidata ao Senado em 2018.

Certamente Elisiane sentencia que os “todos” os evangélicos estão do seu lado pelo fato da CEADEMA – Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Maranhão, ter homologado seu nome como a escolhida para as eleições 2018.

No entanto, Gama não é unânime nem dentro das igrejas Assembleias de Deus, e na verdade, estar bem longe de ser  a “candidata oficial” de tantas outras igrejas do seguimento evangélico.

Portanto, a afirmação não passa de uma mentira descarada!

Ainda no almoço de confraternização, a parlamentar aproveitou para também decretar que a sua candidatura é uma reinvindicação justa e irreversível, que pode e deve ser o segundo nome para compor a chapa que visa reeleição do governador Flávio Dino.

======================================================   1 COMENTÁRIO






– Júnior Nenzim deixou a delegacia fazendo acenos ao povo

No vídeo abaixo é possível assistir o exato momento que Júnior Nenzim, acusado de ser o assassino o pai, deixa a delegacia de Barra do Corda. De forma debochada, o acusado acena para o povo como se não estivesse sendo preso pelo assassinato do próprio pai.

– Primeira versão de Júnior do Nenzin

No primeiro momento, o filho do ex-prefeito Nenzin, autor do crime, contou que estava numa picape Ranger  com o pai e parou para que o ex-prefeito fosse urinar e, nesse momento, ouviu um disparo de arma de fogo. Em seguida Nenzin caiu ferido ainda dentro do carro debruçado sobre ele. Versão essa que logo a polícia descobriu que não passava de uma grande mentira!

– Rodando com Nenzin agonizando dentro do carro até o pai perder os sinais vitais

Júnior só levou Nenzin para o hospital quando teve a certeza que o pai já estava sem os sinais vitais. O veículo com os dois não seguiu direto para o hospital. O carro voltou, seguiu pelo condomínio onde mora os dois, depois foi até a casa de um advogado e só aí segue para o hospital 38 minutos depois do evento com Nenzin agonizando no banco da picape Range.

– Medo de ser descoberto pelo desvio de gado 

A polícia informou que Manoel Mariano Júnior, mais conhecido na cidade como “Júnior do Nenzim” ou “Vaqueiro da Barra”, roubou mais de 500 cabeças de gado da fazenda do pai, o ex-prefeito de Barra do Corda-MA, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim. Esse foi o motivo do filho ter decidido, junto com seus comparsas, matar o próprio pai: O medo de ser descoberto!

– Três a cinco pessoas envolvidas 

As polícias Civil e Militar prenderam três pessoas diretamente envolvidas no assassinato do ex-prefeito Nenzim, além do filho Júnior, também foram presos Francisco David Correia de Freitas, por ocultação de provas, pois foi ele que levou a caminhote usada no crime para o Lava Jato e ainda solicitou que fosse feita a lavagem completa, inclusive, com a retirada dos bancos. E também Luzivan Rodrigues da Conceição Nunes, o Luizão, este por sua vez, é o vaqueiro que comandava a Fazenda do povoado Naú e responsável pela venda dos gados desviados. A polícia não descarta outros envolvidos no caso.

– Desmoralizados 

Assim que o caso do assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda veio à tona, a imprensa alinhada à oposição ao governo do Estado, tratou logo de politizar o episódio e pregar a volta da pistolagem no Maranhão. Pelo menos três deputados fizeram questão de subir à Tribuna da Assembléia Legislativa e rechaçar a culpa no governo Flávio Dino. Não durou muito a farsa.. Os fatos, e a atuação eficaz da Secretaria  de Segurança Pública, por si só desmoralizaram todas as mentiras.

– Rapidez

A gestão do secretário de Segurança do Estado, Jeffersson Portela, começa a ser carimbada como a que mais elucidou casos de grande repercussão em curto espaço do tempo. Foi assim no caso da publicitária Mariana Costa Araújo (sobrinha-neta de Sarney), além da menina Alanna Ludmila (fato ocorrido no Maiobão), e agora, na morte do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin.

– Esquecer o assunto

A família Sarney autorizou seus meios de comunicação e afins esquecerem o caso Nenzin, segundo análise interna do grupo a tragédia traz enorme prejuízo político para os pré-candidatos Roseana e Sarney Filho.

– Quem atirou?

Segundo o secretário Jefferson Portela, o ex-prefeito foi executado por um disparo de um revólver 38, a curta distância. Na reinquirição do suspeito, a polícia vai tentar descobrir se o disparo foi feito por ‘Júnior do Nenzin’ ou algum dos dois homens presos que estavam dentro do veículo na ocasião do crime.

– Apresentação em São Luís

O principal suspeito da morte do ex-prefeito de barra do Corda, Manoel Mariano, “Nenzin”, chegou à São Luís no fim da manhã desta sexta-feira (8). Uma aeronave do Centro Tático Aéreo (CTA) trouxe Mariano Júnior, conhecido como “Júnior de Nenzin”, sob forte esquema de segurança.

Chegou a São Luís por volta do meio dia, Manoel Mariano de Sousa Jr., filho e principal suspeito de ser o responsável pela morte do pai, o ex-prefeito de Barra do Corda Nenzin, morto a  tiro de revólver, na última quarta feira. O secretário de Segurança Jeferson Portela, acompanhou o caso de perto.

– Repartição da herança.

Na coletiva de imprensa sobre o caso, o delegado Lúcio, superintendente da Delegacia de Homicídios, declarou que foi uma tarefa em tempo curto, graças à integração das equipes de polícia. “Ouvimos pessoas da família e empregados. Chegamos então à conclusão que o crime tinha sido cometido por alguém da família. Analisamos as provas e também constatamos que o Júnior tinha intensão de acelerar também a repartição da herança. As equipes ficaram 12 horas cercando a casa onde ele foi encontrado”. Disse.

– Tiro disparado a 15 centimetros 

Para o superintendente do Instituto de Criminalística do Maranhão (ICRIM), Miguel Alves, o tiro que matou Nenzin foi disparado a queima roupa. “Primeiro verificamos a primeira versão apresentada, e então foi afastada. Em um segundo momento tentamos descobrir onde havia ocorrido o evento, então comprovamos que no interior do veículo haviam manchas de sangue. No exame cadavérico, comprovou-se a distância que o tiro foi efetuado. Algo em torno de 15 centimetro.”, Afirmou.

– Últimas palavras de Nenzin

Pelo que relatou um dos homens presos acusados de participação no assassinato do ex-prefeito, Nenzin, já atingido e no banco do veículo chamou por várias vezes o nome do filho: “Mariano”.

– Banho ‘frio’

Chamou atenção da polícia a frieza do principal acusado. Segundo a polícia, depois de rodar por mais de 40 minutos com o pai agonizando no banco do carro, Júnior  deixou Nenzin na UPA de Barra do Corda, e depois, seguiu para tomar banho na sua casa.

– Deputado Rigo Teles 

Além da dor da perda do pai e a prisão do irmão, o deputado estadual Rigo Teles (PV) também pode se encrencar. É que dependendo do depoimento do seu irmão, a polícia poderá começar uma nova investigação sobre eventual prática de agiotagem relativa às altas dívidas de campanha eleitoral contraídas em 2016, quando Júnior foi candidato a prefeito e ficou em segundo lugar.

– Gado roubado

Em uma das propriedades da família Teles, a Fazenda do povoado Naú, segundo a Polícia, o ex-prefeito Nenzin tinha uma anotação assinada que totalizava 635 cabeças de gado. Assim que notou o sumiço de boa parte do seu rebanho, o ex-gestor marcou de fazer nova contagem na manhã do dia que morreu [quarta-feira, dia 06]. As investigações apontam que restavam apenas uma média de 60 a 80 gados na propriedade. Portanto, um desvio de algo em torno de 500 a 600 animais, equivale a R$ mais de meio milhão, pelo preço atual de mercado.

– Preso em Pedrinhas

Júnior de Nenzin vai ficar preso temporariamente em uma das unidades prisionais do Complexo de Pedrinhas. Se houver necessidade, será pedida a prisão preventiva. Ele deve ser levado para audiência de custódia neste sábado (8).

– No velório 

Pelas informações da cúpula da Secretaria de Segurança Pública, Júnior estava sendo monitorado desde que deixou a missa onde o corpo do pai estava sendo velado. O acusado soube do mandado de prisão ainda no local e, sequer, foi para o enterro que aconteceu num cemitério do município. Na imagem a baixo, o acusado aparece segurando a mão da sua mãe, a viúva Santinha.

Júnior do Nenzin seguro a mão da mãe durante o velório do pai que ele matou…

======================================================   COMENTÁRIO






A população luminense parece que acordou! Nesta manhã de sexta-feira (08), vários prédios públicos e muros amanheceram com pichações agressivas e acusatórias contra o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra. As mensagens em letras garrafais começaram meses atrás quando do envolvimento da primeira dama Núbia no assassinato do sargento Rubem Macedo. Desta vez, os autores da mensagens taxam o prefeito de “LADRÃO”.

======================================================   COMENTÁRIO






Em Cururupu, governador Flávio Dino participa da 14ª Agritec, entrega equipamento social, obra do Mais Asfalto e títulos de terra.

O governador Flávio Dino abriu nesta quinta-feira (7) a 14ª edição da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), no município de Cururupu. Ele fez uma série de entregas e investimentos para ajudar os produtores da região. Os agricultores receberam 14 toneladas de sementes de arroz e 50 toneladas de sementes de milho. Também foi feita a doação de 15 Kits Feiras, que são compostos por barracas, balança, jalecos, caixa de isopor e caixas plásticas.

Flávio Dino entregou, ainda, sete títulos de terra (totalizando mais de 200 hectares) a agricultores de Cururupu e região, além de liberar centenas de milhares de reais em recursos para os produtores. Foram R$ 170 mil para a cadeia produtiva da mandioca; e foi assinado custeio de R$ 709 mil com o Banco do Brasil dentro do programa Pronaf Mais Alimento.

Além disso, foi firmado convênio com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para a implantação de beneficiamento de sementes. “Estamos plantando uma planta muito especial chamada justiça social. Quando a gente é eleito para uma missão, tem que lembrar a serviço de quem está. Se quer ser governador para poderosos, que sempre tiveram tudo, ou governador para quem sempre foi esquecido e condenado à negação de direitos e invisibilidade”, afirmou Flávio Dino ao abrir a Agritec.

– CRAS

Em Cururupu, governador Flávio Dino participa da 14ª Agritec, entrega equipamento social, obra do Mais Asfalto e títulos de terra.

Em Cururupu, Flávio Dino ainda entregou o novo prédio do Centro de Referência de Assistência Social. O local vai atender mais de 1,5 mil famílias anualmente.

Joanete da Silva Pinto faz parte do grupo de idosos atendidos pelo CRAS, que até agora não tinha um local fixo. “É um sentimento de alegria e alívio porque é uma coisa nossa. Antes era um dia aqui, uma semana ali, um mês acolá. Tinha hora que a gente nem sabia onde estava localizado o CRAS”.

======================================================   COMENTÁRIO

Página 30 de 851« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »