O filme “Polícia Federal – a lei é para todos” tem início com a prisão do doleiro Alberto Yousseff, em uma das suas muitas visitas ao Maranhão, em 2014. Ele iria ao encontro da ex-governadora Roseana Sarney e do ex-chefe da Casa Civil, João Abreu, para entregar uma mala, seguindo depoimentos, que continha R$ 1,4 milhão, fruto de acordo para pagamento de precatórios.

Antes de encontrar com a família Sarney, porém, Yousseff foi interceptado pela Polícia Federal, que o prendeu no Hotel Luzeiros, na Ponta D’areia. Nas cenas do filme é possível vê-lo preocupado conversando com um comparsa. Ele é Marco Ziegert, suposto emissário do de João Abreu, provavelmente o mais influente assessor direto de Roseana Sarney e que dava expediente no Palácio dos Leões.

Estava iniciada ali a Operação Lava Jato. O filme retrata bem o diálogo entre Yousseff e Ziegert. Preocupado com uma ligação anônima, o doleiro chama um táxi para fugir do local e confessa ao colega ter achado a situação estranha. Antes de ir embora e, consequentemente, ser pelo pela PF, Yousseff entrega uma mala para Ziegert e diz: “você sabe o que fazer com isso”.

Ele então deixa uma mala endereçada a João Abreu na recepção do Hotel Luzeiros e cumpre a missão que seria também de Yousseff se ele não fosse preso. Em vários depoimentos para a Polícia Federal, os sarneyzistas afastaram a hipótese de Ziegert ser conhecido da família. Mesmo o irmão de Roseana, Fernando Sarney, tendo sido seu padrinho de casamento.

O elo entre as famílias Sarney e Ziegert ficou ainda mais evidente após a estadia de Roseana ao Bobz Resort, no Piauí, de propriedade de Bob Ziegert, irmão de Marco. A ex-governadora chegou a ter uma foto publicada no Instagram do estabelecimento, que acabou posteriormente apagada.

Será que a intenção de Roseana foi esconder o elo existente entre as famílias Sarney e Ziegert? A evidência de que o homem da mala prestou muitos serviços ilícitos durante o governo oligárquico aumenta ainda mais.

======================================================   1 COMENTÁRIO






Desde quando Núbia Dutra foi nomeada secretária municipal, iniciou uma ‘difusão’ da cor roxa/lilás pelo município, em total descompasso com as cores dos símbolos oficiais de Paço do Lumiar e do Estado do Maranhão, sustenta o MP.

Diversos prédios foram  pintados nas cores roxa e lilás, apesar da bandeira de Paço do Lumiar trazer as cores verde, amarela e azul.

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Paço do Lumiar ingressou, no último dia 17, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito Domingos Francisco Dutra Filho e a secretária municipal de Fazenda, Administração e Finanças, Neusilene Núbia Feitosa Dutra. O motivo é a pintura de prédios públicos nas cores características das atividades políticas de Núbia Dutra.

O Ministério Público recebeu, em maio de 2017, uma representação noticiando que, desde o início da gestão de Domingos Dutra, diversos prédios da administração municipal vinham sendo pintados nas cores roxa e lilás, apesar da bandeira de Paço do Lumiar trazer as cores verde, amarela e azul. O roxo também estaria em uso no site da prefeitura, veículos oficiais, fardamento de servidores municipais, além de documentos e atos de propaganda institucional.

Entre os prédios públicos que utilizam a cor estão as Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Recursos Naturais, de Fazenda e de Administração e Finanças, o Centro de Especialidade Odontológica, a Unidade Básica de Saúde da Família do Maiobão, o CSU do Maiobão, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), além de diversas escolas.

Na investigação promovida pelo Ministério Público, verificou-se que a cor roxa foi utilizada por Núbia Dutra em suas últimas campanhas eleitorais, em 2012, 2014 e 2016. A atual secretária de Fazenda, Administração e Finanças teria a pretensão de se candidatar a deputada federal no próximo pleito, em 2018.

Para a promotora de justiça Gabriela Brandão da Costa Tavernard, desde o início do mandato de Domingos Dutra, quando Núbia Dutra foi nomeada como secretária municipal, “se iniciou uma ‘difusão’ da cor roxa/lilás pelo município de Paço do Lumiar, consubstanciada na pintura dos prédios públicos, escolas, divulgação de material de propaganda institucional, inclusive através do sítio oficial da Prefeitura de Paço do Lumiar, dentre outros, em total descompasso com as cores dos símbolos oficiais do Município de Paço do Lumiar e do Estado do Maranhão”.

Fascinada pelo roxo, Núbia usa desde bijuterias, roupas e até tinta do cabelo da cor predileta…

Na ação, o Ministério Público requer que Domingos e Núbia Dutra sejam condenados ao pagamento de R$ 50 mil em danos morais difusos. Também foi pedido que a Prefeitura de Paço do Lumiar apresente os comprovantes de pagamento dos serviços de pintura de todos os prédios públicos que estejam na cor roxa/lilás, discriminando a origem das despesas, inclusive com informações dos recursos utilizados, a respectiva execução, contratos, notas fiscais, entre outros.

Se condenados por improbidade administrativa, o prefeito de Paço do Lumiar e a secretária municipal de Fazenda, Administração e Finanças estarão sujeitos ao ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa de até cem vezes o valor da remuneração recebida e à proibição de contratar ou receber benefícios do Poder Público, ainda que por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

======================================================   3 COMENTÁRIOS






Secretária Municipal de Administração e Finanças é comandada por Núbia Dutra, primeira dama de Paço do Lumiar.

Agentes do Ministério Público estão nesse momento na sede da Secretaria Municipal de Administração e Finanças de Paço do Lumiar– SEMAF, na Avenida 13, no Maiobão.

Com a chegada do MP na manhã desta quarta-feira (24) houve grande alvoroço entre os servidores do órgão, comandado pela esposa do prefeito, secretária Núbia Dutra.

De acordo com uma fonte do Blog do Domingos Costa, a Promotoria de Paço cumpre mandado de busca de documentos relativos a processos de licitação, todos com sérias suspeitas irregularidades.

A secretaria em questão, alvo do Ministério Público, é a mesma onde na semana passada houve um protesto de vigilantes (Agente de Portaria) que reivindicavam salários em atraso (LEMBRE).

  • LEIA TAMBÉM:

– FRAUDE! Vigilantes recebem cheque de empresa que presta serviço na Limpeza, em Paço

======================================================   COMENTÁRIO






O elo perdido: Roseana, Youssef e os irmãos Ziegert.

Blog do Garrone – O doleiro Alberto Youssef foi preso em São Luís pela Polícia Federal, no hotel Luzeiros. Na ocasião, portava umas malas esquisitas. Quando soube que seria preso, correu para entregá-las a um certo Sr. Ziegert. Este tinha negócios e amizade com João Abreu, então Chefe da Casa Civil de Roseana, destinatário de caixas deixadas por Ziegert na recepção do hotel.

Ziegert era amigo da família Sarney. Com a prisão e processos, baixou a amnésia coletiva e ninguém lembrava dele.

Passados três anos, Roseana Sarney resolve “descansar”, não se sabe bem de que. E para onde ela vai? Para um luxuoso resort da família Ziegert.

O elo perdido apareceu nas redes sociais ontem. Tentaram apagar as fotos de repente, mas a internet é implacável.

E aí está, mais uma vez, Roseana Sarney metida com gente perigosa. Para o escândalo não ficar maior, ela tem o dever de provar que pagou pela hospedagem do luxuoso resort, mostrando os comprovantes. Afinal, fica feio receber favor desse tipo de gente.

======================================================   COMENTÁRIO






Um encontro oportuno nesta terça-feira (23), na presidência da Assembleia Legislativa. O deputado Othelino Neto (PCdoB) recebeu o secretário de Estado de Transparência e Controle, Rodrigo Lago, o deputado Glalbert Cutrim (PDT) e o ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim. A visita do trio, coincidência ou não, aconteceu exatamente após a mídia sarneysista balburdiar intriga entre os “Cutrim’s” e o titular da STC. A imagem abaixo é um banho de água fria na oligarquia Sarney.

  • LEIA TAMBÉM:

– Não existe crise entre família Cutrim e governador Flávio Dino

– “Fakenews”, diz Rodrigo Lago ao desmontar factoide do jornal da família Sarney contra o TCE-MA

======================================================   1 COMENTÁRIO






Com 10 processos,  os membros do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão iniciaram na tarde desta segunda, 22 de janeiro, o ano judicial de 2018 com o compromisso principal de conduzir as eleições de outubro, julgando registro de candidaturas, propagandas, prestação de contas, entre outros de competências originárias e recursais da Corte.

Dois dos processos foram retirados de pauta (Recursos 801-76 e 180-29) e 1 teve pedido de vistas (RE 260-89). As próximas sessões ocorrem nesta terça (23/01), às 9h e 15, no dia 25 (quinta), também às 9h e 15h, na sexta (26/01), às 9h, e no dia 30 (terça), às 9h e 15h.

A presidência está sob novo comando desde 18 de dezembro de 2017. Exerce o cargo o desembargador Ricardo Duailibe. Na Corregedoria, assumiu, na mesma data, o desembargador Cleones Cunha. Os demais membros são: juiz federal Ricardo Macieira; juízes estaduais Itaércio Paulino da Silva e Júlio Praseres; e juristas Eduardo Moreira e Daniel Blume (substituto – em exercício). Já como procurador regional eleitoral funciona Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco.

Os processos julgados nesta segunda foram: Registro de Candidatura 866-35 (relator Daniel Blume, procedência São Luís), Recurso Eleitoral 357-89 (relator Eduardo Moreira, procedência São José de Ribamar), Recurso Eleitoral 565-75 (relator Itaércio Paulino, procedência São Vicente de Férrer), Recurso Eleitoral 584-27 (relatora Kátia Coelho – com vistas para Ricardo Macieira, procedência Santo Amaro), Recurso Eleitoral 639-81 (relator Ricardo Duailibe, procedência Mirinzal) e Recurso Eleitoral 801-76 (relator Ricardo Duailibe, procedência Mirinzal).

======================================================   COMENTÁRIO






Por sua vez, o Baile da Imprensa que vai acontecer no próximo dia 02 de fevereiro, a partir das 19h, na Casa do Maranhão.

Será encerrada neste sábado (27) a partir das 17h,em frente ao Bar do Porto, localizada na área da Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís, a última concentração do Bloco da Imprensa.

O último encontro de folia de rua que reúne os profissionais da Comunicação e também convidados contará com a apresentação dão Tambor de Crioula de Mestre Apolônio, Grupo de Pagode Sambaceuma, Bloco Tradicional Os Feras, Banda Marabloco, Bateria Explosão da Turma do Quinto, Show de Gabriel Melônio e a Banda Bandida.

Neste ano, o cordão carnavalesco da Comunicação chega a sua 20ª edição, e a décima vez que acontece na área da Praia Grande trazendo como tema ‘Questão de Gênero, Número e Grau.O Bloco da Imprensa se reúne desde o ano de 1998 e já teve como concentrações a Avenida Litorânea, o bairro Madre Deus e o Abrigo da João Lisboa.

======================================================   COMENTÁRIO






O secretário nacional de Juventude, Assis Filho, reuniu-se ontem (22) com o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, para delinear as principais ações e estratégias voltadas para a população jovem em 2018. Entre elas, ganha destaque projeto Inova Jovem, que tem como objetivo o combate à violência cometida contra jovens negros entre 18 e 29 por meio de ações afirmativas voltadas para o empreendedorismo.

O Inova Jovem integrará a pasta Brasil Mais Jovem, o maior pacote de ações do Governo Federal voltado para juventude. A iniciativa tem como objetivo reduzir a vulnerabilidade de jovens negros e negras de comunidades carentes que atualmente não têm acesso ao trabalho formal. Nesse sentido, o programa visa abrir 100 turmas de empreendedorismo que atenderão mais de 2 mil jovens em todos os estados brasileiros. Também fazem parte das ações do programa Inova Jovem cursos presenciais, assessoria na incubação de empresas, acompanhamento e apoio com duração de sete meses.

A iniciativa é uma das ações do Plano Juventude Viva, desenvolvido para prevenir a vulnerabilidade dos jovens negros a situações de violência, criando oportunidades de inclusão social e autonomia. O Inova Jovem nasce como uma efetiva política pública levando em consideração o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência, um levantamento oficial desenvolvido pela SNJ em parceria com a Unesco e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, lançado em dezembro de 2017. O estudo agrega dados considerados determinantes na vulnerabilidade dos jovens à violência, tais como taxa de frequência à escola, escolaridade, mercado de trabalho, taxa de mortalidade por homicídios e por acidentes de trânsito e serve como norteador de políticas públicas de juventude .

“Os jovens são a parcela da população brasileira mais afetada pela violência. O Índice de Vulnerabilidade Juvenil nos deu uma visão muito clara sobre os riscos a que a juventude periférica, com recorte de cor, é submetida diariamente. A partir do conhecimento das consequências do racismo, mostrou-se necessário criar políticas públicas afirmativas que garantem aos jovens em situação de vulnerabilidade a oportunidade de conquistar independência financeira e transformar as comunidades nas quais estão inseridos”, disse Assis Filho, durante a reunião com o ministro da articulação política. Na ocasião, o secretário nacional de juventude também apresentou à Carlos Marun o relatório de atividades da SNJ referente a 2017 e o pré-planejamento de ações de 2018.

*Maranhão*
De acordo com a agenda governamental, o Maranhão será beneficiado pelas ações do programa Inova Jovem ainda este ano. Segundo o Índice de Vulnerabilidade Juvenil, o estado figura no topo do ranking que relaciona desigualdade racial e gênero, perdendo apenas para o Rio Grande do Norte onde as jovens negras têm 8,11 mais chances de serem assassinadas em relação às jovens brancas, seguido do Amazonas (6,97) e da Paraíba (5,65). O IVJ também aponta que, em território maranhense, um jovem negro corre duas vezes mais risco de ser assassinado em relação a um jovem branco.

======================================================   COMENTÁRIO






Secretário de Transparência desmoraliza jornal dos Sarney’s…

O secretário de Estado de Transparência e Controle, Rodrigo Lago, usou nesta terça-feira (23) sua conta no twitter para expor indignação no que diz respeito a uma reportagem do jornal O Estado do Maranhão, de propriedade da família Sarney.

De acordo com Lago, a “notícia é mentirosa e não possui o elemento essencial do bom jornalismo que é a apuração. “A mentirosa “reportagem” do jornal O Estado do Maranhão cita nominalmente três autoridades, além de mim, um conselheiro do TCE/MA e uma promotora do MP/MA. Certamente não ouviram nenhum dos três antes de publicarem a mentira.” Diz.

Lago ainda classifica a notícia de “fakenews” e “absurda”. “Bastava ligar ao MP/MA para que O Estado do Maranhão soubesse que se tratava de acusação requentada contra o conselheiro Edmar Cutrim, que já foi arquivada pela PGR, pelo STJ e pelo TCE/MA”. Completa Rodrigo.

Ao jornal O Estado do Maranhão, o titular da STC ainda dá uma aula sobre as competência dos órgãos. “A Secretaria de Transparência e Controle do Governo do Maranhão é o órgão do controle INTERNO do PODER EXECUTIVO. Jamais poderia investigar ou auditar outros poderes. É o TCE/MA quem audita o EXECUTIVO, nunca o contrário.” Conclui.

======================================================   COMENTÁRIO






Ex-prefeito de Ribamar, Gil, Conselheiro Edmar e  Deputado Glaubert…

Não passa de mentira descabida a notícia publicada nesta segunda-feira (22) dando conta de uma infundada briga entre a família do Conselheiro Edmar Cutrim e o governador Flávio Dino.

Em conversa com o deputado Glaubert Cutrim (PDT), o parlamentar afirmou que tanto ele quanto o ex-prefeito de São José de Ribamar Gil Cutrim (PDT) – filhos do ex-presidente do TCE-MA – estão em perfeita harmonia com o chefe dos Leões.

“Meu pai não se mete em política partidária, o âmbito dele é outro. Esse caso requentado sobre suposto ato de improbidade administrativa que envolvia a Secretaria de Transparência e Controle e o Ministério Público é assunto já arquivado no Superior Tribunal de Justiça – STJ. Na verdade, o que estão buscando é intriga e, nisso, já somos vacinados”, explicou o deputado.

O deputado Glaubert afirmou, ainda, que apenas ele e seu irmão – Gil – têm respaldo para falar em nome da família sobre qualquer assunto envolvendo política partidária. “Já ouvir alguns setores falando em nome da minha família, mas não têm autorização”, completou.

======================================================   COMENTÁRIO

Página 10 de 851« Primeira...89101112...203040...Última »