As peripécias com dinheiro público por parte do tabelião Ricardo da Silva Gonçalves como interino do cartório mais rico do Maranhão [1ª Zona de Registro de Imóveis de São Luís], continuam…

Se revolta a sociedade saber que  Ricardo usou dinheiro do cartório de imóveis – que ele se acha o dono – para pagar R$ 300 mil a três advogados que fizeram sua defesa no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o dizer então da farra no pagamento de diárias em um chalé à beira da praia?!

Isso mesmo! Na última vez que o tabelião prestou contas de seus gastos ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), o fez sem Notas Fiscais.

Entre os tantos absurdos, consta a apresentação de dois recibos (cópia acima) de R$ 1.500,00 cada, referente ao pagamento de aluguel Residencial de Imóvel no Chales e Pousadas Brumas do Araçagy. Localizado na Rua das Tarrafas nº 11, quadra 35, Recreio Araçagy.

Chama atenção o fato do recibo está em nome do “1º Cartório de Registro Geral de Imóveis”. O que configura desfrute de dinheiro público para cobrir necessidades e prazeres pessoais do tabelião.

  • LEIA TAMBÉM:

– Recibos comprovam que Ricardo Gonçalves pagou advogados com dinheiro do Cartório 

– Medida moralizadora: CGJ regulamenta indicação de interinos para Cartórios no MA

– Desdobramentos da saída de Ricardo Gonçalves do Cartório de Imóveis

– Permanência de Ricardo Gonçalves no Cartório de Imóveis é um perigo, alerta PGE ao TJ

– Ricardo quer apoio da Des.ª Anildes Cruz para continuar como ‘dono’ do cartório de imóveis

– Em primeira mão: CNJ derruba Ricardo Gonçalves do cartório de Imóveis de São Luís

– Íntegra da decisão do CNJ que afasta Ricardo Gonçalves do Cartório de Imóveis de São Luís

– Ministro Lewandowski retorna Ricardo Gonçalves ao cartório de Imóveis de São Luís

– Polícia abre inquérito para investigar Ricardo Gonçalves do Cartório de Imóveis de SL

– Tabelião do interior faz “lobby” para continuar no comando do Cartório mais rico do Maranhão

======================================================   COMENTÁRIO






Pedro Augusto de Alencar sinaliza rompimento com o presidente da Seccional Maranhão.

Mão de Thiago Diaz começa a pesar sobre Pedro Augusto de Alencar, que reage…

Há meses este blog apresenta fatos e demonstra a ineficiência da atual gestão da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão, comandada pelo desastroso presidente Thiago Diaz.

Em que pese os fatos apurados por este blog, nota-se que diversos aliados já começam a romper com a diretoria, sejam eles conselheiros, presidentes ou vice-presidentes de comissões ou apenas apoiadores políticos.

Desta vez o desastroso Thiago Diaz perdeu o apoio do seu vice-presidente, Pedro Augusto de Alencar, que, em um requerimento encaminhado a própria diretoria (cópia abaixo), explanou seu descontentamento com a maneira que foi criada uma procuradoria das prerrogativas (que deveria ter sido por meio de concurso, conforme será demonstrado em oportunidade futura), bem como problemas enfrentados com o setor de comunicação da entidade.

Não é de hoje que o vice-presidente sinaliza o rompimento com a gestão. Isto porque, conforme apurou este blog, Thiago Diaz estaria com medo de enfrentar Pedro de Alencar em uma provável eleição no ano de 2018. Para isso, tenta, a todo custo, apagar o excelente trabalho do vice-presidente da OAB, que também é presidente da Comissão de Prerrogativas do órgão.

Advogados relataram que a Comissão de Prerrogativas da OAB/MA está mais atuante do que nunca, atendendo a todas as solicitações dos advogados, seja impetrando HC’s ou partindo para defesa dos causídicos.

E isso, ao que tudo indica, tem preocupado o presidente Thiago Diaz, que  numa decisão tirana, resolveu criar uma procuradoria das prerrogativas, comandada por advogados que pretendem apenas benefícios a si próprios (o que já normal na gestão Diaz), e também determinou a não publicação de quaisquer matérias que sejam vinculadas a comissão de prerrogativas, o que é totalmente reprovável.

Tal fato revoltou a classe, chegando ao ponto do próprio vice-presidente, Pedro de Alencar, encaminhar um requerimento para a diretoria da OAB solicitando a rescisão contratual com a empresa que presta serviço de comunicação ao órgão (que inclusive tem sido alvo constante de críticas).

Como afirma o próprio vice-presidente em grave denúncia (documentos abaixo), a empresa foi criada apenas de “fachada” para atender aos mandos e desmandos do Thiago Diaz. Isto é um sinal claro de rompimento com a atual gestão da OAB/MA.

======================================================   1 COMENTÁRIO






Deputado Fabio Braga – SD.

O deputado Fabio Braga – SD, congratulou-se e parabenizou o Sebrae maranhense nessa segunda feira, 28, pelo esforço que ele desenvolve no estado, em busca do fortalecimento e da criação de pequenas e microempresas e da pequena produção rural.

A iniciativa do órgão dessa feita ocorreu através da realização de um treinamento na sua sede social, destinado a capacitar “Atores de Desenvolvimento” e foi dirigido a representantes de prefeituras e a agentes de desenvolvimento do estado, “com a meta de preparar esses atores para que pudessem levar a agricultores e a empresários de suas comunidades, orientações básicas sobre o processo de compra das Prefeituras, mas, também, para discutir e procurar soluções em políticas públicas para o Maranhão, focando nas micro e pequenas empresas, já  que elas respondem por 98% das empresas ativas no nosso Estado” – ressaltou o parlamentar, informando que “mais de 200 pessoas foram capacitadas nesse treinamento”.

O parlamentar lamentou não ter podido participar ao menos da abertura dos trabalhos, mas “fez questão de salientar a importância dos temas debatidos que visaram engajar a gestão pública municipal e as lideranças locais, no processo da melhoria do ambiente de negócios e na promoção de políticas públicas para o desenvolvimento dos pequenos negócios das cidades maranhenses” – resumiu.

 Fábio Braga disse, ainda, que ante o esforço do órgão para participar do processo de retomada da economia a partir da qualificação da mão de obra do pequeno agricultor, do pequeno empresário, do pequeno comerciante e a partir da aposta no empreendedorismo da nossa gente, concluiu sua fala em tom de convocação “é importantíssimo que todos nós deputados, vereadores, prefeitos e agentes econômicos nos engajemos nesse processo de criação de alternativas de negócios e de soerguimento da economia maranhense apostando naquilo que temos de mais valoroso, que é o povo do Maranhão”.

“Temos a bravura e a criatividade da nossa gente, como temos as potencialidades que o Estado possui e que precisam ser objetivamente aproveitadas, para que nossos empregos sejam gerados no mais breve espaço de tempo e retornemos o desenvolvimento normal do Estado e do país” – finalizou.

======================================================   COMENTÁRIO






Márcio Jardim deixará a SEDEL após brilhante atuação…

Caberá ao presidente interino da Câmara dos Deputados, André Fufuca (PP), indicar o substituto do secretário de Estado de Esporte e Lazer (SEDEL), Márcio Jardim.

A troca acontecerá após a visita do ex-presidente Lula ao Maranhão, prevista para a próxima semana.

Jardim deverá concorrer as eleições de 2018. Como primeiro suplente de Weverton Rocha (PDT) ao senado, ou como candidato a deputado estadual.

De certo mesmo que a chegada de um nome apontado por Fufuquinha no governo Flávio Dino, naturalmente, garante o Partido Progressista no palanque do PCdoB em 2018.

======================================================   COMENTÁRIO






Revista Veja denuncia que Sarney Filho e Adriano Sarney, pai e filho, teriam usado helicóptero da Secretaria de Meio Ambiente durante campanha. 

Regalias aéreas de Sarney Filho e Adriano Sarney durante a campanha de 2014…

Há décadas, o sobrenome Sarney se confunde com o do estado do Maranhão. Ali, praças, escolas, ruas e — até o fórum — carregam  esse nome. É natural, portanto, que os membros do clã achem que tudo que pertence ao estado é, na verdade, deles.

Um relatório exclusivo da Secretaria de Transparência do Maranhão prova que a confusão continua. De acordo com o material, o ministro do Meio Ambiente, Zequinha Sarney, e seu filho, Adriano, usaram um helicóptero da Secretaria de Meio Ambiente durante a campanha eleitoral de 2014 em benefício próprio.

Na época, o órgão era ocupado por um aliado, Adriano concorria, pela primeira vez, a deputado estadual; e Zequinha, à Câmara. Segundo o relatório, os passeios aéreos da dupla consumiram, pelo menos, 143 900 reais  dos cofres maranhenses.

O levantamento foi encaminhado para a Procuradoria do Estado e para a PGR.

======================================================   8 COMENTÁRIOS






Ex-deputada estadual foi denunciada, na época, pelo MP por usar o nome de sua doméstica como assessora parlamentar, em seu  gabinete na Assembléia Legislativa.

 

Justiça mantém engavetado há anos processo grave contra Maura Jorge…

A recente condenação do deputado estadual Stênio Rezende (DEM) na 2ª Seção do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, fez a imprensa maranhense recordar da Ação Civil Pública movida pelos promotores João Leonardo Sousa Pires Leal e Marcos Valentim Pinheiro Paixão, titulares da 8ª a 16ª Promotorias de Justiça Especializadas na Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, contra a prefeita de Lago da Pedra e ex-deputada, Maura Alves de Melo Ribeiro, mais conhecida como Maura Jorge.

Ambos os processos foram iniciados na mesma época, entretanto, diferente do processo de Stênio, a denúncia contra a ex-prefeita é um verdadeiro arquivo morto da impunidade na justiça. E até hoje encontra-se engavetado!

A Ação por Ato de Improbidade Administrativa, contra Maura tem por base uma representação criminal protocolada por Gercina Vieira, que foi empregada doméstica da política e de seus familiares. Apesar de receber apenas um salário mínimo por mês, sem sequer ter a carteira de trabalho assinada, Gercina foi admitida , sem seu conhecimento ou consentimento, como Assessora parlamentar de Maura Jorge no período de 01/02/1999 a 03/02/2003. Gercina nunca trabalhou na Assembléia Legislativa nem recebeu a remuneração do cargo.

A ex-empregada doméstica só tomou conhecimento dos fatos ao comparecer ao posto do INSS em Lago da Pedra, em 2005, para requerer sua aposentadoria. Ao ser questionada por Gercina sobre os fatos, a ex-deputada Maura Jorge limitou-se a dizer que essa era uma prática comum entre os deputados, e que ela não deveria reclamar, já que havia recebido as restituições de Imposto de Renda, o que não acontecia com a maioria das pessoas que estavam na mesma situação.

Ao prestar informações ao Ministério Público, Maura Jorge confirmou que Gercina Vieira era sua assessora parlamentar e trabalhava em seu gabinete. As informações, no entanto, divergem das prestadas por João Francisco Batalha, que trabalhava no gabinete da deputada, que afirmou que Gercina nunca prestou qualquer serviço naquele gabinete.

A DENÚNCIA – De acordo com a denunciante, a então deputada solicitou os documentos pessoais da empregada em 1999, sob a alegação de que iria lhe “dar uma ajuda”. Naquele mesmo ano, Gercina Vieira recebeu de Maura Jorge R$ 1 mil, assinando alguns documentos em uma agência do extinto  Banco do Estado do Maranhão (BEM). A alegação da “ajuda” repetiu-se poucos anos depois, ocasião na qual Gercina entregou cópias autenticadas de seus documentos à atual prefeita de Lago da Pedra.

Em 2004, Maura Jorge pediu que Gercina comparecesse à agência do Banco do BEM [vendido para o Bradesco] naquele município para receber restituições de Imposto de Renda. Esse dinheiro (cerca de R$ 3 mil) foi recebido através de procuração dada a um cunhado da ex-deputada, Bráulio Nunes de Sousa Martins. Metade do valor foi depositado em uma conta da filha de Gercina Vieira, conforme combinado, e a outra metade foi entregue em espécie, no gabinete da deputada Maura Jorge, por João Francisco Batalha.

Cabe ressaltar que a ex-empregada doméstica nunca preencheu ou transmitiu via internet qualquer Declaração de Imposto de Renda nem deu poderes, conscientemente, para que alguém o fizesse em seu lugar.

AÇÃO – Para os promotores de Justiça que fizeram a denúncia, está clara a existência de um caso de “funcionário fantasma”, que se caracteriza pela inclusão de suposto funcionário na folha de pagamento do poder público sem que o trabalho seja realmente exercido e sendo a remuneração recebida pelo “dono” do cargo, o que representa uma forma de enriquecimento ilícito. No período de quatro anos, foram pagos em nome de Gercina Vieira, R$ 176.553,00.

Buscando garantir a devolução dos valores aos cofres públicos, o Ministério Público pediu, à época, a quebra do sigilo bancário da conta onde foram depositados os valores destinados à suposta assessora parlamentar, com o objetivo de rastrear esses recursos públicos, e a indisponibilidade dos bens da prefeita de Lago da Pedra, bem como a quebra de seu sigilo fiscal junto à Secretaria da Receita Federal.

Além disso, os promotores de Justiça requereram a condenação de Maura Alves de Melo Ribeiro por Improbidade Administrativa. Entre as penalidades previstas está a devolução aos cofres públicos dos mais de R$ 176 mil recebidos de forma ilegal pela ex-deputada.

ARQUIVO DA IMPUNIDADE

Apesar da operosidade dos promotores de Justiça em torno do caso, o processo contra Maura Jorge emperrou e dormita num dos arquivos mortos da impunidade na Justiça.

Diante da situação embaraçosa envolvendo a Justiça maranhense, ficam três indagações:

1 – Por que o Processo de Maura, igual ou até pior que o de Stênio, continua parado?

2- Quem está segurando o processo da ex-deputada?

3 – Quem são os interessados pela impunidade em relação ao nome de Maura Jorge?

======================================================   COMENTÁRIO






Os quatro contratos chamam atenção pela soma que acalçam valores vultuosos.

Pelo período de um ano [junho de 2017 a junho de 2018], a prefeitura de Paço do Lumiar vai contratar nada menos que 160 links de internet ao valor de mais de R$ 3,1 milhões de reais.

O meio pelo qual o prefeito Dutra realizou a contratação foi através de adesão a ata de registro de preço. A empresa beneficiada é a Paulo de Tarso de Carvalho Bayma Filho – EPP, ou simplesmente, Wiki Telecom, identificada pelo seu nome fantasia. De natureza jurídica tipo empresario individual, a Wiki fica localizada na Rua do Passeio, 877 – Sala 01, Centro – São Luis.

– Detalhes 

Com a secretaria da Administração e Finanças, comandada pela primeira dama Núbia, são nada menos que 40 links de internet ao valor de R$ 782.400,00 (setecentos e oitenta e dois mil e quatrocentos reais). Já com a Secretaria Municipal de Educação são 81 links ao custo de R$ 1.584.360,00 (um milhão, quinhentos e oitenta e quatro mil, trezentos e sessenta reais).

A Secretaria Municipal de Saúde também contratou, são 23 links de internet que custaram R$ 449.880,00 (quatrocentos e quarenta e nove mil, oitocentos e oitenta reais). E por fim, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, 16 links de internet, por R$ 312.960,00 (trezentos e doze mil, novecentos e sessenta reais).

– Pra quê tanta internet?

O total é R$ 3.129.600,00 (três milhões cento e vinte e nove mil e seiscentos). Os dados são do Diário Oficial do Município, publicado no último dia 25 de agosto de 2017.

======================================================   1 COMENTÁRIO






André Fufuca (PP-MA) será o presidente da Casa até a volta de Temer de viagem à China, já que Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumirá a Presidência da República.

O deputado federal André Fufuca (PP-MA) (Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

O presidente Michel Temer (PMDB) vai à China nesta terça-feira, permitindo ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assumir a Presidência da República pela sexta vez no ano. Como Temer levará em seu avião para a Ásia o 1º vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG), o comando da Casa caberá ao maranhense André Fufuca, 2º vice-presidente – ele deverá ficar no cargo até o dia 5 de setembro.

Aos 28 anos, André Luiz Carvalho Ribeiro é parlamentar de primeira viagem em Brasília e adotou como sobrenome o apelido do pai, Francisco Ribeiro Dantas Filho, o Fufuca Dantas (PMDB), atual prefeito de Alto Alegre do Pindaré (MA). Fufuca é um apelido derivado de Francisco

No passado, o deputado Fufuca foi integrante da tropa de choque do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) -hoje, é um aliado fiel de Temer. Outro ex-aliado fiel de Cunha, o deputado Hugo Motta (PMDB-PB) compartilhou o registro de uma ida do grupo a um jogo do Flamengo em 2015, com Fufuca, o então presidente da Câmara e André Moura (PSC-SE), hoje líder de Temer no Congresso:

Médico de formação, Fufuquinha, como é conhecido, iniciou a sua carreira política no PSDB, partido pelo qual foi deputado estadual no Maranhão entre 2011 – foi eleito com apenas 21 anos – e 2014, ano em que passou para o legislativo federal. A vitória, no entanto, veio no nanico Partido Ecológico Nacional (PEN), o mesmo que agora quer mudar de nome para Patriotas e abrigar o sonho presidencial de Jair Bolsonaro (RJ), hoje no PSC.

Projetos

André Moura, Eduardo Cunha, Hugo Motta e André Fufuca, durante uma partida do Flamengo no estádio Mané Garrincha, em Brasília, em 2015.

A mudança para o PP, o maior partido do “Centrão”, bloco que se tornou protagonista na Câmara com Temer, veio no segundo ano de mandato, em 2016, meses antes da sua eleição para compor a Mesa Diretora. O parlamentar aparece como autor em 119 propostas na Câmara, mas nenhuma delas foi transformada em lei até agora.

Entre os projetos que apresentou estão um que torna crime “constranger alguém mediante contato físico com fim libidinoso” (pena de detenção de três meses a um ano). Outro permite se ausentar do trabalho, sem desconto, ao menos uma vez por ano para acompanhar ascendente com mais de 60 anos a consultas médicas.

Além da área da saúde, na qual tem atuação ativa – também foi relator da CPI das Órteses e Próteses -, ele tem projetos relacionados a trânsito, como um que obriga o uso de tinta fosforescente na pintura de faixa de pedestres e outro que isenta pequenos produtores rurais de pagar a taxa de renovação da carteira de habilitação.

Nas votações do impeachment, da reforma trabalhista e da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Temer, ele votou com o atual governo: foi a favor da saída da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), das mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho e do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que negou a autorização para que o presidente fosse processado. Nesta semana, em que pode chegar ao fim o imbróglio em torno da reforma política, em discussão na Câmara,  será o 2º homem mais poderoso do Brasil antes dos 30 anos.

======================================================   COMENTÁRIO






O veículo tombou na BR-222; motorista estava sem cinto de segurança. A carga foi totalmente saqueada por populares.

Carreta tombou em curva, motorista ficou ferido e a carga foi toda saqueada..

Uma carreta que seguia o sentido decrescente da BR-222, de Açailândia para São Luís, provavelmente com excesso de velocidade, perdeu o controle em uma curva fechada e tombou nas proximidades do KM-626, neste domingo (27), por volta das 13h.

O condutor de 37 anos, que não usava o cinto de segurança, conforme relato feito à equipe Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA), sofreu uma forte pancada na cabeça e foi socorrido para o Hospital Municipal de Açailândia.

A carga, composta de carne moída, hambúrgueres e almôndegas, foi totalmente saqueada por moradores das redondezas. Quando a PRF chegou ao local para confecção do Boletim de Acidente de Trânsito e demais procedimentos necessários à fluidez do tráfego, a carga já tinha sido levada pela população.

======================================================   COMENTÁRIO






Também participaram da reunião os prefeitos Domingos Dutra (Paço do Lumiar), Antônio França (Pedreiras) e Valmira Miranda (Colinas).

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Cleomar Tema, reuniu-se com diretores da Companhia Energética do Maranhão (CEMAR).

Na oportunidade, Tema solicitou que a empresa estude a possibilidade de reduzir, de 5% para 2%, a cobrança da taxa de administração da iluminação pública paga pelos municípios maranhenses.

Também pleiteou a redução, em 10%, da cobrança por estimativa dos Parques Municipais de Iluminação Pública.

As reivindicações apresentadas por Cleomar Tema tratam-se de sugestões apresentadas por gestores públicos municipais que participaram, este mês, do evento Diálogo Municipalista promovido, em São Luís, pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e que teve o apoio da FAMEM.

“Os municípios do Maranhão, assim como dos demais estados, passam por sérias dificuldades financeiras. Portanto, este tipo de redução no setor da iluminação pública contribuirá no trabalho de equilíbrio das contas”, disse o presidente da entidade municipalista.

Ficou definido que nos próximos dias a Federação formalizará a reivindicação através de ofício que será encaminhado a CEMAR.

O diretor da Companhia, José Jorge Leite Soares, elogiou a iniciativa de Cleomar Tema e avaliou como perfeitamente cabível a implementação do pleito em favor dos municípios.

======================================================   COMENTÁRIO

Página 10 de 777« Primeira...89101112...203040...Última »