Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, que teve 95% do corpo queimado em ataque a um ônibus em São Luís

Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, que teve 95% do corpo queimado em ataque a um ônibus em São Luís

A menina Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, que teve 95% do corpo queimado em ataque a um ônibus em São Luís, morreu às 6h45 desta segunda-feira (6), segundo informações da Secretaria de Saúde do Maranhão. O ataque ao ônibus ocorreu na sexta-feira (3). Ana Clara estava com a mãe e a irmã, na Vila Sarney, quando o veículo foi invadido e incendiado por homens armados.

Ana Clara foi uma das vítimas da onda de ataques que começou depois de uma operação realizada pela Tropa de Choque da Polícia Militar no Complexo de Pedrinhas, com o objetivo de diminuir as mortes nas unidades prisionais do estado. Na quinta-feira (2), dois presos foram encontrados mortos em Pedrinhas. Só em 2013, de acordo com o relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entregue no dia 27 de dezembro, 60 detentos morreram nos presídios do Maranhão.

Menina de 6 anos estava internada na UTI Pediátrica, leito de isolamento, do Hospital Estadual Juvêncio Matos

Nos ataques de sexta-feira, quatro ônibus foram incendiados na Vila Sarney, na Avenida Kennedy, no João Paulo e na Avenida Ferreira Gullar. Além disso, duas delegacias (no São Francisco e na Liberdade) foram alvo de tiros em São Luís.

A irmã de Ana Clara, de 1 ano e 5 meses, permanece internada no Hospital Estadual Infantil Juvêncio Matos, com queimaduras em 20% do corpo. O quadro da menina é considerado estável e ela está fora de perigo. A mãe das duas crianças, de 22 anos, também teve 40% do corpo queimado e permanece internada no Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho.

 



2 Comentários até agora.

  1. que Deus o proteja voce. faminha maudita nao faz nada pra parar com isto so uma interveçao do g federal

  2. dorcidon da silva ferreira disse:

    lamentavel uma jovem pagar por um governo corrupto,onde os governantes enxergam apenas seus propositos… abandonando quem realmente precisa de apoio, que esta jovem sirva de exemplo, uma guerreira q lutou para estar viva, mas infeslizmente se foi, para encorajar esse povo q precisa de muita paz e segurança.


Current ye@r *