Blog do Domingos Costa                                                                                                                                                                                                                     





– Do líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rogério Cafeteira (PSB), ao criticar a utilização política da operação “Pegadores”, deflagrada pela Polícia Federal no Maranhão.

======================================================   COMENTÁRIO






A alteração contratual se deu em 4 de outubro de 2013, registrada no Cartório de 1° Ofício de Paço do Lumiar. A empresa passa se chamar Ágora Empreendimentos Educacionais Ltda. Desde então, a empresa já não era sorveteria.

A saúde do Maranhão não teve sorveteria como prestadora de serviços hospitalares, pelo menos, a partir de janeiro de 2015. A razão é simples: desde 4 de outubro de 2013 a empresa CCO Indústria de Sorvetes Ltda., criada em 2010, deixou de existir. Documentos do contrato social de constituição da empresa registrados na Junta Comercial do Maranhão (Jucema), desmentem a versão dada pelo delegado da Polícia Federal, Wedson Cajé Lopes, que comanda a operação “Pegadores”.

Segundo a investigação da PF, a empresa CCO Indústria de Sorvetes Ltda., teria prestado serviços à Secretaria de Estado da Saúde até fevereiro de 2015. A cláusula 4ª do contrato social, registrada em outubro de 2013 na Jucema, altera a denominação social para Ágora Empreendimentos Educacionais Ltda. O objeto social, segundo a cláusula 5ª alterou-se para treinamento em desenvolvimento profissional e gerencia; educação profissional de nível técnico (consultoria).

A empresa voltou a alterar o contrato social em 2015, quando passou a ser denominada ORC Gestão e Serviços Médicos Hospitalares Ltda-ME. A cláusula 3ª do contrato define como objeto social para atividades de atendimento hospitalar exceto pronto socorro e unidades de atendimento de urgências. Os documentos registrados na Jucema mostram que a Polícia Federal errou ao afirmar que uma sorveteria prestou serviços hospitalares para a Secretaria de Saúde do Maranhão.

======================================================   COMENTÁRIO






Prefeito Edivaldo e secretário de Obras vistoriam obras que criará novo corredor viário no Parque Atenas…

A Prefeitura de São Luís avança na implantação de um novo eixo viário que vai permitir a comunicação entre os bairros Parque Atenas e Calhau. Os serviços chegaram à Avenida Alpha, uma importante via Parque Atenas. Com essa etapa do programa no Parque Atenas, a Prefeitura de São Luís garante mobilidade em uma rua antes intrafegável, dando prosseguimento às ações que visam à melhoria da infraestrutura urbana de São Luís, especialmente nos bairros que mais precisam desses investimentos. Na tarde desta sexta-feira (17) a Prefeitura realizou o asfaltamento da avenida. Os serviços, que integram o programa Asfalto na Rua, foram acompanhados pelo prefeito Edivaldo e o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo.

Durante visita às obras, o prefeito Edivaldo ressaltou que o poder público municipal tem alcançado as metas propostas pelo programa. “Estamos felizes pela oportunidade de realizar essa importante obra para os moradores do Parque Atenas, que há muitos anos esperavam por serviços como esse. Os benefícios vão desde a melhoria da mobilidade à maior segurança aos moradores, considerando que a pavimentação facilita o acesso do sistema de segurança aos bairros. Estamos prosseguindo com as ações e vamos avançar ainda mais”, afirmou o prefeito.

Essa é mais uma etapa do programa que já passou pelas ruas G, H, I, J, K, L, M, O e P do Parque Atenas. Mais de 1,6 km de vias já foram pavimentadas. Além da pavimentação asfáltica, os serviços incluem terraplanagem, drenagem e criação de meio-fio, calçadas e sarjetas. Com a drenagem, a Prefeitura soluciona na região um problema crítico de alagamento durante o período de chuva. O trabalho realizado, especialmente na Avenida Alpha, conferiu uma trafegabilidade que não existia na via.

======================================================   COMENTÁRIO






O secretário Nacional de Juventude, Assis Filho, inaugurou em forma de vídeo uma nova ferramenta para prestar contas das ações de sua pasta. No Resumo da Semana, o secretario faz um balanço das principais ações desenvolvidas para a juventude brasileira. A proposta que já está em sua segunda edição foi bem aceita e já faz enorme sucesso nas redes sociais da SNJ.

======================================================   COMENTÁRIO






Empresário Pedro Teles…

Os desembargadores Ângela Maria Salazar (relatora), Tayrone José Silva e José Luiz Oliveira de Almeida, que compõem a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), determinaram a prisão do empresário Pedro Teles.

Filho do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzim, e irmão do deputado estadual Rigo Teles, Pedro é acusado de ter encomendado a morte do trabalhador rural Miguel Pereira Araújo, o Miguelzinho, que teria invadido terras do empresário em Barra do Corda.

O crime ocorreu em 1997. Ele foi condenado a 21 anos prisão no dia 05 de março de 2013 e recorria em liberdade até o trânsito em julgado da sentença do juiz José Ribamar Goulart Heluy Júnior, titular da 4ª Vara do Tribunal do Júri.

“(…) Ratificado nas medidas cautelares nas ADCs nº 43 e 44, de relatoria do Min. Marco Aurélio, e ainda, reafirmada em sede de repercussão geral, nos autos do ARE 964.246, Rel. Min. Teori Zavascki, após esgotadas as instâncias ordinárias de julgamento, expeça-se mandado de prisão e guia de recolhimento provisória em desfavor do embargante”, decidiu a relatora que teve seu voto acompanhado dos dois outros desembargadores.

======================================================   COMENTÁRIO






Prefeito, deputado e secretário Neto Evangelista participaram dos atos…

O deputado estadual Glalbert Cutrim (PDT), esteve nesta quinta-feira (16), no município de Bacuri, onde, junto com o prefeito Dr. Washington (PDT), vereadores municipais, secretários e lideranças políticas, participou da inauguração do CRAS – Centro de Referência Especializado em Assistência Social e da entrega do Sistema de Abastecimento de Água do bairro da Pedreira.

Durante a solenidade, Glalbert falou da importância do equipamento, que irá fortalecer o convívio social, garantindo o acesso a politicas publicas importantes, e de como a cidade, em menos de um ano, vive um novo momento.

“Viemos aqui no ano passado, e o que víamos era uma população decepcionada com a gestão, sem ânimo, e que refletia na cidade inteira. Hoje, em menos de um ano, a cidade vive um momento de reconstrução, de compromisso de quem realmente respeita a população. Participar da entrega do CRAS é um exemplo disso, uma obra abandonada deixada pela gestão passada, e que o prefeito Dr. Washington tomou pra si a responsabilidade de concluir e entregar o melhor pra população.” Destacou o deputado.

No bairro da Pedreira, a comitiva, que também contou com a participação do Secretário de Estado de Desenvolvimento Social – Sedes, Neto Evangelista, entregou à população, o novo Sistema de Abastecimento de Água, que vai solucionar um problema enfrentado pela população há anos.

======================================================   COMENTÁRIO






O governador Flávio Dino (PCdoB), usou sua página no Twitter nesta manhã de sexta-feira (17) para se manifestar sobre a investigação da Polícia Federal na Secretaria de Saúde do Maranhão para desmontar um esquema de corrupção montado na gestão Roseana Sarney/Ricardo Murad e que vem sem desmontado em sua administração. Segundo o governador, sua gestão não pactua com qualquer má aplicação de recursos públicos e que sempre tomou medidas administrativas quando erros foram detectados. Dino explica que vem tentando desde o início de 2015 corrigir graves problemas herdados na Saúde. Dino diz ainda que a dupla Sarney/Murad não possui as minimas condições de falar sobre moralidade.  

======================================================   1 COMENTÁRIO






– Do jornalista âncora do Bom Dia Brasil, Chico Pinheiro, nesta sexta-feira (17), ao falar sobre a reportagem da Operação Pegadores da Polícia Federal, desencadeada no Maranhão, que investiga um esquema de desvio de recursos públicos da saúde.

 

======================================================   COMENTÁRIO






Foto: Agência Senado/Fotos Públicas.

REVISTA FÓRUM – O novo diretor da Polícia Federal chama-se Fernando Segóvia, ex-superintendente da PF no Maranhão durante o governo Roseana Sarney. Diferentes fontes garantem que seu nome foi sacramentado no cargo após um jantar entre o presidente Michel Temer e o ex-presidente José Sarney, aquele cujo domínio da política maranhense durou 50 anos.

Se alguém tinha dúvida de que a nomeação de Segóvia não tinha sido política e que as relações dele com Sarney e o PMDB não iriam politizar as ações do órgão, pode ir tirando o cavalinho da chuva.

Ontem a PF realizou no Maranhão a “Operação Pegadores”, um desdobramento da “Operação Sermão ao Peixes”, que apura fraudes no sistema estadual de saúde iniciadas em 2012, quando o secretário de Saúde, do governo Roseana Sarney, era Ricardo Murad (PRP), cunhado dela.

Só que nesta nova etapa, Murad que era citado pela PF como líder da organização criminosa que teria desviado cerca de R$ 1,2 bilhão da saúde estadual, ficou de fora das investigações.

Mais do que isso, a operação policial foi toda costurada com os grupos de comunicação locais ligados à Sarney para transformar Dino num ladrão de dinheiro da saúde. E para atacar secretários importantes do seu governo, como Márcio Jerry, também do PCdoB.

Entre outras acusações, a delegada responsável da operação diz ter achado mais de 400 funcionários fantasmas na saúde, mas não apresentou a respectiva relação de nomes. O governador Flávio Dino já requereu formalmente os nomes da suposta lista. “Estamos esperando a lista dos alegados 400 fantasmas, para verificar se isso procede, quem foi o responsável, em qual época e por qual motivo”, escreveu Dino em suas redes sociais.

A operação da PF ainda acusa o governo atual de contratar para prestar serviços à saúde uma antiga sorveteria, que teria emitido notas fiscais frias, que permitiram o desvio de R$ 1.254.409,37 (hum milhão, duzentos e cinquenta e quatro mil, quatrocentos e nove reais e trinta e sete centavos).

Até o momento, porém, não teria sido apresentado pela PF nenhum contrato assinado por qualquer autoridade do governo Dino com a tal sorveteria que teria virado empresa médica.

Ou seja, está claro que Flávio Dino vai comer o pão que o diabo amassou daqui até o final do seu mandato. E que terá que buscar fora do estado apoio para poder continuar governando.

Outro político que ousou enfrentar Sarney, o já falecido Jackson Lago (PDT), ganhou a eleição de Roseana mais foi cassado durante o governo para que ela pudesse assumir.

Quem achava que o velho Ribamar Ferreira de Araújo Costa era carta fora do baralho, enganou-se. Ele está de novo no comando. E da PF. O que não é pouca coisa para quem é especialista em fazer política da forma mais heterodoxa possível.

======================================================   COMENTÁRIO






O novo superintendente da Polícia Federal, Fernando Segóvia, indicado para o cargo pelo ex-senador José Sarney pode está diretamente atrelado à operação desencadeada ontem, quinta-feira (16) pela PF em São Luís.

Na ação da Polícia Federal, várias pessoas foram presas sob acusação de corrupção na secretaria de Estado da Saúde. Segundo a PF, o setor tinha mais de 400 fantasmas, mas o curioso é que a polícia até agora não apresentou os nomes nem os contratos das empresas supostamente envolvidas.

A operação foi comemorada pela família Sarney que mobilizou todos os seus veículos de comunicação [jornal impresso, TV, rádio, portais e blogs] para fazer a cobertura do acontecimento. Uma verdadeira festa!

No ano que antecede a disputa pelo governo do Estado, a intensão é desgastar o máximo possível o governo do Estado. Acontece que até agora não se conseguiu sequer provar qualquer envolvimento do secretário de Saúde, Carlos Lula ou qualquer outro auxiliar mais próximo de Flávio Dino.

– Fernando Segóvia

Novo comandante da PF, Fernando Segóvia, é indicação de Sarney.

A Coluna Esplanada, com forte atuação na política de Brasília, publicou nota sobre o trabalho do novo superintendente da PF Fernando Segóvia. Coincidentemente, ontem (16), Fernando Segóvia, teve um encontro fora da agenda oficial com o presidente Michel Temer.

O indicado de Sarney para novo diretor da Polícia Federal foi recebido por volta das 13h30, e ficou com o Temer durante menos de 15 minutos. Segundo assessores, Segóvia foi convidar Temer para a posse, marcada para a próxima segunda-feira, às 10h30, no Ministério da Justiça.

O subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Gustavo Rocha, despachava com Temer no gabinete e participou da rápida reunião, de acordo com assessores do Planalto.

Temer o nomeou para a diretoria da instituição no último dia 8. Ele substitui Leandro Daiello, que estava no posto desde 2011, início do primeiro mandato da ex-presidente Dilma Rousseff.

  • LEIA TAMBÉM:

– No Maranhão, novo diretor da PF morou na casa de um empreiteiro ligado à família Sarney

– Cadê o contrato e a lista dos 400 funcionários fantasmas da saúde?

======================================================   1 COMENTÁRIO

Página 1 de 80912345...102030...Última »