As obras serão realizadas onde hoje funciona a Unidade Mista de Saúde no Maiobão. Parceria entre o Estado e Município visa atender a demanda crescente da comunidade luminense.

MATERNIDADE2

Uma reunião entre o secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco e a secretária de Saúde de Paço do Lumiar, Aila Freitas, nesta sexta-feira (12) definiu uma agenda de trabalho para o inicio dos trabalhos na construção do que será a primeira maternidade do município.

Um novo encontro ficou acertado para a próxima semana, no sentido de debater as questões técnicas estruturais do projeto.

O secretário Pacheco disse que o Estado pretende municipalizar a futura maternidade, como parte do processo de descentralização administrativa da rede de saúde. “Os gestores locais entendem melhor a necessidade da comunidade, por essa razão nós entraremos como apoiadores desse projeto”, disse.

Também participaram da reunião, lideres comunitários luminenses que saíram do encontro entusiasmados, a exemplo da representante da Associação de Mulheres de Paço do Lumiar, Rosinélia Ribeiro. Segundo ela, a maternidade é um sonho a ser concretizado.

“Nós, mulheres, merecemos esse atendimento. Já chega de mulher luminense ficar sem assistência em um momento tão importante para sua família, como é a hora do parto”, afirmou a líder comunitária.

======================================================   COMENTÁRIO






Neste sábado(13), o prefeito do município de Apicum-Açu, Cláudio Cunha(PV) emitiu nota de esclarecimento a respeito de notícias falseadas implantadas em setores da imprensa com único objetivo de manchar o trabalho exemplar que vem sendo desenvolvido naquela cidade. Confira abaixo:

Nota a população de Apicum-Açu.

Preliminarmente, cabe registrar que eu, CLAUDIO CUNHA, prefeito de Apicum-Açu toda sua trajetória nunca foi envolvido em comercialização de quaisquer produtos, logo é impossível essa vinculação com o contrabando em comento.

Em segundo lugar, nenhuns dos veículos possuem Termo de Contrato com o Município, apenas excepcionalmente, são chamados a realizar algum serviço de interesse da Administração Municipal, como na maioria das vezes são contratados também por numerosos particulares para a realização de uma mudança, um frete, etc.

Claúdio Cunha, prefeito de Apicum-Açu.

Em terceiro, tenho pelo Rodolfo Romero um carinho e consideração de PAI, tanto quanto demonstro a meus filhos legítimos, mas daí querer vincular meu ato de Prefeito a eventuais lapso de conduta cometido por ele é no mínimo leviano.

É impressionante a capacidade dos adversários em distorcer os fatos, levando a impressa a acreditar em escândalos que só existem na mente daqueles que querem puxar o meu tapete do gestor por reconhecer que não possuem capacidade de mi bater nas urnas, justamente eles que estiveram mais 16 anos no poder que saíram milionários e município afundado, criminosos e condenados e sentenciados pela justiça brasileira que ora tentam manchar a minha imagem perante a opinião publica, mais a população de Apicum-Açu me conhece saberá da às respostas necessárias para eles.

Logo foi infeliz a colocação de um fato dessa gravidade, sem ouvir a outra parte, pelo que coloco minha indignação e revolta com a matéria, vez que tenho contas a prestar à população de Apicum-Açu, posto que sou depositário de suas esperanças e, por isso mesmo, trabalho diariamente, para lhes proporcionar uma vida se não mais feliz, pelo menos, menos sofredora.

Atenciosamente

Claudio Cunha – Prefeito de Apicum-Açu

======================================================   COMENTÁRIO

======================================================   COMENTÁRIO






Rubinho Cohen

O Plano de Contingência foi anunciado na manhã deste sábado (13), pelo governador Flávio Dino, durante a Mobilização Nacional de Combate ao Aedes aegypti.

Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem tomado providências urgentes no sentido de desenvolver ações junto aos 217 municípios do Estado para conter o avanço da Dengue, Zika vírus e Chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Além das ações de campanhas que estão sendo reforçadas desde o ano passado e aderidas em parceria com o Ministério da Saúde (MS), foi lançado neste sábado (13), pelo governador Flávio Dino, durante a cerimônia local da ‘Mobilização Nacional de Combate ao Aedes aegypti’, o ‘Plano de Contingência para Enfretamento de Epidemia de Dengue, Zika vírus e Chikungunya no Maranhão’. A medida tem o objetivo dar uma resposta rápida às situações graves de saúde pública relacionadas a essas doenças. Para tanto, haverá imediata aquisição de insumos e contratação de serviços e recursos humanos para desenvolver adequadamente as ações de Vigilância Epidemiológica de Prevenção e Controle do mosquito vetor.

Os índices de infestação predial por Aedes aegypti demonstrados nos resultados do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) dos meses de outubro e novembro de 2015, mostraram muitas áreas de alto e médio risco em alguns municípios do Estado. Para conter e eliminar esses focos, serão reforçadas as supervisões e o monitoramento do trabalho de campo em todas as cidades maranhenses consideradas de risco pelo LIRAa.

Considerando não se tratar do enfrentamento de uma epidemia de rápida solução, o Plano de Contingência é um instrumento de planejamento das ações para qualificar os serviços, prevenir e enfrentar os quadros de epidemias. As ações serão desenvolvidas ininterruptamente levando em consideração a estruturação do nível estadual e regional.

Plano de Contingência – O Governo do Estado, por meio da SES, trabalhará nos anos de 2016 e 2017 com educação permanente voltada para a integração dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agente de Combate de Endemias (ACE) no controle vetorial, no sentido de conter os surtos e reduzir a infestação por Aedes aegypti em áreas que estejam em alerta e alto risco de acordo com as pesquisas de campo do LIRAa e dos casos notificados.

Para o cumprimento do plano emergencial, serão investidos recursos no valor de R$ 6.961.308,50 (seis milhões novecentos e sessenta e um mil trezentos e oito reais e cinquenta centavos) para o atendimento de todas as demandas.

Será disponibilizado suporte técnico para a valorização dos profissionais de campo por meio da aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs); aquisição de kit’s para instrumentalizar e qualificar as atividades de campo para o controle das larvas do Aedes aegypti; contratação temporária de recursos humanos para atividades de campo (Controle Vetorial e LIRAa) nas regionais de saúde; e o reforço de mais 25 veículos nos serviços de aplicação de inseticida Ultra Baixo Volume (UBV), ampliando o número de veículos para 50 equipados com as máquinas UBV para uso no controle do mosquito adulto.

Também será realizada a contratação temporária de profissionais para a formação da Brigada Anti-Dengue/Chik/Zika para atender as novas demandas decorrentes das ações de controle vetorial, como o fornecimento de repelentes para as mulheres grávidas, dentre outras.

A eficácia do plano se dará por vários esforços conjuntos para a intensificação do controle vetorial nos 217 municípios, a exemplo do eixo da capacitação permanente, que será iniciado pela integração e articulação das atividades de campo pelos 15.800 ACS e dos 2.313 ACE.

A capacitação dos profissionais da atenção primária, média e alta complexidade em saúde, garantirão as orientações e assistência médica aos pacientes com suspeita de uma das doenças em diversos pontos de atenção, desde as unidades de atenção primária até a assistência médica especializada (média e alta complexidade) dos pacientes com quadros graves de Dengue, Chikungunya (fases sub-agudas e crônicas) e Zika vírus (Guillain-Barré e Microcefalia).

No Maranhão o quantitativo de prédios cadastrados para as atividades de campo correspondem a dois milhões e duzentos mil imóveis, de acordo com a Portaria do Ministério da Saúde Nº 1.025, de 21 de julho de 2015. O número de ACE’s a serem contemplados será de 1.956 agentes, ou seja, 1 ACE para cada 1.000 imóveis por ciclo, levando-se em consideração as diretrizes nacionais para prevenção e controle de epidemias de Dengue do MS.

======================================================   COMENTÁRIO






IMG-20160213-WA0004-horz...

Supervisor diz que continua trabalhando na loja Marisa e que foto na delegacia foi tirada em momento de distração.

Circulam nas redes sociais imagens do jovem morador do município de Raposa, Edcarlos Melo Freitas, supervisor da Loja Marisa, do Shopping Rio Anil, em São Luís, preso por suposto furto no estabelecimento que trabalha.

Segundo as informações preliminares disseminadas na internet, Edcarlos sozinho furtou a quantia aproximada de R$ 150 mil da Loja e foi preso, conduzido até a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).

O suposto acusado, procurou o blog para fazer os devidos esclarecimentos, e segundo ele, restabelecer a verdade dos fatos. Edcarlos contou que na quinta-feira(11) no final do expediente, no momento da contagem de numerário foi percebido a falta de valores aproximado em R$ 149 mil.

De imediato um auditor da loja, identificado como Ribeiro, foi chamado para seguir o procedimento padrão quando incorre algo dessa natureza. Houve uma reunião entre os setores da Loja e uma procura pelo dinheiro, até então sumido.

Horas depois, a quantia foi encontrada numa sala restrita do estabelecimento, contudo, não foi identificado o autor da tentativa de furto. E o procedimento adotado pela gerência da loja, então, foi levar o caso para registrar na Delegacia afim de que as investigações sejam aprofundadas no objetivo de chegar ao autor da tentativa de roubo.

IMG-20160213-WA0004-horz

Edcarlos Freitas ajudou encontrar o dinheiro e agora está sendo acusado pela opinião publica de ladrão, por decorrência de uma foto na delegacia que vazou na internet.

Na delegacia, para onde o dinheiro e os funcionários da Marisa foram levados à prestarem depoimentos, foi tirada uma foto (sem a devida autorização) do supervisor Edcarlo Freitas, como se ele tivesse sido o autor da tentativa de furto.

“Sobre o que aconteceu, foi equívoco, estou bem, nesse momento tranquilo aqui em minha casa. Meu trabalho continua normalmente na Marisa. As informações que estão sendo proliferadas em grupos de redes sociais não procedem. A verdade é que ajudei a encontrar o dinheiro que estava faltando no caixa e, consequentemente, tive que prestar depoimento à polícia porque sou da empresa”, esclarece Edcarlos.

======================================================   COMENTÁRIO






jotapinto1

Sobrou desânimo durante o encontro do Partido Ecológico Nacional (PEN) nesta sexta-feira (12) no bairro do Monte Castelo em São Luís. O presidente estadual da legenda, ex-deputado estadual Jota Pinto, continua com a mirabolante ideia de disputar a prefeitura de São José de Ribamar. E mais, confirmou que o partido nanico terá pré-candidatos à Prefeitura de três dos quatro municípios da Ilha de São Luís. Mas, detalhe, em nenhum desses, inclusive na cidade balneária, a legenda tem cacife sequer para ficar em terceiro lugar. Então está explicado a cara de desânimo dos filiados durante a reuniãozinha, como mostra a imagem acima.

======================================================   COMENTÁRIO






12714269_998776836869152_1962829886_nQuem mora no município de Pedro do Rosário ou acompanha o carnaval da cidade, este ano ficou com a impressão de que o pedrorosariense acordou bem disposto para brincar os quatro dias de folia. Não faltou animação, a prefeitura organizou uma belíssima festa com diversas atrações e muita segurança que teve com tema “Alegria te Contagia”.

O arrastão dos blocos aconteceu na terça-feira de carnaval e percorreu a Avenida Pedro Cunha Mendes até a Praça de eventos. O resultado não poderia ser outro: Sucesso absoluto. É assim que se pode definir o Carnaval 2016 organizado pelo prefeito Irlan Serra(PTC).

O carnaval da cidade virou tradição na atual gestão e  transformou-se em um dos maiores da Baixada Maranhense. Milhares de pessoas passaram das festividades que contou com a animação de Bandas regionais e nacionais como: Banda Tricha, Banda Miragem, Wesley Dantas e Farra de Empresário, Gasparzinho, Moleca 100 Vergonha, Caviar com Rapadura e Nana Banda fechando a última noite do Carnaval 2016.

“Nossos agradecimentos à secretária Liziê Lobato e toda a equipe da Secretaria Municipal de Cultura, a Louro e Iolanda (bloco da ressaca), a Adailson Júnior e a equipe de organização dos blocos), aos Deputados Toca Serra e Júnior Verde, a minha família, à Polícia Militar, aos seguranças, aos organizadores dos blocos, aos donos de carros de som, aos barraqueiros, enfim, os foliões e a todos que direta ou indiretamente contribuíram com a realização deste grande evento”, disse Irlan Serra.

======================================================   1 COMENTÁRIO






Parece que não aprendeu. Após ter sido afastado do cargo em 2015 durante meses, por improbidade administrativa na condução de processos licitatórios no exercício de 2013, Totonho Chicote incorre da mesma prática.

Totonho Chicote - denúncias contra Klebinho (4)

É a segunda vez que o MP acusa o prefeito Chicote de fraudar a papelada das licitações da prefeitura de Pedreiras.

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) recebeu denúncia contra o prefeito de Pedreiras, Francisco Antônio Fernandes da Silva, o Totonho Chicote(PRB), acusado pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) de desvirtuar o caráter competitivo em seis procedimentos licitatórios naquele Município.

De acordo com o MPMA, o prefeito cometeu várias irregularidades com a nítida intenção de restringir o acesso de participantes nos referidos processos licitatórios, beneficiando diretamente as empresas vencedoras dos certames (Pregão Presencial nº 059/2013, Pregão Presencial nº 054/2013, Tomada de Preços nº 002/2013, Tomada de Preços nº 010/2013, Pregão Presencial nº 037/2013 e Pregão Presencial nº 34/2013).

As mesmas teriam sido contratadas sem apresentar diversos documentos de habilitação exigidos. A soma dos valores contratados atingiu a marca de mais de R$ 5 milhões.

Segundo a denúncia, os editais dos processos licitatórios continham cláusulas restritivas à competitividade. As licitações teriam sido conduzidas sem a devida observância ao regramento legal atinente à publicidade, reduzindo sensivelmente a participação de empresas interessadas em participar dos certames.

Em sua defesa, o prefeito Francisco Antônio apontou equívoco na denúncia do MPMA, afirmando que as cláusulas apontadas como restritivas visaram tão somente assegurar que os objetos licitados fossem plenamente executados.

Quanto à observância do Princípio da Publicidade, ressaltou que todos os procedimentos licitatórios impugnados tiveram seus editais publicados no Diário Oficial da União, Diário Oficial do Estado e no Jornal dos Municípios, vinculado à FAMEM.

Para o relator do processo, desembargador Vicente de Paula, a denúncia do MPMA preenche todos os requisitos do artigo 41 do Código de Processo Penal, por trazer a exposição completa dos fatos e circunstâncias em que ocorreram as irregularidades.

“O recebimento da denúncia é medida que se impõe, viabilizando-se com a instauração da ação penal, a imprescindível instrução processual para apuração dos fatos”, assinalou o magistrado.

O voto do relator foi seguido pelos desembargadores José Bernardo Rodrigues (presidente da câmara) e José Luiz Almeida.

======================================================   COMENTÁRIO






Pacovan-foto-e1340719598816

Processo de Pacovan tem como relatora a desembargadora Cleonice Freire, que está de férias. Como substituto atua o des.Ricardo Duailibe.

A procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, ajuizou nesta sexta-feira,12, junto ao Tribunal de Justiça do Maranhão, um pedido de reconsideração da decisão que concedeu liminar para libertar o acusado Josival Cavalcante da Silva, conhecido como Pacovan.

Ele foi beneficiado por um habeas corpus concedido pelo desembargador José de Ribamar Fróz Sobrinho, durante o plantão do dia 31 de janeiro, que caiu num domingo.

Para o Ministério Público, o acusado deve ser mantido preso como forma de garantir a ordem pública e por se tratar de “indivíduo de altíssimo grau de periculosidade, a merecer as mais gravosas medidas previstas no ordenamento jurídico para conter as suas ações”.

No pedido de reconsideração, a procuradora-geral de justiça observa que o desembargador Fróz Sobrinho violou, com sua decisão, o princípio da colegialidade, usurpando a competência da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, da qual é integrante, que já havia iniciado o julgamento final do habeas corpus interposto pela defesa do acusado.

Outro fator apontado pelo MP para justificar a revisão do benefício foi a detenção do acusado um dia após a concessão do habeas corpus. No dia 1º de fevereiro, a polícia encontrou no veículo de Pacovan uma pistola Taurus, que seria de um dos seus dois acompanhantes. Thamerson Fontinele assumiu ser o dono da arma e foi preso por porte ilegal. “O que se espera de alguém que esteja em liberdade provisória e sujeito à fiscalização das condições para manutenção do benefício era que, de pronto, recusasse a permanência do armamento no veículo”, argumenta a procuradora-geral.

No dia 4 de fevereiro, Regina Rocha já havia interposto mandado de segurança também com o objetivo de tornar sem efeito o habeas corpus concedido ao acusado Josival Cavalcante da Silva.

HISTÓRICO – Pacovan estava preso desde 18 de novembro em uma operação conjunta da Polícia Civil e do Ministério Público do Maranhão, por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), após a descoberta de diversos esquemas de desvio de verbas públicas, envolvendo agiotas, prefeitos e ex-prefeitos de municípios maranhenses.

Josival Cavalcante da Silva seria um dos líderes de uma organização criminosa que pratica a agiotagem no estado. A prisão dele e de outros integrantes da organização foi determinada pela justiça da Comarca de Bacabal. Na ocasião, também foi preso o ex-prefeito de Bacabal, Raimundo Nonato Lisboa.

======================================================   COMENTÁRIO






Diante das tantas mentiras diárias – estilo factoides – implantadas pelas mídia ligadas à oligarquia saudosa de verbas pública e privilégios, O governador Flávio Dino (PCdoB) falou nesta sexta-feira(12) das investidas difamatórias produzidas por setores da imprensa ligada à família dos Sarney’s. Pelo twitter, o chefe dos Leões  classificou como falta de assunto da oposição oligárquica, que cada vez mais conduz a discursos agressivos e sem sentido.

Confira abaixo o que mais falou Dino sobre o império midiático sarneysista de mentiras:

12735886_998550053558497_614009215_n

======================================================   COMENTÁRIO